29.10.09

É chegado o dia verde...



30/10 é dia verde na blogsfera...


A idéia pertence do Jason, do k entre nós e se consiste na busca do maior numero de parceiros possíveis falando em nome de uma única causa, nesse caso ecologia. Não sei se o Jay vai conseguir a adesão que gostaria, mas a idéia é ótima e desde já dou meus parabéns. É legal ver gente tentando fazer uma boa utilização da rede.


Pois bem, se é pra todo mundo falar de ecologia quero tocar em algo que acredito que poucos vão tocar. A verdade é que sempre que se fala do tema nos são passadas medidas que podemos fazer por um mundo melhor. Como economizar água, energia, o que fazer do lixo... Tudo isso é muito importante e deve ser seguido, mas não podemos perder de vista a esfera política nesse processo, o quão devemos estar ligados em políticas públicas vinculadas a questões ambientais.


O nosso papel de bala entope bueiros e gera enchente, nós não devemos jogar lixo nas encostas, mas muito pior que isso são os detritos jogados pelas industrias. A questão da água é um excelente exemplo. Apenas 2,5% da água do planeta é doce, desses 70% estão congeladas nas calotas, e a maioria dos 30 que sobra estão em aqüíferos subterrâneos. Logo é importante que saibamos usar bem esse pouco que temos... Por isso toda essa preocupação em não demorar no banho, não ficar escovando o dente coma torneira aberta e etc. Porém é importante ressaltar, que na media mundial 70% do consumo da água é feito pela agricultura, 20% pra industria e 10% pro nosso uso. Por tanto mais importante do que todas essas medidas é fiscalizar, é procurar saber se essa água não está sendo desperdiçada, se pode ser mais bem aproveitada.


Essa semana passou um documentário na MTV chamado Toxic, falando sobre a situação do Brooklyn em Nova York. O bairro é um excelente exemplo do que pode acontecer quando as questões ambientais são completamente negligenciadas. Há 150 anos vem sendo vitima de uma industrialização irresponsável, que não tem outra preocupação além do lucro. O rio que o circunda tem aproximadamente 77 milhões de litros de óleo derramado. Nos EUA existem leis que proíbem a prática caso não haja autorização, mas as industrias responsável tem. Quando punidas foram obrigadas a limpar o rio, mas sem data definida, logo que pudessem. No vídeo o responsável pelas indústrias é grosseiro e debochado. Exime completamente a responsabilidade pelas doenças no bairro... Bairro esse que em um único quarteirão possui 36 casos de câncer.


Os EUA é o maior poluidor do mundo e foi um dos poucos paises a não assinar o protocolo de Kyoto, esse tipo de atitude deve ser repreendida, temos de nos informar, denunciar, manifestar... Cuidar da natureza é mais que reduzir o tempo do banho, é lutar por um mundo menos poluente.


Segue ai em baixo o último bloco do documentário... Tem quase 9 minutos, mas vale a pena passar um olho.



video

Estudante de roupa curta sai de faculdade com escolta policial...

“Todo mundo vigia todo mundo pra que ninguém faça o que todo mundo quer fazer.”, n lembro quem é o autor da frase, mas as palavras são sábias. Hoje me surpreendi com a historia da estudante de uma universidade de São Paulo que teve de sair escoltada da faculdade pela PM, por que foi de shortinho e top...


Vcs entenderam o que eu disse??? Uma menina foi de top e shortinho pra faculdade e teve de sair com escolta policial, por que as pessoas gritavam pelos corredores, chamando ela de puta... Isso em São Paulo (A Megalópole), isso numa universidade (A Elite Intelectual do Brasil), isso com jovens (O Futuro).


Eu fico abismado com o ponto que chega a estupidez humana, por que disso??? Por que algo que é da ordem do outro traz tanto incomodo para as pessoas???? Num dos vídeos postados no you tube uma menina diz no fundo que a garota está chorando e a outra fala: “que se dane”... Como se a maneira que ela se vestisse tornasse justa a violência que ela estava sofrendo. Não era um pequeno grupo de estudantes, era a universidade inteira.


A Direção da faculdade disse que não apóia "qualquer manifestação de preconceito de gênero e qualquer forma de difamação ou violência". Pretendem dessa maneira abrir uma sindicância para que os causadores do tumulto sejam devidamente punidos. O evento reúne um pouco do pior e mais mórbido que há no ser humano.. O sadismo, o preconceito, a violência e a estupidez. Tudo isso aponta para a necessidade de uma instituição de ensino ir além da técnica, n formando especialistas acéfalos


Segue alguns vídeos mostrando a cena.




28.10.09

Uma simples questão de coerência...

Woody Allen disse:

A coerência é o refugio dos medíocres...

Então, segundo o monstro sagrado do cinema (odeio essa expressão), eu sou o cúmulo da mediocridade, afinal mais do que tentar ser coerente, sou um militante dessa causa. Claro que compreendo q o ser humano é paradoxal, que possuímos desejos antagônicos, que muitas vezes sem nem saber por que caminhamos no lado oposto do que parece ser o melhor. A constancia de fato é chata e enfadonha, mas n vejo necessidade de todo esse cultuo a isso que já acontece naturalmente. Independente de nossa boa vontade esses conflitos sempre farão parte, tentemos então harmonizar isso que é da ordem do desejo, do discurso e do comportamento. Essa me parece a melhor forma de alcançar objetivos, viver e conviver bem.

