25.3.16

Opressões

Na semana passada Adelia, ex participante do BBB caiu na rede sendo ironizada pelas suas fotos do Paparazzo em que na tentativa de ser sensual fazia cara de sofrimento (uma coisa bizarra, se vc não viu joga no google, rolaram quilometros de memes).

Daí que umx meninx conhecido meu e do Calopsita publicou alguma critica no FB falando que se alguém estivesse zoando Adelia, sendo está mulher e negra, que a excluísse do FB. O calopsita questionou pq o motivo da zoação não está em torno de nenhuma dessas condições e sim pelas caras e bocas medonhas que ela fez. Aí vc deve estar imaginando  "deu treta"... Engano seu, ela só excluiu o comentário e o calopsita do FB dele.

Conhecemos  a mocinha em questão num núcleo LGBT do PSOL em nossa cidade.. Na ocasião elx se disse moderadorx de um grupo que tinha uma vibe de emponderamento na internet. Neles haviam diversas minorias trazendo relatos de suas vidas sobre essa perspectiva. Negros, transexuais, gordos, gays, lésbicas e etc. Todos nós do núcleo fomos adicionados no tal grupo.

Na primeira semana algo de muito estranho aconteceu. Um dos meninos postou sua foto num post que falava sobre cabelo colorido (ele tinha pintado o cabelo de azul) e mandou uma foto que tinha seu cabelo e um pedacinho da testa. O comentário foi apagado e um moderador informou que se ele fizesse aquilo de novo seria excluído. Ele ficou quieto sem entender e numa outra reunião do núcleo perguntou o que diabos fez de errado. Então a amigue disse que num outro momento este mesmo grupo propôs que as pessoas mandassem fotos dos seus corpos e que deu um reboliço pq as pessoas magras tinham em torno de 150 curtidas enquanto as gordas umas cinco. A partir daí os gordos exigiram que magros não pudessem mais postar fotos e como no grupo a voz da minoria oprimida tem sempre de ser valorizada, o desejo foi acatado. Elx nos contou que haviam pessoas passando por transformação corporal por mudança de gênero e que foram obrigadas a retirar suas fotos do grupo em função da regra colocada pelo núcleo gordo. 

Como era de se imaginar não sobrevivi uma semana no grupo, na ocasião saiu uma matéria escrita por uma transsexual falando sobre queers... Fiz umas críticas e pro meu azar a autora da matéria (que diga-se de passagem é transsexual) era parte do coletivo. Caímos numa discussão e obviamente fui mega hostilizado pelo grupo inteiro até ser expulso.

Pra início de conversa preciso deixar claro uma coisa... Ainda que ache a postura radical eu entendo. As pessoas vivem numa sociedade que só faz discriminar, ficam com suas autoestimas abaladas, apanham horrores e encontram um espaço onde a condição que no mundo exterior as diminui, passa a lhes enaltecer.  Entendo perfeitamente e repeito, mas acho que essa bolha que empodera tbm mima... Sendo mimados abrem mão do debate, pq o mimado não discute, ele bate o pé pq quer o brinquedo pra ele e ponto.

Concordo em gênero, número e grau com o calopsita que o que levou a Adélia numa posição ridicularizada não tem nada a ver com seus recortes de gênero ou raça, talvez nós estejamos errados quanto a isso, se estamos perdemos uma excelente oportunidade de ver as coisas por outro ponto de vista. Entendo o cansaço para o debate...  A mocinha em questão é transgênera, não binária e negra... Temos aqui um coquetel que a coloca num lugar de saco cheio mesmo, mas porra bicho.. O Calopsita não é o primo evangélico dela, sabe?? Ela conheceu o cara num núcleo LGBT do PSOL... Será que não valia  apena pelo menos tentar começar o debate??? Não tô dizendo que ela deve discutir com o Malafaia! Entendo pessoas que num dado momento se cansem de opositores que as oprimem, sobretudo quando esse cansaço é na esfera pessoal, mas tenho dificuldade de entender uma militância que tem preguiça de travar o debate fora dos seus pares.

Eu entendo, eu respeito, eu carrego nas minhas costas pelo menos umas três minorias e me entendo uma pessoa aberta pro debate, mas ainda sim fui barrado no baile. Defendo piamente que devemo nos emponderar e que o protagonismo é nosso, mas sinceramente, acho que se vc militante de qq coisa entende que qq pessoa fora da sua condição é incapaz de ser solidária a sua causa que não vale nem o debate... Desiste disso, pq o mundo vai continuar sendo heterogêneo, vc vai continuar sendo minoria e a opressão será sempre a única alternativa.

24.3.16

Um outro Pássaro




Há seis anos atrás eu comecei a namorar com o calopsita, há quase cinco decidimos morar junto. De lá pra cá mudei muito em muita coisa. Para além da vida conjugal, o movimento de sair da casa da minha avó e assumir uma casa me jogou numa outra posição em que nunca estive antes... Virei adulto de verdade, hj percebo que demorei pra entrar na adolescência (até os 16 anos brincava de carrinho) e tbm demorei muito pra sair dela... Eu sou outro.. A vida é outra!

Porém penso que minha mudança é muito menor e menos visível do que a do calopsita. O garoto magricela que nunca tinha viajado sem a família, não gostava muito de conversar com pessoas de fora de sua tribo e não tinha muito planejamento de futuro, virou outro. Naturalmente percebo essas mudanças todas, mas as pessoas que vivem próximas a gente muito mais, sobretudo depois que ele entrou na faculdade.

O rapaz engordou, adquiriu consicencia política (já estava nesse movimento antes da faculdade), está empoderado sendo parte de uma universidade federal que ele passou por sacrifício próprio. Ele fez tudo sozinho.. Pré vestibular social, estudos, inscrições.. O mérito é dele, todo dele e de mais ninguém....

Meus parentes, alguns amigos dele e meu, todos tem percebido diferença até na maneira que ele se coloca. Não consigo ter essa clareza nas partes, mas tenho total clareza no todo. O Calopsita não é mais o mesmo, vivi isso de forma similar em 2008 quando o Ex dawson's creek entrou pra faculdade... Do dia pra noite a vida era outra.. A diferença é que com toda mudança eu continuei cabendo na vida dele no outro não. Porém, ainda que não coubesse, ainda que a partir de lá ou de qq outro momento a vida ele cresça a ponto de não fazer mais sentido estar o meu lado, não quero que deixe de crescer por isso.. Não quero que ninguém deixe de crescer por mim.. No fim de tudo o que resta a gente é ver o quanto deixamos com as pessoas e o que eu quero é pensar que cooperei para que pessoas que passaram por mim tornem-se pessoas melhores e pra mim é uma honra e privilégio poder ser parte dessa história junto do meu marido. 

23.3.16

Rupaul 8ª Temporada

Quem me acompanha aqui há mais tempo sabe que sou apaixonado o reality show de Drag Queens, Rupaul's Drag Race! Fato é que a temporada passada deixou bastante a desejar em comparação com as outras. O casting estava fraquíssimo, ficando difícil até pra vc fazer uma torcida. A mais legal (e que a grande maioria dos meus amigos estavam torcendo), Kátia foi eliminada cinco semanas antes do programa acabar e aí ficamos pensando: Torcer pra quem agora nessa bosta???

Pois bem, a oitava temporada total recuperou o folego, Mama Ru, conseguiu um casting interessante com trabalhos bem específicos.. Uma cover oficial da Britney Spears, um fã incondicional das Super Modelos da década de 90, uma que se inspira em mangá, outra em heroínas dentre outras com outras  peculiaridades formam um dos castings mais diversos de todas as temporadas. Muita gente muito boa forma formando um time de primeira que promete uma temporada inesquecível! 



Por hora não está assando em nenhum canal no Brasil, quem atualmente está com os direitos autorais de Ru Paul é a multi show, mas não soube de nada que falasse desta temporada ainda. Algum tempo após o termino vc tbm pode acompanhar pela netflix e se quiser ver agora, corre atrás de download pq o que não falta é site disponibilizando. Estamos na terceira semana, corre pra baixar, aproveita o feriado e bota em dia!

22.3.16

Tatuagem x Anticoagulante

O posto de hoje tem como objetivo falar de uma experiência perigosa que vivi semana passada, mas sobre tudo tem a intenção de criar tag pra poder que pessoas que estejam em situação similar ter um relato pra poder ler (pq eu não itve nenhum)

Acho que nunca comentei aqui no blog, mas em 2013 eu tive uma embolia pulmonar que quase me levou a morte. Anterior a ela tive trombose em 2009 e 2011 e ano passado tive uma flebite (que tbm tá ligado a trombo). Mas vc deve tá se perguntando, o que diabos esse menino teve tanta coisa???

Parte dessa história está aqui, mas hj eu entendo coisas que não entendi durante um bom tempo. A trombose tem a ver com coagulação do sangue. É como se meu sangue formasse bolinhas (são os trombos) e a embolia acontece quando uma dessas bolinhas vão pro pulmão ou coração. Então eu tomo o anticoagulante, pra que meu sangue não coagule e não faça bolinha. passei a fazer uso desse medicamento em 2011. A ideia era tomar por um bom tempo e depois fazer exames de trombofilia. Se esses exames dessem positivo isso era sinal de que teria de tomar anticoagulante cronicamente. 

