29.4.12

Irmão em Cristo


Há um tempo atrás fiz um post aqui no blog falando a cerca do amigo de trabalho do calopsita que é Testemunha de Jeová”.... Resumindo a historia, eles trabalham juntos e foram parceiros desde que o serviço começou. O cara é de Sampa e veio pra região pk casou com uma mulheer que conheceu na net.. A relação não deu certo e ela meio que, segundo ele, sem motivos contundetes o colocou pra fora de casa de uma hora pra outra. A solução naquele momento era dormir na rodoviaria e voltar pra São Paulo no dia seguinte, abandonando seu emprego.

No dia em que soube de tudo, ainda não o conehcia, mas combinei com o calopsita de leva-lo num lugar que alugava uma kitnet bacana e com um preço em conta... Chegando lá já estava alugada... E ai que mesmo nós sendo um casal gay e ele sendo TJ ofereci a minha casa. É valido lembrar que também moro numa kit e isso fez com que ele convivesse com a gente muito de perto.

No fim da historia ele resolveu alugar uma kit do lado da nossa... Fiz contato com a locatária, tentei adiantar as coisas. Ele levou duas semanas e pouco aqui em casa até que foi pra lá. Desde então mantemos uma relação de camaradagem. A mãe dele sempre liga pro nosso fixo pra falar com ele, as vezes quando faço uma comida diferente o convido, ele volta e meia pega algo emprestado, eu volta emeia peço pra ele ajudar com algum serviço pk ele tem uma caixa de ferramentas dos sonhos... Enfim.. Parceiros!!!

Antes de continuar... Dois Adendos


1 – Namorido comprou um tablet semana passada, mas por motivos diversos acabou cancelando a compra.

2 – Eles atuam numa empresa, mas são terceirizados, namorido tá fazendo um curso que tem o cargo na empresa que atuam e deixou um curriculo lá pra tentar um estagio.... Receberia melhor e teria mais beneficios. TJ tem apoiado muito ele nisso...


Daí que namorido começou a sentir ele muito estranho, no serviço eles são três trabalhando juntos e volta e meia ele chegava e os outros dois paravam de falar. Pois bem, ele fez algo que acho moralmente questionavel e o meu normal era falar muito, mas o resultado me surpreendeu tanto que virou detalhe.

Namorido saiu e deixou o celular dele gravando... E minha gente.... Eu n sei se foi uma coscidencia ou se eles de fato passam a vida dando conta da minha, mas confesso que fiquei de cara.

Dentre os absurdos estavam os seguintes:

  • Dizia ue namorido tah fazendo curso de inglês e que deve pensar que eles dois são dois burros e que ele vai pra frente e eles não, Que ele só comprou o tablet pra se mostrar (ahan, ele vive em função deles.. Faz inglês pra humilhar eles, compra coisas pra humilhar e tals)....
  • Disse que ele é tão sortudo que é capaz de conseguir entrar na empresa mesmo, pk é isso que eles querem, sujeito magrinho, com furo na orelha, cabelo espetadinho, sujeito homem trabalhador mesmo eles não dão oportunidade (pode ser que ele esteja certo, mas eu acho mais provavel que a empresa de oportunidade ao magrinho que tá fazendo curso, correndo trás e trabalhando enqto sujeito homem fica de tititi no horário de serviço.. Sei lá.. Me parece mais coerente),
  • Diz também que namorado fica na internet dia inteiro em vez de estudar (e ele vigiando)
  • E por fim que a gente tem a paradinha de gravar programas na TV ac abo e só grava programa de viadinho mesmo, programa de fofoca e tals (e tantas e tantas veze ele chega aqui em casa e assiste o que estamos vendo de gravação)...

Eu só sei, gente.. Que com esse sujeitohomemcristãotrabalhador morando do lado da minha casa minhas plantas não vingaram nunca mais.. To pensando em pedir um pastor pra vir aqui em casa repreender todo encosto de ivneja e mal dizer.

Namorido não me autorizou falar nada.. To quase tendo um cancer.. Intalado mesmo... Mas eu não me arrependo de ter dado a chave da minha porta pra esse merda um dia... Se pudesse voltar no tempo faria a mesma coisa, não o deixaria dormir na rua e voltar a toque de caixa, pk GRAÇAS A DEUS sou viadinho e não sujeitohomemcristãotrabalhador e aprendi na minha casa de gente degenerada que quem não vive pra servir não serve pra viver.

Minha mãe costumava dizer que enqto a carroagem passa os cães ladrão, gente assim nunca vai a frente.. Não há tempo... Se morrerem as plantas eu compro outras... Qto energia negativa ele tiver pra colocar eu tenho pra trabalhar.


 Não acho que ele seja necessariamente ruim, mas sabe-se lá pk tem um nítido sentimento de inferioridade  (e eu já havia percebido) que em alguns casos pode se manifestar apenas numa baixa autoestima e em outros num sentimento mais nocivo.

Pra mim fica só um gosto de decepção mesmo.. É uma pena que ele não era quem eu pensei... Pena mais pra ele do que pra mim, que Deus sabe qtas vezes carregou e ainda vai carregar na vida esse incomodo que enxerga no outro qdo na verdade está dentro dele mesmo... Qtas e qtas vezes vai seguir se sentindo injustiçado com a vitoria alheia sem perceber que ele tb é capaz de vencer, pk é inteligente pra isso, falta apenas olhar pra frente em vez de olhar pros lados, procurando suas ambições e não as dos outros.. É uma pena mesmo.