O por que estou falando de todas essas coisas???

Há pouco tempo fiz uma postagem colocando o texto de um rapaz sobre uma pesquisa que resolveu fazer através de sites de relacionamentos gay. Um dos apontamentos que ele fez foi sobre a dificuldade de se compreender quem esta do outro lado, ou pelo menos as reais intenções. Alguém que coloca mil fotos da bunda e diz procurar relacionamento serio, realmente confunde. Falei sobre isso esses dias, tive algumas concordância e outras discordância, mas todo mundo concorda que para quem busca relacionamento serio precisa tentar ir um pouco além da bunda??? Acho que sim, né????

Ontem, navegando pelos chats da vida, tive mais uma dessas pérolas... O rapaz escreve uma msg no aberto, dizendo que assim como todos que estão ali, procura algo bacana, de repente um relacionamento serio. Do lado do “anuncio” uma foto da sua bunda que da link pro seu UOLK (um orkut da UOL)... No seu discurso destaca que n é afeminado e nem faz parte do meio... É claro que não, qto mais distante da imagem de homossexual, mais valorizado ele é no mercado.



Entrando no UOLK poucas coisas escritas no perfil, reforça que não é e nem gosta de afeminados, se diz passivo e diz “Não tire conclusões precipitadas pelas minhas fotos”...


Perai cara pálida... Precipitadas????? O cara coloca aproximadamente 30 foto nu e semi-nu, escreve uma meia dúzia de palavras no perfil, algumas delas explicando sua posição na cama e pede pra que não tire conclusões PRECIPITADAS????



Oras, é claro que tudo isso ainda é pouco para fazer grandes julgamentos a cerca do rapaz, mas penso que sua intenção com aquele espaço já fica suficientemente clara.

Numa das fotos ele coloca a seguinte frase: “Não sou garoto de programa. Tirar fotos semi-nu pra mim é um hobby.. Sou ousado e não depravado”...



Bem... Acho que a necessidade de tantos esclarecimentos acerca do que ele não é e a insistência para que não se confunda suas intenções é a maior prova de que ele tem consciência da imagem que passa e se ela n vai de encontro ao que diz desejar, por que não fazer diferente? É uma questão pura e simples de coerência, o que não da é pra plantar laranja na esperança de colher melancia.

27.10.09

Para Essas Boas Mães



Quando eu tinha 15 anos fui numa excursão do colégio, para Ouro Preto, a minha mãe, pra variar, não podia esperar o ônibus chegar, me deixou lá muito mais cedo e foi seguir seus afazeres. Me recordo da mãe de uma amiga, que ficava em cima dela e nunca mais que saia de dentro do ônibus, eu cheguei pra ela brincando e falei:


- Eita mamãe, deixa o bebê....


Ela me olhou com um ar serio e disse: “Cadê a sua mãe?”

Ela quis me constranger

Ela conseguiu...


Minha mãe é hiperativa, hj não tenho a menor duvida disso, o que me clarifica muita coisa que outrora já foi bem mais difícil de lidar. Se filhos hiperativos dão dores de cabeças, mães geram falhas terríveis na autoestima. A minha mãe nunca fez a linha “boa mãe”, aquela mulher prendada, q lava, passa, cozinha, arruma, ajeita... Não, minha mãe é caótica por natureza...


Qdo pequeno ela me dizia “somos só nós dois, vc precisa me ajudar na sua criação pk eu preciso trabalhar, tenho que confiar em vc e vc n pode me decepcionar”... E essa frase me acompanha até hj... Numa outra ocasião quando, ainda adolescente, fui fazer uma longa viagem ela disse: “Independente de pra onde vc for, n se esquece nunca de onde vc veio”... N sei te dizer se ela foi boa mãe, mas era excelente com as frases de efeito....


Nas avaliações da minha avó (boa mãe) fui criado de qualquer maneira. Há pouco tempo, conversando com a vizinha ela dizia que eu tinha tudo pra ser o pior filho do mundo, que fui criado largado... N se tratava de ser largado, ela confiava (e confia) em mim, o que é muito diferente. Somos um pelo outro, acima de qq coisa somos parceiros. Há uns dois anos atrás após uma discussão minha mãe disse que eu nunca a decepcionaria que precisamos sempre tentar entender e colaborar um com outro, pk seremos sempre só nós dois.... Na sociedade em que vivemos, com o referencial de amor que temos, é difícil compreender esse amor despretensioso, que não se faz numa barganha onde em troca exige-se um determinado comportamento.


E querem saber??? Tenho andando cada vez mais de saco cheio das “boas mães”, q são excelentes, preocupadas e zelosas, mas incapazes de vencer o próprio preconceito qdo descobrem um filho homossexual, isso é muito mais do que seu dedicado amor pode suportar. Muitas vezes o que fazem é engolir a idéia e transformando num tabu, deixando seus filhos a deriva pra ter de descobrir tudo pela rua...


