13.9.11

Esclarecimentos sobre o homem carioca



Antes de escrever qualquer “A” sobre esse texto preciso deixar uma observação clara nas primeiras linhas... Aliás... Uma não, duas... Primeiro que quando falo em cariocas incluo os fluminenses (categoria em que me encontro), segundo (e mais importante) é que durante toda minha narração sempre que eu falar “o homem carioca é”, “o homem carioca faz” ou qq coisa nesse sentido, na verdade eu estou falando “costuma ser”, “costuma fazer”.... Sabendo sempre que existem exceções e eu inclusive busco ser uma delas.

O post nasce do questionamento de uma amiga, que me pergunta por que sempre me relaciono com pessoas de fora (em geral paulistanos) quando tenho ao meu alcance os homens mais gostosos da vida, os cariocas.

Aliás devo dizer que vasculhando os arquivos da minha memória, acho que nunca tive nem um rolinho de semanas com um carioca.. É sempre fast food. Os dois namoros mais significativos que tive foi com um paulistano e o atual com um mineiro.

Então vamos lá... Não acho que seja nenhum mito que carioca é gostoso mesmo. As pessoas falam muito dos baianos e cariocas... Baianos eu não sei, mas carioca de fato é por ai. E eu nunca deixei de desfrutar dessa gostosura, o porém é que faço isso na medida que considero ideal. Pk o homem carioca é que nem bacon... Muito gostoso, mas entope artéria, então é bom curtir com moderação.

Sinceramente, acredito de verdade que o homem carioca receba toda essa adulação por que temos aqui uma boa seleção de machos alfas. O ícone masculino, grosso, canalha, com a tal pegada, mas saindo da parcela sexual da relação (pk sim, senhores, embora demandemos muita atenção a ela, é só uma parcela) esse ideal de homem tem nos seus colaterais todo o machismo que o põe nesse lugar que ele ocupa. Na cama ele vai se limitar ao tradicional, o fará muito bem, mas não varia muito daquilo... Fora da cama ele possivelmente nunca vai ter visto um filme europeu se quer, mas será um excelente churrasqueiro. Ideal para quem enxerga como modelo de felicidade ostentar seu carrão no churrasco no play com os amigos babacas que votam no PSDB.

O exemplo me fez recordar de uma amiga que sempre que fica solteira fica péssima e uma vez num churrasquinho ela se queixava que quando namora tem sempre alguém pra tirar a carne do palitinho pra ela. Essa mesma amiga numa outra ocasião, lendo um texto que usava o exemplo do play ai de cima para relatar esse ideal medíocre de felicidade contou o quanto foi difícil pra se encaixar nisso, por que ela sempre foi uma estranha, sempre foi meio mutante e sua expectativa era de tentar apenas ser igual. Enfim.. Pra ela, esse homem de fato é ideal.. Pra mim não.


Um outro amigo que é gay, mas faz a linha "mucho macho", cozinha maravilhosamente, amo comer a comida dele, mas opa.. Ng pode saber que ele cozinha e raramente ele se propõe a isso... E tudo por que?? Por que ele precisa manter um ideal do imaginário popular. As expectativas de gênero acabam por reduzir as possibilidade dele de "ser"... Esse homem fica limitado para não perder um status... Se reduz, perde um predicado, tudo pra tentar ser o mais próximo possível do personagem ativo fodedor de um conto erótico.. Nego tá com 30 anos na cara e fica compondo um personagem a troco de que??? Dessa imagem maluca... E sim, ele consegue, sabe??? Ele é super-viril, super jeito de macho gostosão e tals... Muita gente adulando sempre, mas tipo... Fica uma semana dentro de uma casa com a criatura que vai ver um posso de insegurança, imaturidade dentre outras característica que PRA MIM não compensa... Compensa pra muita gente... Costuma ter relações horrorosas de gente que não larga, mas pra mim não da mesmo.

O menino do Rio de fato tem um calor que provoca arrepio, mas definitivamente o que preciso é de alguém que fique sentado do meu lado na cama rindo dos comentários que faço quando vejo o BBB e comento no face, ou vai ver os filmes do oscar comigo, ou me fazer companhia na cozinha enquanto a gente faz uma jantinha gostosa e deixa um sonzinho bacana rolando no DVD e.

Qto a cama.. Na cama a gente se acerta, sempre se acerta.. Diálogo bom, química boa, flexibilidade e disponibilidade.. Prontinho.. Ai a gente se acerta... E fica maneiro... Parafraseando um ilustre carioca direi que... Os cariocas que me desculpem, mas ser de verdade é fundamental.

17 comentários:

  1. 1) os cariocas não são os mais gostosos, #fato, só eles acham isso. só eles!

    2) realmente, concordo, carioca finge, qr dizer, finge não, omite qm ele é de fato pra se enquadrar no padrão socialmente aceito, é o que chamei no meu blog de "ixcroto carioca", eles precisam ser machos, insensíveis e que pensam somente em sexo e no corpo das pessoas, senão eles serão vistos como frágeis, bobos e idiotas, em resumo, eles precisam ser ixcrotos pra não serem atropelados pelos outros.
    dá vontade de pegar todos esses cariocas e colocar no colo, um por um, e contar "a real".