27.4.12

Daí-me Paciência, Oh Pai!!!





SMS dia 21/04/2012
Gato, meu amigo. To indo pra Sampa conhecer um casal, se eu não der notícias até segunda o cel deles é xxxxx e xxxxxx o nome de um deles é xxxxxxx, ta no meu face. Beijos, Amigo!!!
SMS dia 21/04/2012
Cheguei, o namorado do xxxxxx é lindo, cheiroso e gostoso, quero pra mim.
SMS dia 22/04/2012
Gato, não nasci pra sair com casal tenho ciúmes dos dois, uma merda!!!
SMS dia 22/04/2012
Gato já cheguei em casa meio confuso, mas bem! Beijos amigo, te amo, viu??
SMS dia 24/04/2012
Gato, eu sou uma besta passei o dia triste por eles não me ligarem e agora um sms me deixa todo bobo!
SMS dia 27/04/2012
Gato, acabei de levar um “fora” do menino de Sampa... kkkkkkkk... Mas to bem, agora quero um só pra mim.

Olha só.. EU não tenho paciência nenhuma.. Além dos SMS foram algumas ligações em que eu fui TOTALMENTE IMPACIENTE. Veja bem... As pessoas me contam coisas, isso é quase um dom e veio bem antes da profissão, já ganhei fama de fofoqueiro simplesmente pk ouço.. Ouço tudo de todo mundo, nego senta na minha frente e se abre feito uma mala velha.. E eu.. Ouço, né???

Acho que talvez essa coisa de ouvir seja de fato o pulo do gato... Olho pras pessoas qdo estão falando, vivo suas historias, me pego a detalhes e não é incomum após o sujeito fazer um discurso de 25 minutos sem respirar eu alertar pra alguma contradição que foi dita no minuto 7. Não falo qq coisa pra poder dispensar e nem deixo de dar atenção a quem está do meu lado.. Seja amigo de anos, amigo virtual ou o peguete da esquina.

Por esse motivo ouço as historias mais esdrúxulas da vida e eu não julgo as pessoas, sabe??? Eu as entendo com suas contradições, inseguranças, nuances, falhas... Mas eu confesso que determinadas coisas realmente dão no meu saco e eu tenho dificuldade até de explicar. Dia desses um amigo disse que eu tinha dificuldade pra explicar coisas que são obvias pra mim e tenho mesmo... É bem verdade que nem sempre o que é obvio pra mim é no padrão médio de comportamento, mas ainda sim eventualmente rola esse problema na tecla SAP.

Minha impaciência na história acima não está no fato do garoto ter se apaixonado pelo casal, acho super-possivel e uma grande bobagem essa coisa de que vc só pode estar apaixonado por uma única pessoa. As pessoas criam regras pra tudo e nessa onda me colocam limites na quantidade de pessoas por quem nego pode se apaixonar como se isso fosse matemática... Talvez esse código de condutas as deixe menos inseguras e mais firmes nos seus direcionamentos, afinal o caminho fica tão bem marcado que é difícil de errar. Porém, gostem da idéia ou não, as coisas não são simples assim... Não que eu ache isso legal.. Não fui que criei o gênio humano... Mas é assim, oras.. Fazer o que?? Negar não resolve nada. Conviva com o fato que os eu marido a qq momento pode se apaixonar por outro (a) e eteja pronto pra tudo.

De mais a mais nesse caso se apaixonar por dois, pra mim, é direcionar o sentimento pra uma coisa só.. É uma mesma historia... Ele enviava sms duplicado pra ambos. Assim fica mais fácil ainda de acontecer.

Mas o que me irrita é a velocidade das coisas, a atenção que se despende e pior, me participar disso pra eu ta dando toda minha dedicação em torno de algo que não tem o mínimo sentido..

Tah ok.. O cara conheceu um casal na net e resolveu ir pra outra cidade encontrar com eles... Loucura, mas quem nunca, né??? E quem sou eu pra falar??? Jamais!!!

Ai ele vai e se sente envolvido pelo casal... Tah, começou a complicar.. Mas não fui eu mesmo que disse que não é matemática??? Ok.. Só que ai ele começa a sentir ciúme do casal... O negocio começa a ficar cagado... E ele começa a se sentir o namoradinho... E começa uma cagassão sem fim...



Pra inicio de conversa eu concordo com Fernanda Young que diz que não participa de suruba pk não é generosa.. Suruba é coisa pra gente generosa... Ainda mais ménage com um casal.. Vc pode se sentir mais atraído por um, mas o prazer tah na sacanagem... Tantas possibilidades com esse monte de pinto e cu e vc fica babando ovo de um só, sabe??? Dessa maneira deixa de explorar as potencialidades existentes no jogo.. Perde muito da graça do processo e gera um constrangimento mega desagradável.

Sentir ciúme do casal não tem NENHUM sentido.. Claro que eles têm afinidades entre eles, mas nesta noite, Bem.. Vc é a cereja do bolo... O sentimento faz muito sentido qdo está num contexto de: “Prefiro A”.. Se vc prefere A é pk não conseguiu vivenciar o todo e ai monta-se uma atmosfera meio que excludente, que não faz o menor sentido no contexto e proporciona essa coisa de se sentir mal em ver os outros dois...Se existisse um manual do ménage a regra número 1 seria ligada a NÃO EXCLUSÃO, pk do contrário vc descaracterizaria a prática.