To cansado dessas mães que me deixam cheio de dedos qdo tenho um amigo mais novo, pk elas podem achar q estou influenciado e vir pra cima como umas leoas, me obrigando a ponderar meus conselhos a cerca de suas fimoses aos 20 anos de idade, por que suas tão zelosas mães não conseguiram ultrapassar suas vergonhas deixando o menino chegar nessa idade toda com um problema tão simples de ser resolvido e tão complicado de ser elaborado.


To de saco muito cheio dessas mães q se perguntam onde erraram, e ficam pensando em tudo que foram por esses filhos, mas n tem a humildade de pensar no que faltaram.. De pensar do qto eles sofreram calados, de pensar o mundo de coisas que deixou de ser divididas por suas limitações...


To muito cansado dessas mães que pensam muito na vergonha q vão sentir do vizinho, mas n se perguntam um segundo se quer do peso de suas vergonhas no ombro de um filho homossexual... Estou francamente cansado dessa merda toda.



25.10.09

Ponto de Vista


Devia ser aproximadamente 09:15 da manhã, quando Adelaide adentrou afobada na lanchonete, estava ansiosa e um tanto quanto espantada, tudo parecia esquisito e pra completar Maristela já estava lá, com um semblante bastante preocupado, molhando um biscoito de champagne numa xícara de caputino . Realmente estava tudo muito estranho, o local do encontro, o horário, a pontualidade de Maristela e até o próprio encontro em si.


As duas irmãs se davam bem, mas o abismo que separava os dois universos não permitia grandes contatos. Maristela era libertina e libertaria... Homossexual assumida desde os 15 anos escandalizou a família e a cidadezinha de onde vieram. Tinha varias tatuagens pelo corpo, pearcings, cortava o cabelo curto e pintava de vermelho. Militante do movimento gay, cronista de uma revista e mais dois sites voltados para o público GLS,autora de um livro de poesias, Maristela era o próprio retrato da subversão. Volta e meia estava envolvida em algum escândalo com bebedeiras e noitadas, era uma boemia de primeira, quase sempre curava sua ressaca física e moral com muito café, cigarro e um vinil da Angela Rô rô que seu primeiro amor deu em 1992. Vez ou outra era obrigada a apelar pra irmã e pro cunhado (fato que ela odiava) por algum problema financeiro e era obrigada tb a ouvir muito mais do que de fato gostaria, eles funcionavam como uma espécie de FMI, emprestavam o dinheiro mas em troca faziam exigências que apontava o desejo de assumir o comando de sua vida, geralmente havia muito promessa mas pouco sucesso. Se Maristela era uma incendiaria, Adelaide muito pelo contrario, nasceu para apagar o fogo. Dona de casa, casada com um homem muito mais velho, mãe de um casal de filhos ia religiosamente todos os domingos a missa e todos os dias as seis da manhã passava a farda do marido ouvindo "as melhores do rei". O marido um militar simpático, apesar de carrancudo, era extremamente metódico, gostava de tudo no lugar. Ordem, disciplina e responsabilidade eram suas palavras favoritas. Só votava no PSDB, sempre repetia que tempo bom, era o tempo da ditadura. Adelaide estava sempre no meio, assim foi a vida inteira, ela sempre tentando mediar. Depois da morte dos pais na condição de irmã mais velha se sentia na obrigação de zelar pela irmã, para terror do marido que gostava de ver a cunhada bem longe de sua linda e feliz família. Adelaide sempre repetia que tudo é uma questão de ponto de vista, frase que Maristela odiava, ela dizia que a irmã se utilizava deste jargão para se enganar da condição miserável em que vivia. Adelaide não achava o marido grosso e autoritário, apenas um homem de uma vida sofrida e criação dura, mas com um excelente coração; a irmã não era nenhuma louca pervertida, apenas uma menina desajuizada; e ela estava muito longe de ser submissa e sem vida própria, era apenas uma mulher que optou por constituir família e cuidar do marido e dos filhos.


Adelaide sentou na cadeira e já começou a disparar:


- o que houve? Fiquei preocupada com sua ligação, você nunca me liga... E ainda marca nesse lugar distante da minha casa, da sua, antes de meio dia. Te senti aflita no telefone, o que está acontecendo? - Maristela permaneceu em silêncio - Fala Maristela quer me matar do coração?

- Eu estou grávida - A frase veio seca, direta e reta.


(Longo silêncio)


- Eu não sei o que dizer...


(mais algum silêncio)


- A gente pode procurar o padre da minha paróquia, ele tem a mente muito aberta e é muito querido pelo bispo, de repente ele pode fazer contato com o papa...

- Que papa Adelaide, você tá maluca??

- Isso não pode ser normal!!! Que você se relacione com mulher tudo bem, mas engravidar é impossível, de repente você tá esperando o anti cristo, a gente precisa de ajuda...

- Não fala besteira, Adelaide. É claro que eu to grávida de um homem


(novo silêncio)


- Então aquele papo de ser lésbica era... Era tudo mentira???