Vc deve estar se perguntando, mas se vc toma desde 2011 pq teve em 2013 e 15 de novo??  Viver com anticoagulante traz uma série de complicações. Uma pessoa com a coagulação normal tem sua INR (algo como se fosse a densidade do sangue) em aproximadamente 1,2, a minha precisa fica entre 02 e 04. Isso significa que quando está tudo bem pra mim eu sangro, sangro e sangro. Viver com Marevan (anticoagulante que eu uso) é uma faca de dois gumes... Muita gente morre exatamente por tomar anticoagulante.. No caso de um acidente vc precisa ser atendido a tempo e a hora, deve evitar esportes de impacto, tomar muito cuidado com batidas etc etc etc.. O exame de INR deve ser feito no mínimo uma vez por mês. Trata-se de uma medicação extremamente lábil, outra medicações interferem nela e até a alimentação, a dosagem volta e meia precisa ser regulada. Passar de 04 pode ser extremamente perigoso.

Vc deve estar pensando: Coitado do gato, a vida dele deve ser um inferno. Então.. Não é! Objetivamente em termo de rotina o Marevan exige que eu tome um comprimido por dia e faça um exame por mês, nada mais muda. Ele acaba sendo mais problemático em casos de doença ou acidentes. Tipo.. Se tenho dengue não posso tomar anticoagulante, em função do anticoagulante não posso toma antinflamatorio e por aí vai... Também se vou fazer um outro procedimento, tipo uma extração dentária, preciso passar pelo meu angiologista antes. Porém, na rotina diária nada muda.. Não te exige nenhuma dieta específica, exercício físico e meia de alta compressão são recomendados, mas nada que vc morre sem.. O importante é que sua INR esteja entre 02 e 04... E muitas vezes vc relaxa. Durante muito tempo minha INR dava menos que 02 e eu não dava importância, achava que era bobagem, que bastava estar tomando o comprimido e estava protegido.. Mas não é...  Muita gente morre de embolia tomando anticoagulante, achando que tá protegido só por tomar o comprimido sem de fato estar anticoagulado.

Tomei total consciência disso ano passado e passei a me policiar par tentar não relaxar. Foi ano passado tbm que fiz o exame e descobri que tenho insuficiência de duas proteínas que me leva a trombofilia. Nasci assim e terei de viver eternamente com essa faca no meu pescoço.  Porém quando o médico me deu o resultado, comigo já tomando marevan há quatro anos, apenas uma coisa me vinha a cabeça: Tatuagem.

Há muito tempo queria fazer, estava com os desenhos escolhidos, sempre pensava que faria no dia que não precisasse mais tomar o marevan, mas esse dia nunca vai chegar. Com o meu nível de sangramento o tatuador até iria conseguir fazer, mas podem acreditar que eu teria que ir pra hospital pra parar o sangramento e ainda podia danificar a tatuagem. A única possibilidade real de fazer  era parando de tomar o remédio, mas fazer isso é correr risco de vida. Ok, vivi anos sem estar anticoagulado e não aconteceu nada, mas medicina não é matemática, poderia parar e não acontecer nada, como podia acontecer no segundo dia. 

Fiz contato com amigos médico, farmacêutico, enfermeira e montei um estratagema.. Não tinha muito paliativo a ser feito, a verdade é que sim, corri risco. Combinei com o tatuador de fazer três tatuagens em três dias. Sem contar pro meu marido nem mãe, para não deixa-los apreensivos e parei com a medicação cinco dias antes da primeira sessão (leva um tempo pra abaixar, três era suficiente, mas fiz com mais antecedência para garantir). A interrupção do remédio ainda trás outra problemática, quando vc para de tomar nos dois primeiro dias do retorno tem fortes chances de formar trombo, por isso tem que tomar outro remédio junto. Ele além de meio caro é de aplicação subcultanea (injeção como de insulina) e como farmácias não aplicam mais injeção tive que aprender pra fazer em mim mesmo. 

Eu tinha bastante medo como ficaria a cicatrização de tantas tatuagens ao mesmo tempo e sobretudo, se o marevan não atrapalharia na cicatrização. Na noite  que fiz a última tomei a primeira aplicação da injeção e no dia seguinte pela manhã voltei com marevan. Deu tudo certo, a cicatrização tem sido super rápidas, as tatuagen ficaram ótimas e todo mundo elogiou. Foi um risco e não aconselho a ninguém fazer mesmo tendo dado certo (não tentem fazer isso em casa crianças), mas fiz esse post especialmente pensando em pessoas que fazem uso de anticoagulante e tem vontade de fazer tatuagem. Um relato de quem já teve a experiência pra que vc avalie e veja se vale a pena.

20.3.16

Tá tenso, tá desfavorável...

Semana retrasada fiz um post falando sobre a avalanche de coisas que estavam acontecendo no Brasil e não podia suspeitar do quanto ia aumentar. A sensação que tenho é que estamos por um triz de uma guerra civil e cada dia que passa galopamos nesta direção. Um governo que não se ajuda, um cenário político que traz desconfiança por parte de todos os seus entes, um judiciário partidário, uma parcela significativa da população implorando por intervenção militar... O Brasil torna-se um barril de pólvora!

O sogro de uma amiga que é militar aposentado tava me contando que tem recebido várias mensagens no sentido de estar de sobreaviso e pedindo pra quem estar com o porte de arma desatualizado que o atualize. O marido de outra amiga que é milico recebeu visita de um alto escalão no quartel e o cara avisou que após as olimpíadas algo grandioso vai acontecer nesse país. Semana passada Evo Morales falou em discurso público que o Brasil corre risco de um golpe e que as forças armadas bolivianas não irão permitir um golpe contra democracia nem no Brasil e nem em nenhum país da América latina. Tá feito... A sensação que eu tenho é que de fato tudo isso é só o começo de algo que tô com medo de como vai terminar. 

Acho que a situação é tão delicada que até se posicionar é um sacrifício. A nomeação de Lula como Ministro foi um erro e uma grande sambada na cara do povo brasileiro. Estar na outra ponta nem no meu pior pesadelo. Primeiro que não vou levantar bandeira junto de fundamentalista religioso e gente que entende que intervenção militar é solução pra qq coisa... Aliás, menos que isso, não ou favorável a um projeto neoliberal de sociedade, ponto. Não há menor chance de comprar esse barulho. O muro é um lugar que definitivamente não me cabe, nunca me coube... Aliás odeio essa gente do muro, odeio mesmo. A vida inteira dei minha cara pra bater, paguei de radical e na hora da benesse uma galera que não se posicionava e ganhava status de equilibrada se dava bem comigo.  Como bem disse Titia Monique quando passou pela fazenda: Que caiam os muros e todos que estão em cima dele! Não aceito muro. Ainda mais quando vc pensa numa sociedade opressora. Se silenciar diante da opressão é estar a favor do opressor.

Tenho lido alguns posto sobre Marina li até algo que ela ganhou vantagem na intenção de votos pra 2018. Com Aécio citado na lava jato e Lula tb, a galera começa a se virar para a "nova opção". A neutra, a ambientalista que na tragédia de Mariana não serviu nem pra dar uma entrevista pra Globo News... Enquanto PSDB e PT sangram Mariana malandra silencia. Tá furtiva, esperando todo mundo se matar nos jogos vorazes pra aparecer ilesa no final.

Dia desses vi algumas pessoas compartilhando um post da Mônica Iozzi que dizia não se sentir confortável em defender um governo que  cada vez mais infiel as suas bandeiras, claramente corrupto politiqueiro.. Muito menos se juntar a quem esquizofrenicamente vai pra rua pedir pra ter a democracia golpeada. Entendo Mônica e quem compartilhou, mas meu caso é ainda mais grave pq ainda menos me cabe o muro, a falsa superioridade do muro não  pertence a mim, nasci pra marcar posição.

Considerando tudo isso, no cenário político que se encontra hj, não me resta mais nada que não seja ser contra o golpe. Não, não sou um """petralha""", não acho que Lula deveria ser nomeado ministro e acho que Dilma deu um grande tiro no pé quando o fez e Moro no outro quando liberou o grampo. Não que houvesse algo de muito grave nestes grampos, mas ajudou a inflamar um população que já está pegando fogo. Me mantenho a favor da democracia e prefiro um falsa esquerda onde eu posso cobrar do que uma direita declarada.  Tô com muito medo do que vai acontecer com esse país após as Olimpíadas e imagino que em época de polarização provavelmente vc que chegou até aqui nesse texto já deve ter clareza de suas posições políticas, mas se por ventura algum bem aventurado não o tenha sugiro que comece a pensar nisso... É preciso se pensar o projeto de sociedade que vc  quer concorrer e buscar ser coerente a ele do contrário vai ser arrastado pela tsuname que virou a maré.


6.3.16

O mundo Sensacionalista!