Se durante já foi errado depois pior ainda... Conheci uma casal que namorava há 9 anos, neste períodos os dois namoraram dois caras... Um por um ano e meio e outro por 9 meses.. Super possível, mas nunca seria se alguém tivesse na vibe “quero só pra mim’... Não sabe brincar não desce pro play, minha gente!!!

Em cinco dias nego me vai pra um ménage, sente ciúmes, se diz apaixonado e depois “acabou, mas, to bem’.. É claro que tah bem... Não tem motivo pro contrário, uma vez um amigo disse algo brilhante com relação a adolescentes.. Dizia que mentes pequenas transformam qq coisa em grandiosa... Não que todo adolescente tenha mente pequena, mas o fato de ter pouca experiência faz pensar que o trocador que te encarou por mais de 30 segundos é o homem da sua vida.

Só que.. Opa.. Não temos um adolescente nessa história, temos um homem adulto, que passou não sei qto tempo em Nova York há pouco tempo, universitário... NÃO TEM CABIMENTO... Outro amigo esses dias falava a cerca do cara que tava “meio namorando, meio ficando” há uma semana. Disse ter tido a impressão de ver um homem sair da casa dele e que se fosse isso ele ia ver o que ia acontecer... E tipo falou isso na cara do muleke, sabe??? Sendo o muleke com 20 e ele com 32.. O que ia acontecer??? Ele ia matar os “amantes”??? E ai eles iam morrer e ele ia ficar na cadeia o resto da vida por causa de um ficante de uma semana???? Oi??? Pode isso, Arnaldo???

E esse povo sempre vem com mimimi de que foi muito intenso e que essa coisa de tempo é o de menos.. De menos o cassete, a gente não pode ser tão passional, é preciso ter o mínimo de racionalidade, eu posso até querer matar o sujeito, mas jamais verbalizar isso, menos ainda ficando com o cara há uma semana.. O nome disso é bom senso, ainda mais qdo sou o mais velho da relação, cabe a mim o papel de nivelar por cima.

Mas enfim, voltando a historia que motivou o post.. Ela termina assim... Com um “KKKKKK”... Minha teoria??? Gente feia se apega fácil.. Fato.. Nego deu uma atenção e ta achando que ta apaixonado.. Mentira, ta é encantando com a possibilidade de ter uma foda fixa boa... Sou gordinho e isso me tira dos padrões, pedi a vida inteira a Deus pra não me fazer passar o ridículo do urso carente... Aliás, mais do que isso.. Peço sempre iluminação pra poder enxergar e saber vivenciar as negações da vida.. O “não”, o “fim”, o “não é pra mim”, o “nunca” e etc etc etc... E vendo isso só tenho que ser grato à graça alcançada.


Deus, Seu Lindo!!!
Vlw

As diversas Faces de Ana Maria Braga!!!




Um dia ela veio de Madonna...




O povo não perdoou... Mas ela persistiu...

Amy Winehouse



Brigitte Bardot

E hj ela resolveu fazer uma homenagem ao Charme...



 E ficou a cara do...
Pê Lanza



Meu Deus, pk ela não para???
Pk ela não para???
Pk???

25.4.12

Uns Poetas




Ai gente... Música nova de Valeska e Catra.. AMEEEEIIII!!!

Acho o Catra um escoto, devo dizer... E curto Valeska enqto.. É… Digamos... Artista, né??? Artista sim...

E daí eu realmente gosto da poesia de Valeska em diversos momentos, masa nada pode se comaprar essa dleicinha de melodia. Fiquei fã e não consigo parar de cantarolar... Coisa linda de se ouvir.

23.4.12

Toda Babada V (Blogsville Version)

E foi ontem que o blogueiro delicia Fred exibiu algumas fotos do ensaio que fez pro site da sua empresa.

O problema todo é que o gato é míope e viu tudo embassadíssimo em especial nesta foto aqui:




Não adiantava.. O gato limpava o olho....




 ... E só via assim:



Claro que aquele que revela todos os volumes, teria o seu volume revelado.... É bem verdade que quem acompanha o seu blog a mais tempo já viu esse pacote em cuecas, ciroulas e afins.... Mas pegando assim.. Da um plus, sabe??? Melhor que isso só se  da próxima vier em 3D (Fika a Dika)...


#TODASEMOCIONA

Ps. Algo me diz que noite que vem eu vou dormir no sofá, mas se n fizesse esse post morria.

20.4.12

Nossa Senhora Da Blogsfera a Senhora é uma graça!!!




Nossa Senhora da Blogsfera sempre brincalhona essa danada.... Às vezes ela da as graças por aqui, funciona da seguinte forma.. Eu falo de algum assunto aqui no blog, comento sobre algo, reclamo de alguma coisa e opa... De repente algo acontece a cerca daquilo que falei...