- Claro que não


(mais uma vez... silêncio)


- Eu não entendo

- Sinceramente, eu não sei por que diabos te chamei... Eu tava bêbada, Adelaide... Tava muito louca numa festa e aconteceu. No mundo das boas esposas isso não acontece???

- Não


(Silêncio)


- Você não pretende abortar, né?

- Não sei, acho que não.

- O aborto...

- É o pior dos pecados!!! Eu sei, me lembro todos os dias do padre Pedro falando isso, tenho tido pesadelos constantes com ele e com aquela senhora que fazia aborto e foi apedrejada lá na cidade, lembra?

- Lembro... O papai acertou a pedra que bateu na cabeça dela.

- Eu sei.


(Silêncio)


- Pensei que você não acreditava em Deus.

- Eu não acredito.

- Mas...

- Não me torra, Adelaide


(silêncio Tenso)


- Mas você me chamou aqui pra que exatamente?

- Por que eu não posso me abrir pra ninguém do meu meio e eu não sei o que eu faço.

- Mas por que não pode se abrir?

- por que eles são todos gays, por que eu trabalho numa revista gay, num site gay, ouço música gay, freqüento lugares gays. Eu posso perder amigos, muito provavelmente vou perder trabalhos e meu livro nunca mais vai vender um exemplar.

- Nossa!!!

- Ser gay pra mim já foi uma opção sexual, passou a ser uma orientação e eu transformei numa obrigação.

- Caramba!!!


(Silêncio tenso ao quadrado)


- De repente é uma boa oportunidade pra você mudar de vida...

- Eu não quero mudar de vida...

- O Otacílio pode conseguir um emprego...

- Eu não quero um emprego conseguido pelo Otacílio...

- lá nas forças armadas...

- EU NÃO QUERO SER FUNCIONARIA DAS FORÇAS ARMADAS.


(silêncio muito tenso a décima potencia)


- E o pai?

- O que tem ele?

- O que ele acha?

- Não acha nada, ele não sabe.

- Não vai falar pra ele?

- É um porra loca, maconheiro. É melhor eu resolver sozinha.

- Ele abusou de você?

- Claro que não

- Mas ele te embebedou?

- Não

- Você que pagou a bebida?

- Não, foi ele. Mas é por que eu tava dura.

- então ele te embebedou.

- Não fala besteira

- Você gostou?

- Não

- Você queria?

- Não, ele meio que forçou a barra.

- Então ele abusou.

- Lógico que não, em que mundo você vive??? Ele só me encostou na parede e eu não soube dizer não.

- Pra mim ele abusou de você.

- Cala a boca, Adelaide.

- Acho que as pessoas não vão ser tão severas com você, já que foi um abuso, pelo contrario vão ser solidárias. Os homens são tão machistas, não conseguem ver que um mulher pode ter prazer sem eles. E de repente você pode até ter mais visibilidade no seu trabalho, quem sabe escrever outro livro... É tudo uma questão de ponto de vista.


(Silêncio filosófico,ético,estético,religioso,social/financeiro)


A conversa não durou muito mais, Maristela fez algumas ligações e contas, pediu um misto quente e um suco de laranja, conversou sobre enxoval e foi embora de táxi. Naquele dia de uma forma quase que mágica Maristela pela primeira vez concordou com a idéia de que tudo depende do ponto de vista e mais que isso entendeu a magnitude da frase, em algum momento ela finalmente teria que amadurecer... Ou não, é tudo uma questão de ponto de vista.

22.10.09

A Internet e suas personalidades incriveis

Me lembro bem qdo por volta de 2003 escrevi um e-mail pro autor do Kibe louco estimulando a aparição de sua imagem por considera-lo, na ocasião, a primeira e única personalidade da internet. Achava bacana a idéia do ciberespaço também ser uma via por onde surgissem pessoas públicas. O que eu não podia imaginar é que anos depois isso se tornaria tão democraticamente comum. Principalmente após o you tube a internet virou um celeiro de celebridades instantâneas... Ruth Lemos, Maria Alice Vergueiro, Mallu Magalhães, a gaga de ilhéus, Leona, Stefhany e tantos outros cresceram e apareceram no ciberespaço.


Como tudo na rede, essa dinâmica ainda é muito imatura, temos mais bobagem do que qualquer coisa, mas devo assumir que eu adoro e quase sempre morro de rir. Esse processo em que estamos descobrindo as potencialidades da maquina internet proporciona isso que muitas vezes é bizarro, mas absolutamente natural.


E é por adorar toda essa onda que há um tempo atrás junto com dois amigos Geeks (um nem tanto), criamos o Projeto OMAC, o outro blog que vcs vêem quando entram no meu perfil. A idéia era exatamente de colocar vídeos e imagens dessa galera que causa na net... O Projeto acabou não dando certo, meio que foi deixado de lado, mas nosso apresso pelas personalidades virtuais se mantém a todo vapor....


E é nesse clima que vos apresento Ximbica... Alguns já devem conhecer, pra quem não conhece vão ver o vídeo dela que se diz precursora de Stefhany com seu Hit Ximbication... Eu n sei vcs, mas eu adorei a moça e o seu requebrado.