Pensando numa escala nacional foi bem movimentada essa semana que passou, seguindo bastante o ritmo que minha vida tem seguido, acho que deve ter algo de muito doido acontecendo com os astros, preciso consultar o Foxx sobre este fato. 

A semana começou com as redações tendo como pauta apenas os enfadonhos 20 anos de morte dos mamonas assassinas, foi atropelada pela "prisão de Lula" e expulsão da primeira participante em 16 anos de BBB (morta por não estar acompanhando essa pérola). Todos esses elementos compondo um único cenário, gera em mim o exercício quase que involuntário de procurar uma linha entre tudo isso, (que sinceramente não foi nada difícil). O que tá mais que claro e ficou ainda mais essa semana, foi que tanto nós quanto as redações nos tornamos uma máquina "infreável" de sensacionalismo... O mundo tronou-se uma grande imprensa marrom.

 Hiper valorizamos uma bandinha mequetrefe que certamente teria caído no ostracismo se não tivessem morrido, assistimos a operação lava jato com ares de reality show, formando torcida e vibrando a cada movimento, fazemos boicote no peiperviu pq a nossa jogadora foi injustiçada pela globo (quem não é?)... A sensação que eu tenho é que quem está fazendo a pauta do mundo é a Sônia Abraão.



Vivemos na sociedade da informação, nunca soubemos tanto, de forma tão rápida e vertiginosa. Palmas pra gente! Do dia pra noite todo mundo descobriu (ainda que de forma meio torta) o que é um partido de direita e de esquerda, mas a bem da verdade é que junto com isso, o que tbm fica claro é que a informação sem educação geram verdadeiras deformidades. Somos educados para obediência e não pra reflexão, a maior crítica que uma criança pode receber é "que desobediente", falamos isso com ares de mágoa, num jogo passional e dramatizado que constrange a criança por não seguir nossos comandos em vez de tentar faze-la entender pq não deveria ter feito "A" ou "B".

Semana retrasada nasceu minha primeira sobrinha e daqui há alguns meses meu primeiro afilhado. Tanto minha prima quanto minha irmã optaram por fazer um quarto Montessoriano o que me deixou imensamente feliz. Pra quem não conhece, o quarto Montessoriano tem como proposta seguir as premissas da linha Montessoriana de educação, que visa sobretudo a autonomia. A cama da criança é um colchãozinho no chão, prateleiras e araras são colocadas na altura delas  e opções de roupa e brinquedo são colocadas numa quantidade em que ela não se atrapalhe e consiga fazer escolhas. 

Quero muito acreditar que meus descendentes vão ser melhor trabalhados do que nós fomos quanto a reflexão e sobre fazer escolhas. Os itens dispostos no guarda roupa vão crescendo junto com a maturidade da criança da mesma forma que as referências vão aumentando no mundo. É preciso educar para que seja autônomo, mas sobretudo para que consiga ter lucidez em meio a grande avalanche de informações que tornou-se o mundo. 

3.3.16

Bichas

Após ser compartilhado por Jean Willis e Luciana Genro o Web documentário "Bichas", caiu nas graças das redes sociais semana passada e eu adorei. Acho importante que o que essa galera está falando ecoe por aí e acho que avançamos nesse sentido. Há muito pouco tempo a sensação que eu tinha era que eu, Foxx e Cara Comum eramos as três únicas pessoas do planeta que enxergavam o que secretava esse debate anti afeminado que rolava por aí. Em todo post que fazíamos sobre o assunto vinha nego bater e diversas vezes recrutávamos uns aos outros pra comentar no post de alguém que abordava cagadamente o assunto. Na verdade, obviamente o assunto já era pauta de alguns espaços, mas a sensação que eu tenho é que hj tem uma galera trazendo pro mundo real. Antes a coisa tava muito no teórico.. lembro que Foxx dizia sempre que esse era um debate que engatinhava pq ninguém se quer identificava o preconceito presente nessas ações... Hj ele já anda, caindo bastante, mas anda.

Quanto ao documentário o único incomodo que eu tive é que ele faz parecer que este preconceito só acontece de fora pra dentro e que a bandeira do empoderamento é um norte no universo gay... E verdade seja dita a heteronormatividade impera em nosso clã e nada é mais misogino e homofóbico do que a heteronormatividade. Quer ver a "bicha" sofrer preconceito?? Abre o grind, tá lá, pra quem quiser refletir ver.

De reto, acho que vale ver sim! Meio longuinho, quase 40 minutos, mas vale a pena, reserve 45 minutos do seu dia pra ele, 03:30 pra pipoca de microondas e mais algum até abrir a página e servir a coca e se joga!

1.3.16

Pablo Vittar - Open Bar



Quem é ele? Não sei! Sós ei que amei tudo, o clip, a versão, o cavaquinho, as drag! Tudo Linda!

Amei!


29.2.16

Festar do Oscar... #tocostrangida


Nunca senti tanta vergonha por algo quanto ontem a noite, uma das melhores temporadas do cinema teve uma de suas festas mais constrangedoras. Em resposta as acusações de racismo a academia colocou o humorista negro Chris Rock como apresentador, fazendo assim uma enorme e colossal cagada.

Na tentativa de aguar a polêmica Rock debochou de assuntos sérios e fez várias piadas infelizes. Já começa o show dizendo que o racismo sempre esteve presente e que se reclamam hoje por não haver negros concorrendo com fotografia e não o faziam na década de 70 é por que naquela época haviam coisas mais serias para se preocupar. Acho uma graça dessas pessoas que adoram ficar comparando o ruim com o pior ainda é como se indiretamente ele me dissesse: Olha, para de reclamar pq vc come uma latinha de bosta por dia, antigamente comia-se um balde.

Que bom que houveram conquistas da década de 70 pra cá, nem por isso eu preciso estagnar, além disso acho que o comediante anda meio desinformado ou então se esqueceu da polêmica que apresentação de Beyonce gerou há poucos dias só pq fez referência ao movimento negro no super bow, sobre o fato de grupos vestidos com a roupa da KKK se reunirem em apoio a Donald Trump (que continua com o favoritismo para as eleições) ou que em 2014 um doido entrou numa igreja de negros e passou a metralhadora. É provável que o comediante, com a inocência de um eleitor do Bolsonaro, não consiga fazer um link direto entre a falta de reconhecimento por negros e a ideia de que alguns grupos nos vejam de forma tão inferior a ponto de sentirem-se a vontade para deliberar sobre nossas vidas. Ele se msotrou muito razo para "tão complexa" análise.

Num dado momento a presidente da acadêmia fez um discurso, esse sim sério, mas que foi na contramão da maneira "esquisita" que abordou o assunto.  Em sua fala ela convida as pessoas de irem além de se solidarizar a causa negra, mas fazerem algo de objetivo. Sinceramente se o conselho for acatado espero que a acadêmia não seja inspiração pra isso. A premiação foi mesclada a noite inteira com piadas de péssimo gosto. Rock entrevistou negros na rua perguntando se eles se sentiram discriminados por que nenhum negro concorreu ao Oscar e a maioria das pessoas que ele perguntavam se quer sabiam disso. Lançou mão de todo recurso pra dizer que não era nada tão sério assim. E aí fica uma coisa estranha, pq ao mesmo tempo que estou dizendo "arregacem as mangas e vá além da solidariedade" tbm estou dizendo "na verdade nem tem tanto motivo para se solidarizar assim". 

Hj de manhã dei uma lida nos sites e não vi grandes críticas, na verdade não vi nenhuma crítica, pelo jeito vai passar batido.

Quanto aos prêmios foi quase tudo normal, salvo o prêmio de melhor filme e canção original. Sam Smith que vinha com sua música pra 007 super criticada e ninguém nem entendeu pq concorreu, ganhou, deixando Lady Gaga pra trás. Ela por sua vez fez uma apresentação com sua canção que levou todos as lágrimas. A canção de Lady Gaga foi tema de um documentário que conta sobre pessoas que foram abusadas sexualmente. Gaga se emocionou na apresentação que no fim trouxe ao palco um coral com pessoas que superaram o abuso. Lindo demais e serviu pra clarificar ainda mais o disparate que foi entregar o prêmio a Sam Smith.

Spotligh leva de melhor filme, não foi exatamente uma surpresa, ele já tinha ganhado em outras premiações e é um bom filme, só não é mega.. Mas sinceramente nem me espanta. Raramente eu acerto o vencedor de "melhor filme", pq tenho a sensação que eles escolhem igual no bingo. única explicação pra filmes como Argos, O Artista, e Onde os Fracos Não Tem Vez terem ganhado nesta categoria em outros anos. Quem apreceu espantado foi Morgan Fremman, que anunciou de forma tão diferenciada que as pessoas meio que deram uma risada, parecia uma piada.. Sei lá.. Foi esquisito! COmo disse uma amiga, o melhor filme do ano não tem o melhor diretor, o melhor ator, o melhor roeiro, o melhor nada...