Hoje aconteceu de novo, após dois posts seguidos falando sobre Painho e da sua cara de pau em me espetar ao falar de presença quando ele mesmo sempre foi o retrato da ausência usei como um exemplo uma história simples. O trecho foi esse:

"Enquanto eu cobrei dele esse papel eu sofri, depois que deixei de cobrar as coisas ficaram ótimas... Vou dar um exemplo tolo... Desde que mudei de cidade liguei para o meu pai e pedi um favor... Dentre as milhares de coisas que ele faz uma é ter a representação de uns materiais de segurança... Como a casa em que moro é muito desprotegida, com um portão muito baixo, de frente pra rua, pedi para que colocasse pra mim um sensor e um alarme na minha varanda. Sendo que as nossas cidades são bem distantes, pedi então que quando um dia, por ventura viesse a minha cidade, que me fizesse esse favor.

Pois bem.. Morando aqui há oito meses eu, no lugar dele, já teria vindo nem que fosse somente para ver as condições em que o filho está vivendo... Mas tah beleza, não veio, mesmo sabendo que minha segurança de alguma forma ta ameaçada e ele pode fazer algo... Daí dia desses por telefone ele me disse que passou por aqui, mas que foi muito rápido e por isso não deu tempo de avisar e nem de me encontrar.. E tipo.. Faz pelo menos seis meses que a gente não se ve..."

E ai que ontem eu vim aqui pra minha cidade natal e pedi a ele umas passagens pk ele tem rio card da empresa e não usa e tals... Beleza... Passei os dias e horários que viria... Tipo.. Ele sabia  qdo eu viria... Vim ontem no fim da tarde hj de manha ele me ligou dizendo que tava na cidade em que moro e se eu não queria ir com ele... Bem... Até ai tudo bem, afinal de contas ele não sabia exatamente qdo eu iria, mas sim.. Poderia ter ligado antes.

Ok.. Hj no fim da tarde nos encontramos.. Como sempre falamos sobre tudo, ele é muito bom de papo e as coisas fluíam, qdo me deixou em casa cobrei dele a cerca das paradinhas de segurança... Ele me abre o porta-malas, mostra o que eu pedi há meses pra ele e diz: Tenho isso sobrando ai há um tempo, se a gente tivesse marcado...

É.. Se a gente tivesse, né??? Mas isso não vai nunca, né?? Pk a gente nunca marca, né??? Ai depois vai pra internet fazer o abandonado, né??? Tomar no cu, né??? E se eu fico puto é pk eu guardo cólera, né??? Tenho que ser nobre, né??? Tenho que ser superior, né??? Tenho fazer tratamento, né??? Ai meu cu, né???

Uma TPM

Dia desses estava vendo uns videos da Dani Calabresa no You tube e vi um que me fez muito lembrar o Fred e suas sessões culinárias (em especial a partir do minuto 02:13) em que eles nos da receita aproveitando os restinhos da geladeira com amora e gorgonzola, mostra a decoração mega sofisticadas das suas pequenas reuniões com seus amigos, mostra que tb faz festa na lage com fotos da carne mais suculenta do mundo a beira da sua piscina, ou ainda escreve poeticamente a cerca da invejável espontaneidade/autenticidade de uma mulher comendo um churros na rua, tamanha a sua distancia do corriqueiro fato.

Segue ai o video.. Meio Ana Maria Braga, Meio Fred de TPM....



19.4.12

Missão Impossivel



Não Senhores, não é um post sobre o clássico filme do Tom Cruise e sim do programa da Rádio Jovem Pan SP que passa de Quarta a Sexta feiras das 17:00 as 19:00 e que eu amoooooo!!!! Muito tempo que eu não acompanhava um programa de rádio, mas tanto eu quanto calopsita adoramos a atração e ela me faz acreditar que eu deveria ter feito Rádio e TV, pk embora ame meu trabalho por vezes sou obrigado a fazer coisas chatas e ele é punk, mas eu poderia passsar a vida inteira fazendo o que eles fazem sem o menor sacrificio.. Aliás, aqui em casa eu já faço, eu e namorido discutimos em todos os casos, votamos no pior e etc.

O programa se trata do seguinte... Alguém liga pra lá com algum problema de ordem amorosa... Bob Fernandez, Ligia Mendes e Evandro Santo ouvem, opinão, se metem e por fim ligam pra pessoa que o problema foi causado na tentativa de resolver o mal entendido.

Ligia e Evandro fazem a atração.. Falam coisa engraçadas, gongam e dão as opiniões mais consistentes... Ela faz a linha brava, mas divertida e ele ácido, total bicha má.... Bob acaba sendo o elemento básico no meio de tanta acidez é quem fala “alô, terra chamando” quando os dois viajam muito no humor e esquecem que tem alguém do outro aldo da linha.

O programa segue no ar há três anos e há pouco tempo ganhou mais um dia na semana... Olha... Minha tristeza é não ter descoberto antes... Amo... Passa exatamente na hora que chego no trabalho.. E enqto dou beijo no marido, preparo um lanche, tomo um banho, vou ouvindo e gargalhando.

Como também não pode deixar de faltar numa rádio a música também é ótima... Já baixei todas e toda vez que ouço uma diferente corro pro 4shared.

É isso meninos.... Fica a dica então... Bateu uma saudade das entrevistas até... Acho que eram legais e eu curtia bastante fazer, de repente invento outra forma de podcast inspirado pelo missão.... Vai saber!!!





15.4.12

Querido Leitor do Yag...



Essa será a mais nova sessão do Yag.. E por que????

Por que eu amo olhar as estatísticas do meu blog e ver as coisas absurdas (e normalmente pornográficas) que trazem as pessoas aqui. No momento da busca o google junta palavras e expressões de posts diversos e ai aparece nego aqui caçando coisas que até eu me pergunto como chegou.