20.10.09

Laços...


Nos conhecemos no primeiro ano dos segundo grau... Eu com 15 e ela com 14... Ambos meio esquisitos, ambos meio que peixe fora d’água, ambos começando uma nova caminhada em um novo lugar. Rapidamente nos tornamos amigos e de lá pra cá foram revelações, brigas, risos, lágrimas, viagens, festas, reveillons, natais... Nos tornamos cúmplices e vimos tantos castelos uns do outro crescerem e desmoronarem tantas vezes... Qtas paixões arrebatadoras e qtas quedas avassaladoras...


Ela foi a primeira a ouvir da minha boca: “eu sou gay”... Me apresentou o Almodovar, o Rio de Janeiro a Farme de Amoedo...


Crescemos, amadurecemos, fomos tomando cara, identidade... A menina com ares de princesa e o ogro, quem diria, se tornaram mais que amigos... Se tornaram parceiros...


Há cinco meses atrás ela me anunciou que meu afilhado ia nascer... De lá pra cá correria, problemas, soluções, situações.... Hj foi o dia da ultra-som e o padrinho coruja não podia faltar, não podia deixar de segurar a mão dela gelada com a dele quente como fazia a dez anos atrás nos bancos escolares... E foi lá que diante dos meus olhos o bebe se mexeu pra lá, se mexeu pra cá e mostrou pra nós que era um menino... Um lindo e saudável menino.... Que vai viver momentos de alegria, tristeza, paz, dor, ansiedade e todas essas coisas maravilhosas e terríveis que são colocadas diante de nós, mas que vai perceber o qto a vida vale a pena pelos laços que nela se faz... Laços como do seu padrinho e de sua mãe.




Rapidinhas VI

Data do Dia Verde

Preciso me retificar a cerca do dia verde, fiz uma foto pra usar nas assinaturas dos meus comentários, onde eu falo que o lance é no dia 31 e na verdade é no dia 30. Já fiz a foto consertada, mas onde comentei ficou a data errada. Então que fique claro que a data é dia 30.




.................................................................................................................................................................................

Flash Mobs Gay

Falando nisso, fiquei super empolgado coma minha própria idéia (pelo visto só eu mesmo), de fazer outras ações coletivas na blogsfera relacionadas ao universo Gay e de repente culminar num Flash Mob mesmo. Tenho tido varias sacadas e logo vou estar postando e convidando pessoas.



................................................................................................................................................................................

Novidades na próxima entrevista...


A entrevista do mês que vem tah cheia das novidades, o convidado (Mauri Boffil), vai estar muito mais perto do entrevistador do que vcs imaginam. Não, a entrevista não vai ser exatamente num motel, estaremos próximos, n dentro um do outro.



..............................................................................................................................................................................

Gato in SP

Mês que vem, tecnicamente estou em São Paulo, mas preciso realmente pensar sobre isso. Digamos que todas as finalidades da viagem andam desmoronando, de repente seria o caso de adiar. Não sei, ando pensando bastante no assunto.


...............................................................................................................................................................................

Estreias no Cinema

Em novembro o cinema vai ferver... Duas estréias que estou esperando ansiosamente. Uma é o brasileiro do começo ao fim, que conta a historia incestuosas e homossexual de dois irmãos. E o outro é Os Abraços Partidos do meu favorito Almodóvar. Nesse mês estréia o Bastardos Iglórios do Tarantino e “Julia e Julie” com Meryl Streep. Pelo que ando lendo, tirando o brasileiro, todos fortes candidatos ao oscar 2010. O da Meryl conta uma historia que envolve blog e culinária, dois assunto que eu gosto e muito. Não posso perder.


Em dia com os selos....




Vamo q vamo... Preciso colocar meus selos em dia, alguns eu ganhei tem mais de mês e não publiquei. Não vou por indicações por que eu levo muito tempo pensando em quem indicar e a maioria deles já rodou em quase todos os blogs que mais freqüento... Quem me indicou foram o Jason do K entre nós e o Cocada G. que é do cocadag mesmo... rssss... Vamos as respostas:


...........................................................................................................................................................................



Selo – Vc Surpreendeu


Nesse eu tenho de indicar 15 blogs e dizer por que cada um deles me surpreendeu.... Gente eu n sou uma pessoa assim que se surpreende fácil, pra ter tanto blog me surpreendendo. Como diria o babalorixá Sigmund Freud, nada que é humano me é estranho... Bem, vou dizer alguns que me “surpreenderam” por de alguma forma ter mudado de direção e feito coisas que eu não esperava.


O Mauri da Katana, tinha algumas reservas a cerca da aparição de sua imagem devido a uma experiência mal sucedida anteriormente. Um belo dia me aparece com um podcast, no outro uma foto das férias, depois um vídeo dançando de bundinha, por fim algumas fotos no twitpic... Sim.. Fiquei surpreso por ter rompido a barreiro do anonimato.


Alan, nosso garoto interrompido, é conhecido por suas postagens viscerais e em geral com uma visão de mundo com poucas cores, me surpreendeu quando fez postagens mega bem humoradas, se utilizando de fotos de artistas para ilustração... Situações cômicas e um humor sarcástico, mostraram que o menino escreve bem de qq maneira.