    ResponderExcluir
  2. Olha... Não são só eles q acham n.. rss.. N mesmo.. Mas assim, super-concordo... Eu acho que esse pessoal precisa acordar de Woonderland e entender que o sonho carioca é uma ilusão assim como americano e tantos outros sonhos...

    ResponderExcluir
  3. Não é a primeira vez que ouço isso. Inclusive os próprios cariocas acham que os cariocas não prestam, não conseguem namorar um outro carioca sequer, e sempre que arrumam namorado ele é de fora do estado...

    ResponderExcluir
  4. Welllllllll... ainda não degustei da iguaria... hahahaha!
    Gatucho, teu comment rendeu post no TPM... passa lá e me salva da minha própria burrice, please!
    Agora... falando sério... faz tempo que só te dou preguiça mesmo... hehehe!
    Hugzão!

    ResponderExcluir
  5. Ah, esqueci... sobre tu não beber eu entendi que não és adepto de um trago amigo, isso????? Hehehehe! Bjundas!

    ResponderExcluir
  6. 1) os cariocas não são os mais gostosos, #fato, só eles acham isso. só eles! [2]

    Acho que é culpa da praia, acaba gerando essa coisa de supervalorizar a aparência, coisa que a gente não se vê em estados onde as pessoas andam vestidas... a boa e velha discussão entre essência e aparência.

    O mais gostoso, pelo menos para este paulista aqui, é o meu paranaense!

    ResponderExcluir
  7. Hummm! Prefiro não comentar a parte que me toca... Rs... Sacanagem... Pegando o gancho do Foxx... Não me considero frágil... Sensível sim, bobo... Muuuuuitas vezes e idiota... Sempre que necessário... Gato... Ainda bem que as exceções existem, né merrrmo? Rs... Carinha... Se vc for tão engraçado quanto escreve... Ri muito aqui. Grato Gato.

    ResponderExcluir
  8. Gato, como me deu vontade de falar um monte de coisa aqui mas não posso por questtões... consegui visualizar muitos conhecidos nos seus exemplos. Não sei se tenho tido sorte, mas tenho encontrado com cariocas distintos desse estereótipo. Sem querer alfinetar nenhum estado brasileiro, não é no Rio que os tucanos sempre ganham!! rsrsrs

    ResponderExcluir
  9. Pois essa descrição de carioca sonho de consumo pra mim é tudo que eu abomino. Não sei se é porque eu procuro "gente diferenciada" ou se é porque eu gosto de ir a fundo e ver além da máscara que a pessoa gosta de ostentar, mas de gente assim eu corro...

    É claro que, no final, tem gente de todos os tipos em todas as terras...

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  10. Fico triste em saber disso, rsrsrs..... sofri por um carioca e por isso q li, ñ quero mais..........aiaiaiai....... eles se acham msm e quando é rico é por ai msm........ sou de SP............

    ResponderExcluir
  11. Gente, Sou carioca e moro em Brasília... a gente acha os cariocas ruins até conhecer um brasiliense... Esses sim tem o rei na barriga, parecem não gostar de sexo e, como disseram, os cariocas são metidos por causa da praia, e os brasilienses? Eles não perguntam seu nome e sim, no que vc trabalha, e só perguntam se vc (mulher) for falar com eles, porque eles simplesmente não chegam pra puxar assunto.. fala sério...

    ResponderExcluir
  12. Ai ai ai a famosa inveja ha ha ha... odeio Paulista eles imitam os americanos acham que São Paulo é nova iorque kkkkk coitados. ... Nós cariocas somos autênticos.... e eu quando vou em São Paulo a trabalho. . Sempre fasso sexo com alguma paulista vadia kkkkk mulheres desses cornos paulistas... e as mulheres deles me falam que os paulistas adoram fio terra kkkkkkk cambada de fagot

    ResponderExcluir
  13. Cariocas sao na maioria machos alfa ...Bombam com forca ..So quem ja foi para cama com um sabe .Said todo out toda escangalhado .Os outros que me desculpem !

    ResponderExcluir
  14. Isso ai.. Paulistas gostam de um fio terra.. Essa crítica só reforça o que eu falei sobre cariocas:

    "Na cama ele vai se limitar ao tradicional, o fará muito bem, mas não varia muito daquilo... Fora da cama ele possivelmente nunca vai ter visto um filme europeu se quer"... (e vai escrever faço com dois s)

    ResponderExcluir
  15. Sou mais eu baiano pââi, de salvador , a pegada é diferenciada nego vey.

    ResponderExcluir
  16. Vdd...
    Namorei um carioca...aff!Cara se acha,eles só tem blz,pensam somente no corpo malhado,interesseiro...Resumindo carioca é homem só pra curtir...são miseráveis mão fechada,não serve nem p dar presente...sem futuro
    Apenas curta e Caia fora

    ResponderExcluir
  17. Sou mineira e moro em BH e acho os homens daqui (grande maioria) machistas e bem desinteressantes. Adoram mulheres que demonstram não estar afim deles e ficam insistindo. A mulher quando está correspondendo perde a graça. Qualquer coisa já acham que a mulher está gostando deles. Vários se acham, pq a cidade é cheia de mulheres mto bonitas pra se relacionar. Os mineiros de outras cidades não percebo desta forma... é bom deixar claro.

    ResponderExcluir