Algumas pessoas acharam excesso os prêmios para Mad Max, sinceramente achei um absurdo ter concorrido como 'melhor filme", por exemplo, pq o filme basicamente é gente correndo de um lado pro outro, mas mereceu todos os prêmios técnicos sim (inclusive merecia o de fotografia, embora o regresso tbm tenha uma fotografia incrível). É um filme visualmente lindo, as roupas sensacionais, os carros,  maquilagem.. Impecável. Eles usaram pouco efeito digital, levaram seis meses no deserto da Namíbia gravando, os carros foram montados pro filme. Muito bem cuidado quanto seus aspectos estéticos, só não tem roteiro.

Por fim valeu a pena tudo pra ter visto o que todos nós esperamos há anos, o reconhecimento de Leonardo Dicaprio. Discurso lindo (anti Tromp / Pró meio ambiente e minorias), ele classudo, academia aplaudindo de pé, Winslet sendo Rose e com os olhos cheio d'água pensando: Até que enfim ele tb conseguiu se livrar do fantasma do Titanic.

Enfim.. Só Dicaprio pra fazer esse festival de falta de noção ter valido a pena







28.2.16

Os Baphos do Oscar 2016



Quem acompanhou o Yag um dia sabe que o Gato tinha pauta certa todo início do ano... Oscar e BBB. Pois bem, já tem umas três edições que não vejo mais BBB, não que eu tenha passado pro outro lado da força e partilhado da crítica intelectualmente correta, mas 15 edições depois acho que o formato não consegue mais me prender.

O Oscar sim, este prende gloriosamente e esse ano não faltou foi situações postáveis, em vários momentos considerei vir aqui escrever sobre e acabava deixando pra lá... Hoje, dia da festa, resolvi tecer alguns comentários. Não vai rolar de fazer post por categoria como fazia todo ano, pq acumulei muita coisa, mas o que posso dizer sem medo de errar é que essa temporada está super valendo a pena ser maratonada. Fica a dica!

1º Sobre o racismo

O assunto foi pauta de tudo quanto é canto, de meme do FB a pauta de redações sérias. Afinal.. Seria o Oscar racista? Viola Davis foi perfeita quando disse que a coisa vai muito além do Oscar.. O mundo é racista, negros tem menos oportunidade e no cinema não é diferente. Se o cinema é a industria e o oscar a vitrine, naturalmente o racismo também respinga nele. Acho valido que se pressione que produções com mais profissionais negros (de frente ou de trás da câmeras) sejam valorizadas, mas verdade seja dita o problema não é novo e a situação foi munição pra uma briga de cachorros grandes.

A confusão começou mesmo quando o Netflix resolveu colocar sua primeira produção original em cinema, Beasts Of No Nation, para concorrer em premiações. O filme é fantástico, conta a história de um garotinho africano órfão que acaba sendo captado para atuar em milícias.. Como era de se esperar, quase todo elenco é negro. Beasts sofreu um enorme boicote pelas grandes redes de cinema por que o netflix liberou na sua plataforma junto com o lançamento nas salas (que é uma obrigação para que o filme concora nas premiações), ficando apenas em algumas salas de cinemas alternativos. Porém a grandiosidade da obra e principalmente a incrível atuação do badalado Idris Elba fez com que o filme concorresse em Bafta, Globo, Sag e etc.. Menos nos Oscar. Boicote rasgado! A partir daí abre-se uma guerra. Juntou-se esse acontecimento ao fato de que nenhum artista negro concorreu ao Oscar nesse ano e nem no ano passado e pronto, o Netflix tinha em mãos a munição que precisava. Não faltou memes dizendo "Se o Oscar não tem diversidade, ficamos com o netflix, onde não falta"... Junto disso uma proposta de boicote.

A situação teve que fazer a acadêmia se mexer, a presidente (que diga-se de passagem é negra) falou sobre renovar os vontantes a fim de gerar melhor representatividade das "minorias raciais". A repercussão influenciou claramente outras premiações, como o SAG, pro exemplo, que pras suas 10 categorias em que premia artistas, premiou 05 negros. Com uma tradição de quase 100 anos, o Oscar acreditou que poderia simplesmente passar por cima do novato Netflix sem parar pra perceber o tamanho do fenômeno que é esse dispositivo. Netflix se inseriu na cultura ocidental em menos de dez anos de forma vertiginosa e mudou a forma das pessoas assistirem TV, é conectado com as redes sociais, faz campanhas que ganha pra si a massa e sobretudo a juventude. 

No fundo eu acho que o Oscar deveria rever não seus votantes, mas as regras do jogo, as exigências que faz para que os filmes concorram e deveria começar a considerar que o modelo netflix já gera filhos.. Já temos similares para documentários e a HBO já falou da intenção de lançar uma plataforma nos mesmos moldes.  Tentar boicotar o modelo é tentar esconder um elefante com um lençol. 

2º Sobre a Panelinha

Nesse ano alguns atores apareceram "n" vezes nas obras que estavam concorrendo. É o caso por exemplo de Alicia Vinkander que é o robô de ex-maquina e a esposa da garota dinamarquesa. Não bastasse estar em duas obras Oscaveis seu marido Michael Fassbander, tb concorre pelo enfadonho Steve Jobs. Dificilmente ela leva de Kate hoje, mas super estava torcendo, a "new face" do Oscar merecia ser prestigiada pelas duas obras.

Quem tbm estava em todas é o seu parceiro de filme Domhanall Gleeson, que faz o personagem principal de ex maquina, está no elenco de Star Wars, é o italiano que Saoirse Roonan se apaixona em Brooklin e o capitão da expedição do Dicaprio em "O Regresso".  Como disse um amigo, é importante destacar que nas quatro obras, ele se fode!

Falando no regresso Tom Hardy é o antagonista do filme e concorre como melhor ator coadjuvante por ele, mas também foi o protagonista masculino de Mad Max, onde não concorreu, mas foi aprte fundamental da história.

3º Sobre a nova onda em cartazes

Sei lá se mais alguém reparou ou comentou sobre isso, mas só que eu tenha me ligado pelo menos três filmes estão com fotos de cartazes de praticamente a última cena do filme, achei uma tendência estranha. Em Brooklin a imagem da Saorise encostada no murinho é exatamente do último take do filme. Em Joy, Jennifer Lawrence só está com aquele cabelo curto nos cinco minutos finais, único momento que neva, como aparece na capa. Por fim, a roupinha de Jack com seu capuz de guaxinim tbm é o último figurino que o ator usa no filme. Sei lá.. Achei estranho!

Encerro aqui a transmissão, gostaria de comentar mais dos filmes, mas fica pra uma próxima... Vou por uma lista aki com minhas apostas e torcida. Vamos ver o resultado.

Melhor filmes:

Minha Aposta - A Grande Aposta (Com fortes chances de Spotlight e O Regresso)
Minha Torcida - A grande Aposta 

Melhor Diretor:

Minha Aposta - Adam McKay/A Grande Aposta (com as mesmas fortes chances de filme)
Minha Torcida - Adam McKay/A Grande Aposta

Melhor Ator:

Minha Aposta - Leonardo Dicaprio/ O Regresso
Minha Torcida - Eddie Redmayne/Garota Dinamarquesa (Bem dividido na torcida, Leozinho tão injustiçado todos esses anos, tadinho... Merece)

Melhor Atriz:

Minha Aposta - Brie Larson/ O quarto de Jack
Minha Torcida - Brie Larson/ O quarto de Jack

Melhor Ator Coadjuvante

Minha Aposta - Stallone/ Creed (com fortes chances Mark Rylance de Pontes Espiões)
Minha Torcida - Christian Bale /A Grande Aposta

Melhor Atriz Coadjuvante

Minha Aposta - Kate Winslet/Steve Jobs 
Minha Torcida - Alicia Vinkander (A Garota Dinamarquesa)

Melhor Roteiro Original

Minha Aposta - Spotlight (Com fortes chances para Straight outta Compton em resposta as acusações de racismo)
Minha Torcida- Ex Machina - Instinto Artificial

Melhor Roteiro Adaptado - 
Minha Aposta - O Quarto de Jack
Minha Torcida - O Quarto de Jack 

Nas categorias técnicas em quase todas aposto em Mad Max e torço tbm.. O figurino é um absurdo, os cenários, as cenas, é um filme absolutamente estético.

Enfim, agora é pegar o balde de pipoca e aguardar cenas dos próximos capítulos. 



Um recomeço?

Meu blog acabou, seria uma inocência dizer que aconteceu em 2015, ele já vinha capengando desde 2013, 2014 capengou legal e depois acabou. Parte dos meus últimos posts estava em torno de falar sobre minhas tentativas de recuperar o folego, sem muito sucesso sempre.

Vi vários blogs acabar nos cinco anos em que me mantive ativo, volta e meia em torno do discurso da falta de tempo. nunca acreditei muito nisso (embora hj viva um momento total de falta de tempo), entendo que dinheiro e tempo são dois recursos que todo mundo tem e ninguém tem, vc opta por investi-los em alguma coisa ou outra. Dizer que não tenho tempo pra blog é indiretamente dizer que não tenho tempo para elaboração da minha subjetividade e isso é uma grande mentira, sempre há tempo para elaboração, vc pode mudar a maneira de faze-la, mas tempo pra isso, óbvio que existe. Sempre achei um pouco de traição com o espaço, abrir mão dele quando sente-se bem.. Tbm vi isso muitas vezes, aquelas pessoas que vivem, por exemplo, uma eterna sofrência por serem solteiras e opa... No momento que arrumam um namorado simplesmente param de teclar. Aliás as pessoas ficam muito mais desinteressantes quando se relacionam exatamente pelo tanto que se afastam dos nortes que formam sua identidade em prol de tornar-se parte do outro.