Por fim o próprio Jayson, assunto mais que batido, mas devo dizer que o blog dele foi numa direção, partiu pra outra e agora segue em rumo a outra.. Sempre se reinventando o Jason tem uma capacidade incrível de absolver aquilo que vem de fora e mudar sem se perder. Não sei se funciona assim na vida dele, mas com seu blog ele faz isso com uma categoria impar.


............................................................................................................................................................................


Selo - Seu blog só me faz bem


Aqui preciso indicar 7 coisas que eu gosto num blog....


Em primeiro lugar conteúdo, valorizo muito uma boa escrita (que vem em segundo lugar), mas acho que mais importante do que a maneira que o cara escreve é a idéia que quer passar. A blogsfera ta cheia de gente que escreve muito bem, mas fala muita bobagem... Um desperdício.


Terceiro interatividade.... Já disse mais de uma vez que o grande barato da bloguetagem está exatamente na interação.


Em quarto valorizo bastante a utilização de mídias diversas... Fotos, vídeos, podcasts, cartons, músicas, poesia... Tudo que colabore na expressão daquilo que o blogueiro deseja passar.


Em quinto pluralidade no que tange os assuntos, não se resumir só a vida do blogueiro, a só o que está rolando na mídia, ou em qq outra coisa... Salvo os blogs temáticos, acho que o grande barato é ser plural nos assuntos.


Em sexto lugar estar antenado com o que está rolando, blogueiro precisa ser meio geek, e estar por dentro das atualidades.


E por último, mas não menos importante, criatividade... Ter a sua forma de abordar os assuntos em voga....


.............................................................................................................................................................................


Selo – Teu blog vence barreiras...


Esse aqui é só indicar blogs que vencem barreiras.. Ai eu n sei n, gente.... N sei como é isso, é pra indicar um blogueiro sofrido???? Esse realmente me deixou perdido. Jayson sinto desapontar, mas essa barreira eu n consegui vencer n, pode até editar lá e me tirar da lista...


Hauahauahaauahauahaua


............................................................................................................................................................................


Selo - ??? (Não sei o nome dele, não)


Aqui eu tenho que falar seis coisas aleatórias sobre minhas pessoa.


1 – Eu adoro o trash

2 – Sou descontrolado pra dinheiro, por isso acabei com cartão de credito, cheque e por muito pouco não mandei arrancar a mão e o olho.

3 - Gosto de culinária japonesa, árabe e mineira (muita globalização)

4 –Amo o skype

5 – Quando crescer quero ser igual a Fernanda Young

6 – Eu não tenho ritmo, mira, controle motor, senso de direção, noção espacial e tudo que exija de mim coordenação.


17.10.09

Flash Mobs - O Dia verde


Se tem um movimento que tem vindo com tudo na atualidade são os Flash Mobs. A Wikipédia define como: Aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar determinada ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se reuniram. A expressão geralmente se aplica a reuniões organizadas através de e-mails ou meios de comunicação social.


Defendo com unhas e dentes a bom aproveitamento da utilização do ciberespaço, por entender esse, como uma grande facilitador que vem revolucionar algo que andamos perdendo exponencialmente no decorrer dos anos: O encontro. E quando falo de encontro, não me refiro apenas o seu sentido literal, estou falando de algo muito mais amplo, sou contra essa visão de que internet afasta pessoas... Internet n afasta nada, só aproxima, mas como tudo na vida, deve ser bem usado.


Nossa utilização da rede ainda é muita imatura, até em função de sua pouca idade, estamos engatinhando. Os Flash Mobs acabam por se tornar uma expressão da época em que vivemos, e os movimentos gerados por eles, se mostram como uma brincadeira de quem ta conhecendo as potencialidades desse espaço. A passeata dos solteiros, o no paints day, são dois exemplos de Flash Mobs que foram badalados em 2009, inclusive ganhando visibilidade na grande mídia.


E foi nesse embalo que o Jayson Waider do K entre nós, propôs o dia verde, um Flash Mob, nascido na blogsfera. A idéia é fazer um movimento até o dia 31 de outubro, onde todos que aderissem fariam alguma postagem sobre ecologia nesta data e a manteria no seu blog por um período de pelo menos 24 horas. Divulgaríamos a idéia em nossos orkuts, twitters, blogs, face books e todos os espaços que tivéssemos acesso afim de criar visibilidade pro movimento.


Acho a idéia ótima, eu estou super aderindo, o Jay, se mostra completamente aberto a propostas para esse e outros movimentos, afinal, dando certo esse pode ser o primeiro de muitos. Inclusive aproveito a deixa e já faço minha proposta: Acho que a blogsfera está repleta de blogs gays, pessoas inteligentes, criticas, que fazem a diferença... Por esse motivo acho que devemos fazer uma seqüência de Flash Mobs, até a data da próxima parada, onde, de acordo com o sucesso do movimento, tentaríamos algo maior. Uma parte significativa de nós é contra a parada e tb contra muito da dinâmica do dito meio gay. Sem ser preconceituosos, sem discriminar, sem desmerecer os trabalhos que já acontecem, sem nos colocarmos em cima de um pedestal, podemos tentar criar uma identidade pra um grupo que pensa e vivencia sua homossexualidade de uma outra forma, tentando vender, antes de qualquer coisa, um estilo de vida, com nome, símbolos, frases etc etc etc....