Agora com o novo quadro resolvi compartilhar com vocês a pesquisa de palavras-chave do meu blog e mais... Elucidar algumas expressões no caso de algum desses leitores voltarem. Surge então o “Querido Leitor do Yag”... E te segura Rosana Hermman!!!

A Lista da Semana:





1 – Foto de Yudi de Cueca - Na nossa lista de palavras-chave da semana encontramos uma expressão que volta e meia está ai que é “Yudi de Cueca”... Querido Leitor do Yag, sinto em te informar, mas a foto em questão infelizmente não existe.. Eu juro que adoraria que sim, já super-cacei, uma vez que tanta gente vem buscar imaginei que de repente elas pudessem existir, mas nem sem camisa você encontra, honey.

O que acontece é que ao jogar “Yudi de Cueca” no google aparece essa imagem:





A segunda foto é do ator Ricardo Tozzi interpretando o Douglas de insensato coração numa foto de cueca nestepost em que lamentava o final da novela  devido aos saradões de cueca que compunham a trama. No mesmo mês fiz um post comentando sobre um video do Yudi em que nego chama ele de viadinho no ar. Pronto, daí o google juntou os nomes e o sujeito vaia trás do Yudi de cueca, se empolga ao ver a foto do Ricardo Tozzi (confundir é que não confundem) e cai aqui... No Yaguinho.



2 – gay como engatar macho alpha hetero – Acho que nem nunca escrevi a palavra “engatar” na minha vida e certamente quem caiu aqui a procura dessa expressão deve ter caido em alguma crítica minha por quem vive essa busca. Querido Leitor do Yag, acorda pra cuspir... Se ele é hetero ele não vai te querer, se fudeu contigo é tão gay quanto você.... Pode ser que engane sua eposa, pode ser que não tenha tido a sua coragem de assumir isso, mas veja bem... É gay!!! Para de babar ovo em cima desse estereotipo... Beleza que você ache viril, afinal a imagem da virilidade masculina contruida em nossas cabeças está no padrão heterossexual de comportamento, mas não se esqueça que afinidades são impotantes pro sucesso de uma relação e a figura do típico homem heterossexual (que anda caindo em desuso até para as mulheres) arrota, peida e ri do zorra total. Não é incomum as mulheres qualificarem um estereotipo gay como um homem perfeito.. Qtas vezes já não ouviu uma amiga falar: “Ele era bonito, inteligente, na casa dos 30, solteiro, gostava de filme europeu, era educado.. Só podia ser gay”... Então, meu anjo.. Como eu já disse aqui outrora.. A ideia de mamar um macho enqto ele toma uma breja e assiste um futiba na TV pode parecer até legal, só que quando isso passa a ser todo domigo.. Creia, torna-se um transtorno.

3 - Quando homem diz que te adora - Nego em geral cai aqui com e sa expressão em função desse post,em que falo sobre as expressões “eu te adoro” e “eu te amo”... O post em questão foi linkado por alguém, que não sei quem é, no yahoo perguntas, quando questionaram a diferença entre as duas expressões. 




Volta e meia a expressão aparece aqui, na semana passada também tinha uma que dizia “eu digo eu te amo e ele diz eu te adoro”... Querido Leitor do Yag... E daí???? Veja bem, amada (digo amada que com certeza a pergunta veio de uma mulher e nem adianta me chamar de machista pk não sou, o mundo que é)... “eu te amo” não é moeda de troca.. Problema nenhum se você diz e ele não, você está neste momento e ele não, mas não significa que não esteja caminhado... Aliás, possivelmente estar mesmo, pk ele está sendo honesto e gentil com você, seria muito mais fácil mentir como a a maioria faz.. Então certamente o rapaz a considera mais do que a grande maioria das pessoas que diriam “eu te amo” pra não ser desagradável. DIminui um pouco a frequencia na declaração e continua investindo.

4 – Trompowsky – Esse leitor chegou aqui por causa desse post em que falo do edital cagadíssimo para prefeitura da minha cidade... A prova passou, váias foram canceladas, vários gabaritos questionáveis e ai aparece nego buscando sobre a fundação que “organizou” o concurso... Querido Leitor do Yag.. Uma dica?? Procure sobre a fundação antes de fazer o concurso na próxima vez.

Termina aqui a nossa mais nova sessão...
Um Beijo do Gatinho!!!!



13.4.12

Esqueceram de mim!!!




Puta Merda....

Hoje.. Hoje... Hoje....

O Yag completa 3 anos e eu simplesmente esqueci...

Puta merda.. Merecia um post solene, ano passado eu não consegui fazer nada tá pk não tava em casa e fiquei todo mal por isso e hoje super-dava, mas eu simplesmente esqueci...

Então me resta apenas fazer o registro, nesta sexta feira 13 em que o Yag completa 3 aninhos seguindo assim.. Na contra-mão.

É mixuruca, mas foi o que essa minha memoria de velha permitiu!!!

Kilos de merda na cruz....


Hj de manha eu li os comentários dos meus queridos leitores no post anterior... E tive a certeza do final do post... Eu taquei bosta na cruz... No mínimo 1kg.... Muita bosta mesmo... Fui com um latão, tiveram que me segurar e gritavam: Meu Deus pk essa pessoa não para de tacar tanta merda no nazareno??? Eu tava compulsivo....