Vc deve tá se perguntando, pq parou então???  Não sei racionalizar essa resposta, mas posso dizer que não era mais orgânico, era forçado, virou uma obrigação e não um lazer.. Não existe elaboração forçada. 

Fato é que estou num momento da minha vida que tem sido um grande vortex, péssimas notícias, que se misturam com boas notícias e que se misturam com instabilidade, expectativas... Um período em que eu acordo, resolvo pendências, boto minha cabeça no travesseiro e por vezes prefiro não pensar, ou não tenho tempo pra pensar, ou simplesmente não penso.

Acho que preciso do Yag, acho que preciso voltar a me reencontrar, me rever... Sinto falta de falar de mim e de bobagens tbm.. Sei lá.. Do snapchat, do oscar 2016, das últimas novidades do mundo pop, dos gostosos da vez, da série bafo... Preciso voltar a olhar pra tudo isso que é parte de mim de novo e arrumar algumas coisas... Preciso de Yag!

18.12.14

Melhores Filmes de 2014

Daí que, como disse em dois posts atrás, este ano bati recorde acompanhando as principais tendências da sétima arte... Vi muito filme acredito que a maioria deste ano mesmo. Em geral os melhores filmes do ano eu vejo mesmo no ano seguinte, quando começo a maratona do oscar e os bons filmes começam a ficar disponíveis para download, mas farei aqui um top 10 dos melhores filmes de 2014 vistos em 2014.

Antes de começar devo apenas dizer que foi muito difícil deixar filmes como Malévola ou Ninfomaníaca (pq sim, caminho de Jolie a Lars Vontrie numa boa), mas como vi bastante, muita coisa boa teve de ficar fora!!!

Foram 34 filmes e a lista ficou assim:

10º Lugar -  Jogos Vorazes - A Esperança Parte I

Não faltou gente dizendo que o dois foi melhor, e normalmente é assim mesmo, da uma caída na parte I pra II vir apoteótica. Eu confesso que gostei e nem concordo que caiu. Distopia tá em alta, outras franquias como "Divergentes" e "O Doador de Memórias", tentaram sem tanto exito. A saga vai além do formato batido de um ditador opressor versos um povo oprimido, quando coloca a maneira que os sentimentos Katniss são usados para defender um grupo ou outro. Muito Bom!!!



9º Lugar - X-Men: Dias de um futuro esquecido.

Sou suspeito a  falar por que AMO a saga X-Men, achei que a temática ia ser meio ouver, essa coisa toda de viajar no tempo e tals... Foi muito bom, não chega a superar o "Primeira Classe"  pq isso realmente seria muito difícil, mas mandou super bem. Gosto muito do desdobramento do fim da mística e do ponto que a história se finda. Super bem amarrado!!!



8º Lugar - Hoje Eu quero Voltar Sozinho

Não da pra ser mais fofo, mais delicado, mais querido. Eu que vi o curta no you tube quando estorou, que torci pra ir mesmo pra telona quando o boato rolou, que já tinha desistido, fui positivamente surpreendido com uma história cheia da doçura que tá cada vez mais difícil ver por ai. Atuações convincentes e uma delicadeza prosaica vai na contramão da atmosfera densa comum tanto nos filmes que tratam deficiência como nos que tratam homossexualidade. Um filme doce contra todas as evidências!



7º  A Teoria de Tudo - O filme concorre a vários globos e é figura certa de Oscar. As atuações são absurdas e a história super-emocionante. Não sei se Hollywood coloriu o quadro (provavelmente o fez), mas as coisas são mostradas de uma forma tão generosa que da vontade ir a Inglaterra e caçar a família toda pra poder abraçar!



6º Para Sempre Alice - Mais um filme que aborda doença crônica/deficiência e nesse caso, na minha opinião a pior de todas. Com cinquenta e poucos anos e no auge de sua vida produtiva a personagem principal se vê com uma versão precoce de Alzheimer. É comovente assistir alguém tentando lidar com a perda da lucidez, Na história Alice tem três filhos que precisam lidar com a situação, além do marido. O filme te envolve de uma tal forma que você, torna-se o quarto filho e também quer o melhor para Alice. Dizem que será o primeiro Oscar de Julien Moore, se realmente for (apesar de não ter visto todas as concorrentes) devo dizer que foi merecido!



5º Camp X - Ray -  Kristen Stewart tem um longo caminho para apagar o borrão que a Bella Swan trouxe para sua imagem enquanto atriz, mas algo me diz que a garota vai longe. Não vou negar que expressão facial não é seu forte, mas ela tem sabido escolher papeis em que isso seja um benefício. Aqui, na pele da soldado de Guantánamo que vive num ambiente totalmente machista, precisa demostrar emoções de forma contida e ela bate um bolão neste lugar. O filme não teve muita repercussão, mas confesso que a história me emocionou muitíssimo e achei de fato um dos melhores filmes de 2014.



4º Boyhood - Da Infância da Juventude

Há quem diga que o Oscar 2015 de melhor filme já é dele. O autor teve uma ideia simples e ousada. Gravar o um filme em 12 anos. O personagem principal começa com 06 e termina com 18. Em 12 anos eles gravavam cenas pelo período de aproximadamente 04 dias... Ver os atores envelhecendo na tela é uma sensação muito esquisita. Outra coisa bacana é a historia central do filme, que na verdade não existe, ou melhor.. A história central é a vida comum, pega-se 12 anos da vida de uma família, que poderia ser a minha história, a sua história, a história do seu vizinho e prova-se que o maior roteiro de todos é a vida.



3º Guardiões da Galáxia

Vi o trailer e disse que me negava a ver um filme com uma árvore, e um guaxinim de heróis e mordi a língua. Um dos melhores filmes de herói que vi na vida. Ele tem fotografia, tem trilha, tem humor, tem aventura, tem todos os componentes de uma história épica e muito dos excelentes efeitos que a Marvel não economiza. O roteiro é super bem amarrado e tudo, pelo incrível que pareça, faz um enorme sentido.



2º Tim Maia

O filme tem o humor do nego, o sow do nego, o charme do nego, as cores do nego,  o swing do nego.. É uma delicia!! A narrativa tem muito do personagem, é difícil até de explicar, só vendo pra poder entender, mas assim.. Nunca vi um filme com tanta identidade somado isso com o fato de vc sair cantarolando do cinema temos um grande sucesso de saldo.



1º Uma Viagem Extraordinária 

Do mesmo diretor de Amelie Pulan, essa obra de arte quase não teve repercussão, mas vai pro hall dos melhores filmes que vi na vida.. Mega bem cuidado, da fotografia aos créditos. Atuações marcantes numa história fofa com uma pinta de lúdica. Acho uma falha medonha Amelie nunca ter concorrido a nada e será outra falha não dar os devidos créditos a "Uma Viagem Extraordinária" 




12.12.14

Delícias da Vida a dois XXVI - Na madruga boladona


Daí que dia desses comecei assistir "A Teoria de Tudo" que conta a história de Stephen Halking, cientista que ainda jovem descobriu ter uma esclerose lateral amiotrófica, doença degenerativa que paralisa os músculos do corpo. Fiquei muito mexido com a trama por que  mostra a relação dele com a esposa e  a maneira com que eles quebraram diversos tabus no universo da deficiência no que tange sexualidade, família, mercado de trabalho e o escambau, mas no entanto ficaram atolados no modelo monogâmico de relação fazendo com que esta mulher ficasse assombradas com desejos óbvios por anos e criando desconfortos desnecessários. Se eles tentassem quebrar mais um ou dois tabus sobre as diversas possibilidades de família muita coisa se resolvia. 

Com este pensamento vou para cama dormir por volta das duas da manhã.. Calopsita já dormia, mas quando deitei deu um gurnido e me abraçou... Foi minha deixa:

Gato - Mo
Calopsita - Hum
Gato - Tava pensando que se um dia eu ficar por algum motivo deficiente a ponto de perder minha identidade ou parte dela, naturalmente acho que o mais correto era que fosse cuidado por você, mas não acho que deve abrir mão de tudo na vida em função dos meus cuidados, afinal já abriria tanto. Eu entenderia e apoiaria que vc tivesse outras relações mesmo cuidando de mim!
Calopsita - Que conversa é essa gato???
Gato - É que eu vi o filme agora, do Stephen Halking fiquei pensando muito nisso, sabe??
Calopsita - Você fica vendo esses filmes ai pra vir com essas conversas malucas!
Gato - Mas amor, acho importante falar por que...
Calopsita - Gato.. Pelo amor de Deus.. São 02:00 da manhã..  Não é importante falar nada, é importante dormir...
Gato - hummmmm....