O Gato de Cheshire adere o dia verde e espera que de muito certo, grande sacada Jay.... Parabéns...


15.10.09

É isso... (III)

Esse deu trabalho, só consegui o filme em rmvb, passei parte da madrugada tentando converter pra fazer a edição, não consegui. Hj amanheci e logo que liguei o PC continuei na luta... Nada... E só as 14:45 finalmente consegui fazer o exato recorte próximo a o que queri, pk a legenda tah um pouco atrasada, a voz desencontrada e aimagem meio esquisita, mas da pra entender.... Vale muito a pena ver, corri atrás por entender que é EXATAMENTE isso...




video

13.10.09

Preste Atenção....


Querido... Sente – se, por favor!!!


Reconforte-se


E preste bastante atenção no que eu vou te falar, é necessário que algumas coisas se clarifiquem....



É claro que uma coisa não impede a outra, nada mais natural do que vc desejar ter uma relação e resolver satisfazer seus impulsos sexuais, que obviamentee não se limitam a um único individuo... N se culpe, todo mundo é assim, só que ng fala...


O problema todo é que as pessoas resolveram tornar a satisfação do desejo sexual algo menor no sentido moral, a busca pelo sexo pura e simplesmente se torna algo que desqualifica seu caráter, e a gente acaba se comportando de forma condizente a essa babaquisse toda.


Vc não entendeu bem, anjo? Eu explico melhor...


Os dark rooms, banheirões e todos os lugares de pegação são repletos de pessoas normais, assim como você. Gente que trabalha, estuda, tem família, paga contas, tem carências, complexos, medos, expectativas e etc. Naturalmente, assim como vc, tb sentem vontade de fazer sexo e tb sentem falta de uma companhia, porém sabem que, pelo menos quando estamos a procura, ambos os desejos devem ser devidamente separados... Ou seja, se queremos um namoro seguramos a libido, se queremos dar conta da libido seguramos isso que é sentimental. Dessa maneira, quando estamos a procura de sexo nos livramos da necessidade de criar quaisquer espécie de laço e consequentemente de sermos educados, gentis, ou amáveis, fazemos valer da idéia corrente que desqualifica a busca da satisfação sexual.... É omo diz o clássico do cancioneiro interpretado por MC Smith: "Um lance é um lance, um lance não é um romance".


Sendo ainda mais simples, meu anjo, direi que quando vamos procurar sexo, nos damos o direito de ser escrotos. Por esse motivo vc muitas vezes n sabe o nome do cara, a idade, o que ele faz... Por esse motivo tb é que naquele seu MSN de putaria as pessoas qdo saem não se despedem, principalmente se gozam.. Qdo gozam ficam apenas off line...


Não, não, não... É claro que vc não é assim, que vc n tem esse MSN, n faz essas coisas, e nunca fez pegação.... Vc é diferente, lógico... Eu tb sou, mas me refiro a uma parcela das pessoas, meu lindo... Sim sim sim, eu sei que vc busca uma relação em que tenha cumplicidade e isso basta, mas olha.. Pergunta aquele amigo que ele vai saber te responder... Sabe aquele seu amigo??? Aquele safadinho, que sempre que falam sobre sexo vc n tem duvida nenhuma, mas lembra das coisas q ele fez e ai pergunta pensando nele??? Ai vc mandada um bilhetinho escrito assim:


“Tenho um amigo que faz sexo oral sem camisinha, queria saber....”


Pergunte a ele, que ele vai te confirmar tudinho que eu disse... Aproveite e acalente ele, diga que ele é igual a todo mundo (menos vc, é claro), explique que o mundo gosta de ser enganado, de criar regras que não suporta pra si mesmo... Diga que é importante a compreensão de que se quer um namoro é preciso tratar sexo como um assunto menor, por isso não é uma boa idéia colocar a foto da bunda no perfil dizendo querer relação seria... Tb é importante qdo buscar o sexo simples e puro não ser muito gentil, pk gentileza n soa virilidade, a pessoa que está junto com ele é só carne e deseja o mesmo dele. Diga tb que não significa que precisa ser filho da puta, e principalmente.... Diga a ele que eu tb gostaria que fosse diferente, que as pessoas fossem mais sinceras consigo mesmas, mas elas não são e por esse motivo as vezes precisamos tb n ser com elas, mas se formos com nós mesmos, se suportarmos ser sinceros com nós mesmos... Bem... Ai já temos um bom começo, já da pra tentar fazer um pouquinho diferente..



Espero ter sido suficientemente claro

Bjinhus do Tio Gato (miau) !!!



11.10.09

Minha Seguidora evangélica...