Ok...

*respiração profunda

1, 2, 3, 4, 5... seeeeis... 7... 8... 9... 10.

Agora sim... To bem...


Vamos lá... Eu não precisava fazer esse post e nego vai dizer que minha irritação e a necessidade de estar me explicando é pk me toca, me dói, é pertinente e tals... E naturalmente toca de alguma forma, mas não é da maneira que pode parecer.... De alguma forma vcs devem ter feito o papel das vozes da minha consciência e é a isso que eu devo estar respondendo.

Eu entendo que vcs não conhecem e nem tem elementos suficientes e julgaram de acordo com a minha fala num momento de ira. É claro que eu tb poderia contar “n” historias e dar mil exemplos que me levaram há um determinado lugar... Mas a questão também não é essa.

Vamos lá... A fala do Foxx, Cesinha e Toni remetem a um sentimento meio que mal resolvido, há existência de algo que precisa de outro encaminhamento. Quando na verdade não há nada de mal resolvido aqui.. Está tudo mega resolvido... Super-bem-resolvido.. A questão é que existem soluções para além de um ideal de família feliz e embora a relação pai e filho seja uma relação importante eu descobri que é possível viver sem ela e em determinados casos até aconselhável.

Entendo que em uma cultura que a todo o momento aponta a família como célula nuclear e base de todas as coisas, é realmente complicado imaginar a possibilidade de haver algo de fato bem resolvido se não terminar com um ideal montado de família feliz. Eu de certa forma partilho desse pensamento, aliás meus problemas com meus pais se dão exatamente pelo fato deles não partilharem... Acredito que sou um irmão muito melhor pra minha irmã do que o meu pai é pai e um neto muito melhor pra a minha avó do que a minha mãe é filha. Não acho que o caminho que as coisas se deram foi o melhor, mas foi o possível, foi à escolha que me trouxe paz de espírito.

Foxx pergunta se não é minha responsabilidade, agora adulto reverter isso.. Eu não me tornei adulto hj, tentativas foram feitas... E a cada frustração era um soco na boca do um estomago. Diferente do que pode parecer não tenho uma relação ruim com meu pai... Ele é uma companhia agradável... Gosto de fazer viagens com ele, por exemplo, a gente vai falando de todos os assuntos no trecho, ele fala de BBB a política internacional... Ele é realmente uma companhia muito agradável, só não é bom pai...

Enquanto eu cobrei dele esse papel eu sofri, depois que deixei de cobrar as coisas ficaram ótimas... Vou dar um exemplo tolo... Desde que mudei de cidade liguei para o meu pai e pedi um favor... Dentre as milhares de coisas que ele faz uma é ter a representação de uns materiais de segurança... Como a casa em que moro é muito desprotegida, com um portão muito baixo, de frente pra rua, pedi para que colocasse pra mim um sensor e um alarme na minha varanda. Sendo que as nossas cidades são bem distantes, pedi então que quando um dia, por ventura viesse a minha cidade, que me fizesse esse favor.

Pois bem.. Morando aqui há oito meses eu, no lugar dele, já teria vindo nem que fosse somente para ver as condições em que o filho está vivendo... Mas tah beleza, não veio, mesmo sabendo que minha segurança de alguma forma ta ameaçada e ele pode fazer algo... Daí dia desses por telefone ele me disse que passou por aqui, mas que foi muito rápido e por isso não deu tempo de avisar e nem de me encontrar.. E tipo.. Faz pelo menos seis meses que a gente não se ve...

Vc sofreu com isso??? Nem eu... Na verdade eu se quer me lembrava disso, lembrei qdo vim fazer esse post, pk fique puxando nos arquivos da minha mente alguns fatos, pk os meus sentimentos e comportamento com meu pai não são raciocinados, pensados e analisados... Eu simplesmente incorporei um comportamento e ajo naturalmente... Eu não espero mais que ele corresponda o que me parece razoável pra um pai e fico ótimo com isso.

Porém, eventualmente eu fico puto pk meu pai vive um universo particular e por vezes me força a participar dele como da vez que descrevi aqui no blog em que me pediu para ir num evento da sua igreja que era ‘A família de Deus no altar de Cristo’... Eu fui... Amaldiçoando até a décima geração, mas fui... Com uma blusa de São Jorge, mas fui... E pk??? Pk é uma relação que de fato é importante pra mim, como Cesinha colocou... Mas é uma outra importância, ela ocupa outro lugar.. Ainda ligo, ainda conto, ainda recorro mesmo que em menor escala e as eventualmente ele até atende uma coisa ou outra... Mas não crio mais expectativas que ele haja de forma condizente a minha fantasia paterna.

Não se trata de uma situação mal resolvida como colocou o Toni, é super-bem-resolvido.. Eu fiz uma escolha de tirar a realização do meu ideal de família de cima do colo do meu pai e resolvi vive-la com quem estava disposto de fato a isso... Vivo com minhas primas, com a minha avó, com algumas tias, com minha irmã, com meus amigos, com meu marido... Mas não vivo com ele, podia ser diferente, mas não é e eu não vou esperar que um dia seja... Fiquei anos esperando que uma porta se abrisse, não podendo fazer isso eu fiz o que estava ao meu alcance... Eu fechei.