11.12.14

Reencontro



2014 foi um bom ano, ok to terminando meio fudido, perdi o emprego que dava 2/3 da minha renda e to aqui esperando ser chamado novamente (fortes possibilidades), fecho o ano sem dívidas apesar da conta no vermelho. A questão é que salvo situações muito extremadas não da pra vincular dinheiro a felicidade de forma muito direta, por que se não a felicidade fica realmente muito fragilizada. Devo dizer que inclusive, mesmo profissionalmente, foi um ano em que estive em enfrentamentos importantes e  bons reconhecimentos, me sinto mais maduro enquanto profissional, muito melhor do que quando tudo isso começou.

Nesse ano sai da quitinete e vim pra uma casa maior, arrisquei, comprei meus móveis, minhas coisas, consegui estabelecer uma rotina mais de família entre eu e meu marido, pude receber melhor minhas visitas.

No início desse (quase meio) li em algum lugar uma pesquisa que dizia que pessoas solteiras frequentam "x" vezes mais restaurantes que as casadas.. Bem como ler "y" livros a mais, "vai "n" vezes mais ao cinema e teatro... Acho natural. Antes de estar casado, na minha lógica de solteiro sempre pensei que quando pintava uma coisa legal deixava rolar por que não tinha o que perder. Hoje enxergo que tem sim, em maior ou menor escala a gente abre mão um pouco de si mesmo pra ser um pouco do outro quando se casa... Precisa valer a pena!

Refletindo sobre isso tudo tentei diminuir um pouco desse prejuízo, tanto pra mim quanto pro calopsita.. Dessa maneira foi um ano em que vi muitos filmes, li livros como não lia há tempo, vi séries, me reencontrei comigo mesmo. Tava tentando fazer um top 10 dos melhores filmes de 2014 e fui contar... Esse ano assisti  34 filmes do ano de 2014, fora de outros anos... Achei um bom número, vários desses no cinema!!!

No fim do ano junto com uns amigos (alguns blogueiros inclusive) montamos um grupo no whatsapp chamado "sou e curto afeminados" com intenção de ser um espaço de fortalecimento de uma postura mais generosa entre nossos pares gays. Parece bobo, mas sempre curti tanto conhecer pessoas pela internet, fazer novos amigos, as tecnologias e possibilidades avançaram nesse sentido e as vezes estar casado é ficar numa ilha onde as coisas acontecem e você só assiste. Não precisa ser assim, aliás acho que é exatamente não sendo assim que a gente tira o casamento do lugar de fardo que tanta gente pendura.

2014 foi um ano que encontro comigo mesmo, com meus objetivos, com o que queria pra mim quando tivesse 30 anos, acho que fui alguém melhor e espero continuar nesse mesmo caminho!

14.10.14

Smart TV



Sabe essa coisa das propagandas de TV a cabo que sempre vem com um slogan cliche do tipo "vai revolucionar sua forma de ver TV'??? Nunca me revolucionou porra nenhuma....Ok, dou a mão a palmatoria que a opção do penvr da claro TV se incorporou bem em minha rotina e passei a ver muita coisa gravada depois dele, mas pensnado na ideia de revolução não da pra comparar com a smart TV.

Acho que ela realmente inaugura uma nova era de interatividade,  me parece a experiência mais bem sucedida em linkar TV e internet feita até então. Até sua existência a TV se utilizava de umas estratégias bem toscas pra perseguir incorporar a internet na sua atuação. "Entrevista com não sei quem no site", "a personagem da novela x tem, um diário que coloca na internet", "Os BBBs escrevem seu humor pra página do BBB".. Enfim.. Tudo uma bobajada que nunca atraiu muita gente.... Hoje entendo que algo mudou. Os trending topics do Twitter, por exemplo, viraram uma ambição tal qual o IBOPE, que não só ajuda a medir quanta gente tá vendo como leva muita gente pra ver. Na era da informação, não basta conhecer, é preciso conhecer e comentar sobre, em tempo real.

Sou um bom exemplo disso...  Poucos são os programas que assisto em tempo real, mesmo pq não tenho mais paciência pra intervalo, daí duas coisas vão me motivar a isso: Ou é a ansiedade de ver algo que to muito vidrado, ou o desejo de comentar a programação, sentimento muito presente nas premiações, por exemplo. Os fabricantes da Smart sacando a tendencia criaram, o aplicativo "social TV", em que vc coloca a hastag e ela fica passando do lado da tela com o comentário da galera no twitter sobre a programação. ... Bela sacada!!

Hj sento na frente da TV pra ver em seis possibilidades:

1 - Filme baixado na net (que pela smart em HD é ótimo)
2 - NetFlix 
3 - globo.com
4- Gravado no Penvr
5 - Pela Emissora
6- You tube

Confesso que os dois últimos estão sendo cada vez mais incomuns. Daí que pago R$ 9,90 pela globo.com e R$16,00 pelo netflix e telecine/HBO que se foda... Não me faz a mínima falta, não me lembro a última vez na minha vida que vi um filme pela televisão. Acho até cafona algo do tipo "deixa eu correr que hj vai passar um filme maneiro no supercine"... 

Jamais assinaria Netflix se não fosse pela smart TV, via filme no PC por necessidade, pra ver lançamentos e tals.. Mas não ficaria vendo séries e filmes que não fossem lançamentos pelo netflix, seria um dinheiro mal empregado. Fiz minha pazes com o cinema depois da Smart, passei a ver filmes como antes, tenho acompanhado séries, várias coisas que já nem fazia mais com tanto afinco. 

Dia desses li em algum lugar que o programa do Adnet teria segunda temporada pq embora a audiência fosse baixa, foi o programa mais cessado pela globo.com, achei super-bacana a sacada de terem considerado esse fato, eu mesmo adorei o programa, mas só vi na globo.com. Tenho visto muito pouca coisa na globo, novela mal sei qual está passando, o pouco que vejo  o faço pela globo.com na smart TV. Assisti por exemplo a minissérie "O Rebu", praticamente todos os episódios pelo site (mesmo pq ela passava bem tarde)... Agora to vendo o Dupla Identidade (recomendou, muito bom em tudo.. roteiro bem amarrado, fotografia linda, atuações bem legais, trilha fantástica), até agora foram quatro episódios, vi todos eles pela globo.com. O fantástico eu sempre vejo no dia seguinte por lá tmb, não inteiro, escolho as reportagens que quero ver...

Enfim, adorei a aquisição, o produto é fantástico, acho que os caras talvez estejam começando a despertar pro fato de que, melhor que fazer mil firulas pra gerar interação entre internet e TV é dispor a programação de forma confortável pro expectador. Se a globo.com vende sua programação na internet com a facilidade que tem o template da netflix os caras podem cobrar bem mais e não vai faltar é assinante.

Ru paul, Modern Family, o rebu, dupla identidade, gotham, porta dos fundos, mais uma caralheira de filme ganharam um expectador a mais pela aquela que realmente proporciona uma revolução na sua maneira de ver televisão, a Smart TV.


13.10.14

Academia de Drags

Voltei, Brasil!!
Mentira, parei de me forçar a escrever.. Quando for pra vir que seja naturalmente, meu blog vai continuar aberto e sendo uma possibilidade de catarse se necessário for!!

Pois bem... O que trouxe aqui hoje foi o episódio de estreia do "Academia de Drags", o reality show que foi idealizado e apresentado por Silvetty Montilla num canal do you tube. Pelo que entendi toda segunda feira será lançado um episódio de aproximadamente 25 minutos até o final do programa.

O programa segue o modelo de RuPaul's Drag Race, aqui oito drags disputam em provas de habilidades diversas para ganhar o premio de uma viagem internacional, uma peruca e um Show na Blue Space. 

Assim, minha gente.. O programa até contou com convidados de peso em sua estreia como Alexandre Herchcovitch, a Silvetty parece ter muito boa vontade, mas tá faltando é um patrocinadorzinho mesmo, pra ser menos caseiro, né???? Muito pobrinho, tudo.. A edição, a produção, o cenário.. Tudo, tudo, tudo.. Conheço gente que com celular faria com mais bom gosto!!

 No que tange ao glamour da Ru Paul a Silvetty não chega nem nos pés, mas tmb entendo que nem é essa a intenção do trabalho dela, acho que ele se direciona de uma outra forma. Além disso compreendo que reproduzir o formato RuPaul é importante sobretudo para fortalecimento da cultura gay enquanto identidade, ação em que a Ru é perita e que a Silvetty com toda sua experiência vai dar conta... Não é um reality para achincalhar, nem humilhar ninguém.. Muito pelo contrário, ele tem uma mensagem de dizer que somos lindos em nossa exuberância... Mama Ru incorpora com naturalidade a acidez peculiar do meio gay, as disputas peculiares e mais uma série de coisa que muitas vezes tomam um tom pejorativo, mas aqui eles se tornam naturais e postas de forma que vc entende que todas as características são apenas parte de um grande todo que precisamos aprender lidar.