O nome dela é Shirley Kaiser... Apesar desse sobrenome alcoólico, a mocinha é cantora evangélica. No seu blog diz que seu nascimento foi no dia 1 de maio de 1990 e tem 16 anos (não entendi exatamente essa conta, mas nunca fui muito bom de matemática mesmo)... Até cogitei a possibilidade do texto ser antigo, mas foi publicado em agosto desse ano.

Como ela veio parar no meu blog e se tornou minha seguidora???? Eu sinceramente não sei, mas n tenho preconceito com credo, o máximo que faço é me dar o direito a defesa se necessário, o que é relativamente comum quando o assunto são religiões.

Acho possível que ela esteja aqui por engano, e por isso deixei esse comentário No seu blog:





Vamos ver o que acontece... De repente ela apaga, de repente fica numa saia justa e deixa lá sem responder, de repente é diplomática e fala qq coisa pra não ficar feio, ou de repente... Não foi um engano, ela responde que leu e gostou do conteúdo mesmo sendo discordante das escolhas que o autor faz para sua cama.

Devo assumir que acho a última opção pouco provável, ainda mais se considerarmos o fator juventude. Em linhas gerais poderíamos afirmar que quando mais novos, no processo de formação de caráter, relativisamos menos e nos agarramos com mais força em figuras dogmáticas. Para não correr o risco do erro é simples e prático enxergar tudo dentro de um quadradinho, onde bem e mal são opostos e ocupam papeis bem claros e definidos. Sendo um jovem evangélico esse engessamento a cerca da visão do mundo me parece ainda mais natural.

Mas acho possível que no decorrer da vida perceba-se que o “certo” e o “errado” estão mais nas intenções do que nos atos em si. Dessa maneira, ainda para quem acredita em Deus, na bíblia em tudo que envolve essa dimensão, estar dentro da igreja nem sempre é um acerto, assim como não seguir todas as suas premissas nãoseja necessariamente um erro. Dessa forma parece menos simples conseguir fazer a coisa certa, mas qdo o sujeito consegue ser evangélico e ainda sim ter esse bom senso chega num estagio interessante da existência, onde a proximidade com o divino não te coloca num lugar de semideus, como vemos por ai. Vivenciada de forma acrítica a religião, contraditoriamnete, faz o fiel oculpa o espaço que a bíblia diz pertencer ao Diabo, que é o de delator, a figura que fica ao lado esquerdo de Deus apontando os pecados de seus filhos afim de toma-los pra si.

Eu, particularmente, tenho algumas amigas evangélicas e absolutamente criticas ao lugar onde estão, ao mundo que vivem e onde querem chegar. Acho importante esse posicionamento pra manutenção da própria igreja, o discípulo cego não colabora para mudança. No universo nada é estático, à medida que o tempo segue pra frente, tudo que está parado, naturalmente está ficando pra trás. É preciso avançar as discussões, as compreensões, as relações, mesmo naquilo que é tradição. Se me cego em nome de um corporativismo tosco, ajudo a condenar aquilo ao insucesso.

Há pouco tempo andei lendo sobre o trabalho do Pastor Remy Damasceno. Com 39 anos o Pastor é líder da missão batista em Copacabana, tendo sua igreja próxima de alguns infernninhos e pontos de prostituições famosos do Rio de Janeiro. O pastor se preocupou menos com o julgamento e mais com o bem estar daqueles que entende como irmão em cristo, ainda que não sigam a vida que ele entende como correta. Em 2008 Remy entrou numa missão missionário em direito a defesa das prostitutas, e deixa claro que a função principal não evangelizar e sim fazer com que tenham uma vida melhor, se cuidem, sejam mais conscientes. O pastor ainda declara: Se conseguirmos contribuir com algo para a vida delas, já valeu à pena. Se mostrarmos novas perspectivas, mais ainda. E, se perceberem que Jesus vale à pena, nosso trabalho foi ainda além. O mais importante é fazer com que a igreja se torne significativa para elas. A mulher se prostituir não é crime, mas alguém se beneficiar disso é. Fica muito fácil elas serem alvo de extorsão. Quem está na prostituição, tem que procurar um sindicato e aprender como se proteger. A ética cristã é para o cristão. Para quem não deseja o caminho de Jesus, temos que pensar no melhor para a saúde. Daqui a dez anos, sonho olhar para trás e ver que fui coerente.

A Bíblia fala em separar o joio do trigo, mas n diz exatamente o que fazer com ele. Amar aquilo que entendemos como produtivo, prospero, correto e belo é fácil, difícil é olhar com empatia e ser solidário com quem está na outra ponta. A marcha contra Mahmoud Ahmadinejad, no meio do ano, reuniu gays, evangélicos e judeus, democraticamente nos colocamos contra o presidente que enforca homossexuais e nega o holocausto. E o que queremos dele? Bom senso... Todo mundo quer, todo mundo gosta. Se só conseguimos amar o próximo como a nós mesmos, ao menos respeitemos os distantes, a idéia não é de uma compreensão tão complexa que precise abolir a fé para obte–la.


Bem Vinda, Shirley
Pode não parecer, mas poucas vezes minha recepção foi tão calorosa, ou vc acha que faço uma postagem para cada novo seguidor?