Toni da a entender que guardei cólera... Não acho que guardei, não... Não mesmo... Fico puto qdo ele ou qq um me faz uma acusação que considero injusta... Pelo menos eu acho isso, mas pode ser tb que Toni esteja certo pk a verdade é que pra mim o sentido da vida está nos laços que se constrói, pensando dessa maneira eu sou muito grato a quem me faz um bem... Guardo pela eternidade... Mas tb não esqueço um mal.. Sou rancoroso??? Talvez.. Só acho que qdo nego te faz mal uma vez a culpa dele, qdo faz duas à culpa é sua e não dou esse mole... Sei lá que nome as pessoas dão a isso, mas eu to bem assim... Dando a cada um o gato que merece... Não me apaixono por cafajeste, não amo mais o pior filho, não dou mais valor ao amigo faltoso, não encho copo de água de ng enqto morro de sede.

É isso!!!

12.4.12

Ai mundo cretino, assim você me mata!!!

Daí que eu tive o pai mais ausente da vida... Eu pooeria ficar aqui falando horas de toda nossa historia e de toda sua ausencia e se você acompanha o blog a mais tempo deve até saber, mas olha.. Juro que nem vale a pena!!!

Sempre digo que não é o divorcio que faz um pai ausente e sim a sua postura pós divorcio e o meu pai foi cagadíssimo vida a fora, mas ok.. Hj temos uma “””relação”””” cordial.. Distante quase sempre, nula quase sempre, zero quase sempre.. Mas cordial quando acontece.

E por que??? Pk eu resolvi relevar tudo, e cagar pra tudo, e não fazer mais questão de nada (mais ou menos como tneho feito com minha mãe também)... O que casou com o que no fundo ele sempre quis, pk meu pai é PHD em se fazer de doido... Tipo..

Casou com a atual esposa dele sem que eu ou minha irmã soubéssemos e deixou um álbum “sem querer” em cima da mesa da cozinha da minha avó.. E quando olhamos pra ele chocado e perguntamos... “Você casou???”... Ele respodeu com a maior das naturaliades “é... ué”...

Das poucas vezes que visitava a casa dele, ele falava que eu tinha de ficar mais ligado pk eu não sabia onde ficavam as coisas, como se eu fosse um grande frequentador e eu poderia passar o resto da minha vida falando de episódios em que meu pai simplesmente faz de conta que somos uma família de comercial de margarina quando na verdade nós somos pessoas com laços consanguineos que se falam eventualmente.

Pois bem.. Essa é a situação.... E daí que papai tah no meu FB, ele raramente fala algo, mas enfim.. Tah lá... E dia desses postei essa foto (que naturalmente não foi pra ele, mal lembro que ele tah no meu FB)...





E ele teve a pachorra de comentar: ué, você sabe disso???

Oi??? É isso memso produção?? Pode isso, Arnaldo??? É muita cara de pau.. E eu??? Gargalhei aqui... Ligueio pra minha irmã e ela atendeu dizendo:

“eu vi, é muita carassa”...

Dei uma resposta qualquer e.. .E é isso., minha gente... Sou eu que sou um filho ausente.. Não é ele que tem a relação que contrui com sua spróprias mãos desde a vida inteira.

Enfim.. Eu devo ter tacado merda na cruz, só pode!!!


11.4.12

Umas dúvidas...


Dua dúvidas...

Gente eu sou o único que acha o Dollynho, assustador???
Olha isso....


Ele com essa cara estranha falando com essa voz esquisita e esse olho arregalado falando:

Eu sou Dollynho,s eu amiguiiiinho”....

DEUS-ME-LIRE-E-GUARDE-TRÊS-VEZES

E a Xuxa, gente??? Com aquela risada estranha dela.... De criança.... E aquela voz estranhíssima tb... Vou mostrar um video ai em baixo, assistam só o primeiro minuto , por favor.


Sou só eu que acha isso muito esquisito???
Eu tenho motivo pra ter medo??
Será que é falta de Jesus esse meu medo???


Sei lá.. Pk Xuxa, Dollynho e outras coisas muito estranhas são voltadas pra criança e tals.. Será que ng tah vendo que tem alguma coisa errada???? Ou não tem??? Sou eu que to ficando doido????

Ajuda eu???

10.4.12

Recado pro Neymar...


Ou para com essa porra dessa franja ou eu vou parar de te defender , ok???




Não adianta apelar.... Não defendo!!!!




Band


E o pânico na TV foi pra Band e, na minha opinião, a emissora entra no pário com força na busca pelo terceiro lugar da audiencia, quisá o segundo.

A band, pra mim, sempre serviu como referencia de um canal chato de esportes, que de um tempo pra cá anda investido em algum humor e que sabe aproveitar bem seus funcionários.

Com um elenco de apresentadores talentosos a emissora é conhecida por investir nos projetos levados por eles mesmo. No CQC deu um programa individual pro Marco Luque que não foi a frente, mas o “Agora é tarde” do Danilo Gentilli tem dado cada vez mais certo, o programa passou a ser exibido 4 vezes por semana.



No inicio do ano, com a sáida do CQC de férias entrou “mulheres ricas”, sucesso no IBOPE e que alavancou mais cinco pessoas públicas que a emissora tá sabendo aproveitar.






Adriane Galisteu com cinco blogueiros investe no seu “muito mais”, um programa desses da tarde de fofoca, mas com uma roupagem mais modernosa e todo o estilo que a apresentadora costuma empregar nos seus projetos. Eventualmente também apresenta o reality de moda, projeto fashion, com o morto-vivo Alexandre Hercovitchi... Assisti alguns episódios e achei até legalzinho.