Vou continuar assistindo, assinar o canal e o escambau, pq quero que seja comentário e que seja sucesso para quem sabe amanha ou depois ganhar espaço na TV com a produção que a iniciativa merece. 

Assista vc tmb:

19.8.14

Uma Fria

Todo mundo já deve ter visto ai uma meia duzia de celebridades tomando baldada de água fria de ontem pra hj... Pois bem, se vc não sabe o porque ou não está ligado no assunto o gato esclarece...

O desafio do Balde de Gelo é uma brincadeira que começou nos EUA através da ALS que seria uma associação que trabalha no tratamento de Esclerose Lateral Amiotrófica (ou ALS, na sigla em inglês), doença degenerativa que ataca as células do sistema nervoso central responsáveis pelos movimentos voluntários dos músculos. Daí a ideia é: Ou vc doa cem dólares para instituição ou toma um balde de gelo.. Na verdade a intenção é botar celebridade pra tomar banho e ai divulgar a necessidade da atenção para esse nicho. Ao tomar o balde de gelo a celebridade desafia mais três pra brincadeira que em 24 horas devem responder ao desafio e dessa maneira a parada virou mais um viral da internet. Reza a lenda que lá nos EUA a associação que desenvolve o trabalho já arrecadou 15 milhões, aqui no Brasil as pessoas estão pedindo doações para ABRELA e o IPG que trabalham com essa doença. Então várias celebridades brasileiras estão aderindo, sendo solidárias e mostrando pra gente como é a vida sem o recurso do cabelo bem feito e da maquilagem.

Justin Bieber, Lady Gaga, Demi Lovato, Justin Timberlake foram alguns dos internacionais que aderiram.. Em solo tupiniquim contamos coma colaboração de Ivete Sangalo, Luciano Hulk (é claro), Neymar, Angélica, Fátima Bernardes e Ana Maria Braga... Os vídeos em geral não passam de 16 segundos, mas os meus favoritos são nos programas ao vivo, com as apresentadoras acabando com o programa desesperadas.. Pq, né??? Como não correr para o fim diante deste quadro?

Beijos, Ana!

Eu to querendo mais.. Não vejo a hora do povo do TV Fama aderindo.. Quero Inês Brasil no desafio do balde de gelo, quero Gretchen, quero Angela Bismark, Geyse Arruda e toda essa gente que amo....

Penso que a intenção do criador é nobre, oportuniza que as pessoas façam solidariedade autoanunciada, uma modalidade que vai direto na fragilidade egoica do meio artístico.. Eles aderem.. E o pessoal com esclerose lateral agradece.

Vou compartilhar aqui alguns vídeos que merecem algumas observações:

O Jogador Marcelo que não é nenhum príncipe, mas arrumou um escravo lascivo de cueca para jogar o balde nele.


Justin Bieber que ta cada dia sendo o homem mais gostoso do mundo, mesmo com toda sua escrotidão, de camiseta branca...


E depois, não satisfeito, Justin Bieber convida as fãs.. sem camisa


Cristiano exibicionista Ronaldo com sua micro sunga e câmera de 1 megapixel


Por fim, Lady Gaga que sempre dispensa qq comentário....





12.8.14

Uma tragédia anunciada....

O gato disse, o gato avisou...

Em um dos meus diversos posts sobre a praia virgem (local de pegação GLS da minha cidade) comentei sobre o fato da praia não ser friendly gay como era sugerido em alguns lugares na internet... Postei o seguinte:



E daí que no início do mês passado a pequena Rio das Ostras foi acometida por um escândalo quando uma cabeça decapitada foi encontrada numa sacola plástica na frente de uma escola infantil... Havia-se boatos de que pudesse ser o cara que teria abusado sexualmente de uma menina de 11 anos estudante desta mesma escola. Aproximadamente três dias depois o corpo foi encontrada na famigerada praia virgem... E tá ai a imagem do nosso esquartejamento friendly:



Eu sei que a imagem é de extremo mal gosto e você não queria ter de ver isso, mas se faz necessária pra contextualizar minha fala. Se observarem o local cheio de preservativo vão ver que é algo como alguma das clareiras que vc encontra nas fotos que publiquei no primeiro post em que explico como chegar na praia:


Reza a lenda que a vítima era um de um militar reformado da marinha nos seus sessenta e poucos anos e que em alguns lugares diziam que ele saia com prostitutas de 13 e 14 anos e em outros que ele saia com garotos na própria praia virgem.. A bem da verdade é que nessa altura dos acontecimentos já não da mais pra poder definir o que é fato e o que é boato. Todavia o "x" da questão (pelo menos pra mim) é  a quantidade de camisinha em volta do corpo mostra o quão frequentado era o local em que estava. 

Há de se abrir mão da hipocrisia e se compreender que aquela é uma área de transito, em especial de gays em busca de pegação mesmo e que essas pessoas não tem que estar expostas a esse risco. Como evitar?? Marginalizando o comportamento homossexual e transferindo para o individuo a responsabilidade pela segurança pública??? Ora senhores, estou falando de um espaço no coração do município frequentado por munícipes por tanto que seja seguro para estes. 

Legitimar esse espaço como uma área de convivência homossexual é uma alternativa.. Uma guarita da guarda municipal, uma polícia bem treinada, banheiros químicos, fiscalização, incentivo para  que comerciantes de renda alternativa atuem e uma melhoria na iluminação já seria um grande passo para tornar a praia um lugar saudável de convivência e até quem sabe, um ponto turístico do público gay. Sem contar que as questões ambientais em torno desse monte de plástico no chão poderia ser mais vista de perto, poderia ser um espaço privilegiado para politicas públicas de prevenção a DST e de investimento no potencial turístico gay como já disse acima.

Nesse caso devo reconhecer que não da pra por só a culpa no poder público, falta movimento da comunidade LGBT, falta o grupo "Cores da Vida" responsável pela parada de RDO ir além da parada.. Falta nós entendermos que ninguém vai lutar por direitos que são nossos enquanto a gente passa a vida preocupado em discriminar uns aos outros. 

Me assusta absurdamente esse corpo ter sido encontrado nesse lugar, isso é a prova cabal de que mesmo em 2014 com beijo gay na novela das oito e personagens homossexuais coroando atores com Oscar não saímos da marginalidade.A onda agora é buscar um padrão moral para se encaixar a homossexualidade, desviando o problema da qualidade (pênis ou vaginas envolvidos no processo), para quantidade (em quantas picas vc pode pegar pra merecer ser respeitado?), mas mantendo a vivência sexual experiênciada na cultura gay num sub lugar.

Dia desses estava conversando com um amigo psicólogo que falava sobre seu desejo de fazer algum projeto social voltado a este público aqui no município... Na mesma semana tmb conversei com um amigo que era o dono da única boate GLS, que fechou.. O amigo da Boate dizia que seu único problema era encontrar um imóvel, o amigo psicólogo dizia que seu único problema era espaço... Escreve ai.. Até o fim do ano mexo meus pauzinhos e alguma coisa vai acontecer. Entendo que a ação se faz necessária e enxergo que tmb devo fazer minha parte pq naturalmente a culpa está no poder público, na falta de ação do Cores da Vida, na comunidade LGBT em mim e em você.

“É um mundo perigoso, então todos nós procuramos por proteção. E, independente de encontrá-la nos braços de nossas mães ou na ponta de uma faca, no beijo do amor de nossas vidas ou no cano de um revólver, nós fazemos o que tem de ser feito para nos sentirmos seguros. Porque nós sabemos, que em algum lugar, há aqueles que nos farão mal.”

Desperate Housewifes - Bree Van de Kamp

1.8.14

Babada???

Eu tive alguns sex simbols de minha juventude, muitos deles "celebridades" da internet, a maior delas sem duvidas era o carioca que gravou esse vídeo que foi hit quando surgiu, hj ele deve ter 90 anos...



O jeito que dança, que agarra na pica, a cara de safado... Sem dúvida ele ocupou o ápice dos meus desejos na década de 2000... Depois dele vi outros vídeos de garotos mui sensuais dançando funk, mas nada que nem de longe se comparava, até que meu marido me apresenta.... Isso:



Meu cu coração se acendeu novamente.. Marido disse que ele era gay, estudava na UFMG e quer ser famoso.. Bateu uma preguicinha, pq 30 segundos de conversa com uma bicha narcisista começo a pensar que tem 10 dia que não lavo meu banheiro, mas não da pra negar os dotes do gajo e ai resolvi ver mais uma vezinha olhando a carinha gostosa dele... Pra que, né, gente:?? Tinha que era ficar mirando do umbigo pra baixo e da coxa pra cima... Se ele é camarão?? Jamais.. Mas a pessoa que cresceu vendo show da Xuxa inspira sua sexualidade na diva erê com dente de coelhinha...

Pq todo mundo que teve infância na década de 80 tem uma paquita erótica dentro de si...


Não to querendo fazer a bicha má e nem a despeitada, claro que se ele me desse mole na noite eu ia ao banheiro ajoelhar e agradecer a Deus, mas sabe?? Não da pra substituir meu muso do desejo por alguém que acha que dentro do pacote sensualidade está a cara do Simon do "Alvin e o Esquilos".. Sinceramente desapontou.... Só isso e nada mais!




27.7.14

RuPaul's Drag Race



E foi cinco anos depois da estreia de RuPal's Drag Race na TV que o gato foi assistir uma temporada inteira pela primeira vez (viva ao netflix). A bem da verdade que normalmente eu não curto muito ver Reality Shows gringos, salvando pouquíssimas exceções (tipo o x-factor). Em geral acho que as questões culturais acabam fazendo o reality menos reality do que já não é mesmo. Porém , no caso de RuPal eu tinha uma certa curiosidade e resolvi pagar pra ver, assistindo a quinta temporada e sinceramente, não me arrependi.

Pra começar nossa conversa vou falar um pouco do aspecto socipoliticoideologicoetcetal na perspectiva da pauta gay.. Aliás.. Mais do que da perspectiva da pauta gay, eu diria que da perspectiva da pauta humanitária. O reality mostra um grupo de rapazes que atuam como Drag Queens, estamos falando aqui do epicentro do gueto homossexual. Quando o cara da UOL faz questão de te dizer que não é do meio, ele está renegando o que RuPaul exalta. As maquiagens caricatas, os vestidos repletos de brilhos e as perucas extravagantes formam personagens que são cicerones de um universo marginalizado, RuPaul mostra o que há por traz de tudo isso... Praticamente todos os participantes carregam consigo historias de abandono, discriminação e muito preconceito. As intrigas que são tão vinculadas ao gueto aparecem de forma clara, porém não podemos esquecer que intrigas em disputas são o carro chefe de qualquer reality show ou, pq não dizer, de qualquer conglomerado humano. RulPaul brinca com esse traço e estimula que de forma quase que lúdica os participantes em tarefas treinem a acidez do seu humor falando umas das outras, dela mesma, e dos jurados. As mesmas que brigam são as mesmas que se abração e se apoiam quando alguma delas desmorona.. E elas desmoronam.. RulPaul mostra com muita clareza o quão cinza é o conteúdo que se converte em arco-íris. De forma muito delicada Ru repete bordões que exaltam a cultura gay e estimulam o amor próprio, ela e seus jurados conseguem mesclar a acidez do meio gay a generosidade que a gente precisa aprender a alcançar no trato com nossos semelhantes. A preocupação com os padrões de beleza são tmb minimizados e reduzidos a zero... Gordinhos, beeem gordos, magrelos, esquisitos com traços marcantes.... Pessoas absolutamente fora dos padrões de beleza  que viram verdadeiras divas quando sobem no palco, aquilo que é esquisito lá fora, lá dentro vira um solo fértil para grandes transformações. 

No que tange ao programa em si, é absolutamente excitante. Semanalmente as participantes passam por provas e uma delas é eliminada. Já parou pra pensar quantos talentos são avaliados numa Drag Queen?? É preciso ser um artista completo... Cantar, dublar, dançar, atuar,imitar,  fazer humor, costurar, maquiar... Daí que a excelente cantora pode ser péssima humorista, ou a que dança muito bem não seja uma eximia maquiadora.. As provas envolvem sempre alguns desses aspectos e ai é preciso destacar-se no que se faz bem e saber dar o truque no que não se sabe fazer. Confesso que foi o primeiro Reality Show em que aspectos técnicos são avaliados e as historias pessoais dos participantes contaram pra minha torcida, mas ali é bem complicado não tocar, criatura e criador se envolvem numa história quase que única, são alter egos que nascem da dor do seu criador. Também foi o primeiro reality que eu fiquei migrando de favoritismo várias vezes e estava confuso no final da história. A falta de previsibilidade e os novos sentimentos que trouxeram pra mim, um veterano fã de reality show, me faz pensar o quão bom é de fato este produto, pq realmente pouca coisa me toca hoje como o BBB1 ou a Casa I me tocou um dia... 15 anos depois, Rul Paul Me proporcionou isso... Imagina se tivesse acompanhando semanalmente pela TV.

Então Senhores, misturem bom gosto, com originalidade, com compromisso social, com diversidade, com castings fantásticos e muitas cores.. Pronto.. Chegamos na RuPaul... Em pouco tempo vejo as outras temporadas e ai faço um post recomendando alguma pra quem nunca viu, mas olha, caso não queira esperar corre atrás hj mesmo, pq sim.. Vale a pena!!!

22.7.14

Não sabem de nada, inocentes!!!





Diálogo do gato com o colega de 16 anos que está trabalhando junto com o gato, é crente e quer casar virgem:

Gato - Tudo Bem que vc queira casar virgem, mas pode fazer uns encaminhamentos pra não ser borracha fraca.. Depois junta vc e outra virgem ai fudeu tudo.. Ou melhor, não fudeu nada!!
Virgem - óh Gato.. Vc pensa que eu não sei de nada... Eu sei um monte de coisas..
Gato - Coisas tipo...
Virgem - Sei o que é Ogasmo Duplo!
Gato - Oi???
Virgem - Ogasmo Duplo...
Gato - Então me explica pq essa eu não sei!!!
Virgem - Ogasmo Duplo e quando o homem e a mulher ejaculam juntos!
Gato - Então poia... Pra início de conversa "Ogasmo Duplo" não existe... Vc quis dizer oRgasmo MÚLTIPLO, que é´quando a mulher tem uma sequência de orgasmos.. E só a mulher, pq homem não tem orgasmos múltiplos.. Isso que vc tentou dizer é orgasmo mútuo.. Quando ocorre ao mesmo tempo... E outra.. A mulher não ejacula.. Só o homem ejacula...
Virgem - NÃÃÃÃO???
Gato - Não
Virgem - Mentiraaa....
Gato - Só o homem ejacula, o que a mulher tem é um aumento da lubrificação quando chega ao orgasmo...
Virgem - O que é lubrificação?
Gato - É o a secreção produzida pela mulher.. O meladinho.. A mantegueeeira... Sabe quando diz que a mulher tá molhadinha?? É pq ela se lubrificou, isso acontece quando ela está excitada e numa proporção maior quando alcança o orgasmo...
Virgem - Hummmmmmm
Gato - E pro prazer da sua parceira é importante vc ir além do convencional, a grande maioria das mulheres não conseguem chegar ao orgasmo por penetração, o orgasmo é clitoriano, precisando que vc seja um ás com a língua e com os dedos...
Virgem - Clito o que???
Gato - Clitoriano, pelo estimulo do clitóris!!
Virgem - O que é clitóris???
Gato - É O GREEELO garoto... o siniiinho... o biiiife....
Virgem - Eitaaaa... Gato vc era levado desse jeito?? Como vc sabe disso tudo??? Na sua faculdade vc tinha aula de sexologia???
Gato - Ahhh meu filho.. Aprendi no calçadão.. Na pista... Aprendi servindo ao próximo!!! E vc tem que tratar de aprender um recurso ou outro, mesmo que permaneça virgem, que se chegar assim pra hora h, vai fazer um sexo de merda e um sexo de merda caga com um casamento!!! Se ligaaaa!!!!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Diálogo do Gato com uma colega de trabalho uns dias antes:

Amiga - Daí ele me disse que é gay e por isso gosta de homens másculos, se fosse gostar de referencias femininas pegava mulheres...
Eu - Qual a idade dele mesmo?
Amiga - 30
Eu - Putz, se tivesse 13 eu ainda entendia, mas 30...
Amiga - Pq?
Eu - Acho que 30 já deu tempo suficiente pra ele entender que sexualidade não é matemática e as coisas não são tão lineares assim os caminhos são diversos...
Amiga - É?
Eu - Uhun... Existem homens que fazem crossdress por exemplo, ou usam a roupa intima da mulher e não são homossexuais, outros gostam de inversão sexual sem tmb ser homossexuais e mais uma série de coisas além da simplicidade apresentada pelo seu amigo.
Amiga- Mas vc diz isso pq pega de referencia esse mundo doido da internet que vc vive.. To falando do comum...
Eu - É ai que vc se engana, Nelson Rodrigues já bem dizia que se as pessoas soubessem das intimidades sexuais umas das outras ninguém se cumprimentava na rua.. Veja aqui em Rio das Ostras mesmo.. Próximo aqui de casa, num bairro de classe média, temos um grupo ai de aproximadamente 15 travestis que se prostituem praticamente de segunda a segunda... É um número expressivo pra uma cidade de cem mil habitantes, se elas vão pra rua diariamente é pq tem cliente pra isso... Quem são seus clientes? Homens em geral muito bem casados.. E as pesquisas ainda nos aponta que a maioria dos homens que buscam travestis é pra ser passivo sexuais com elas... Então, aqui em RDO, entre nossos vizinhos, colegas de trabalhos, comerciantes e etc encontram-se homens casados, que buscam prazer em ser penetrados por mulheres com pênis.... To falando que esses homens estão fora do nossos muros só pra aliviar pra vc!!!
Amiga- Eita...
Eu - Marca qq dia com seu amigo que a gente senta pra tomar um chopp no gaguinho, ele tá precisando!