"A liga", segue sendo, na minha opinião, um dos melhores programas da TV aberta, seguindo uma linha de documentários, com temas polêmicos, sempre mostrando de forma muito profissional, tem todo um tipão de programa de TV fechada. Na mesma linha (documentário) tem o “Brasileiros Pelo Mundo” que entrou no ar junto com o mulheres ricas... O programa é super-bacana, mostrando alguma cidade do mundo, sob a ótica de algum brasileiro que vive lá há um tempo.  




Datena um escrotíssimo, cagadíssimo, sempre, mas não deixa de ser um nome de peso na emissora, que agora vai apresentar, além do medonhento Brasil Urgente,  o "Quem Fica em Pé"... Um talk show de formato internacional.





Otavio Mesquita, geral gonga, mas eu realmente gosto.. Sempre gostei.. Dele, do programa, da bancada.. Enfim... Permanece na emissora firme e forte.


Nessa semana começa um reality que me pareceu bem bacana, gravado na Namíbia, Etiópia e Indonesia, onde famílias de classe média tem de viver em meio a tribos, participando de seus rituais e rotina, tendo de ser aceitos na busca de um premio de 250 mil reais.



E agora entra a galera do pânico, que eu acredito não faltar muito pra poder ter alguns de seus apresentadores em outros projetos, o que é ótimo pra eles, que não ficam agarrados apenas a aquele formato forever. Acho ate que o pânico não está na sua melhor fase e esperava um pouco mais de mudanças na nova empresa, mas tudo foi reproduzido de forma igual. De qq maneira não posso deixar de reconhecer o talento dos apresentadores do programa e suas capacidades de se reinventar sempre. O primeiro programa se manteve em segundo lugar na audiência e essa semana ficou em terceiro.



  


 No fim d  tudo acho que o Pânico ganha... Os apresentadores ganham... A Band Ganha... E o público ganha também... De repente temos mais uma ai, pra poder balançar com a hegemonia da globo.

Pk Zac???

O que leva um ator de sucesso internacional a aparecer na sacada de um hotel de cueca, com a mão dentro da calça e com a bunda de fora????

Você quer ser comentado Zac Efron?? É isso?? Ok.. Eu comento sobre vc...




É.. Corpo bacana, bunda boa...Depilado e  tals... Mas alguma coisa pra falar, produção??? Não, né??? Ah tah...

Beijos,  Zac!!!

9.4.12

"Divas"


E aí que nego começou, em terras brazucas, a entender que o mercado gay é um investimento rentável, né??? Daí que esse público que consome pop igual a draga vivia carente de referencias de pop nacional e se agarra em Claudia Leitte e outros bichos...

Monique Evans abraça durante muito tempo, Wanessa ex-camargo por agora... Lorena Simpson... Tah.. Até ai tudo bem, não to vendo problema nenhum com pessoas que fazem um investimento de produção voltado pra um determinado púlico que consome bem... Estamos ok... O problema é que começam a surgir uns negocio meio forçados... Adriana Bombom pra mim, é o maior exemplo disso até então.



Ela faz o que pode e o que não pode pra ser a diva gay e meu bem.. Ela não convence!!! Seguindo a mesma linha agora estamos com Kelly Key... Dia desses fiz um post sobre a nova música/Clip dela que tem toda uma vibe gay... Até curti... Acho que mesmo as músicas antigas dela, numa parceria com um bom DJ pode vender de alguma forma... Mããããs... Isso ai de baixo, já ficou meio forçado...





Não faz a linha “tá pensando que travesti é bagunça” de uma hora pra outra por que.. Olha.. Não convence!!!

Deus por favor desapareça da televisão...




Se ele é Deus e eu sou louca, mas ng
desconfia pois disfarçamos muito bem
Somos imortais.. A morte não existe...”

Paula Toller


Eu lembro que quando eu recebi a notícia do cancer de Reynaldo Gianecchinni fiquei meio sem reação.. O primeiro lugar que li sobre foi no TPM de Macho (nesse post aqui) e tão simplesmente comentei que nem sabia.

Devo confessar algo à vocês que na época nem comentei, tamanha a minha vergonha.... Mas o fato é que tenho um pouco de dificuldade de sentir pena de um homem na posição de Reynaldo Gianechinni, mesmo diante de uma doença dessas. Pk é akilo, né... Branco, heterossexual (até a página 20), rico, lindo de morrer, carismático, me chega na TV péssimo, mas como um galã na novela das oito e tah ai até hoje.. Ou seja... Um cu virao pra lua.

É claro que é uma doença grave, com um tratamento violentíssimos e a possibilidade da morte nivela as pessoas de todas as castas da sociedade... Nada é mais democrático que a morte. Porém não posso negar que logicamente é difrente quando se tem recursos para se enfrentar um cancer. Ainda que doente, Gianne certamente foi um privilegiado na sua doença... Mas ok, assumo que é escrotíssimo da minha parte pensar dessa maneira, já trabalhei numa ONG com pacientes oncológicos e sei que olhar tão de perto pra dentro do abismo que é a morte, com ou sem grana, é das experiencias existenciais mais punks que o homem pode viver.

No texto do Fred ele já me trazia um viés que era um tapa... A conclusão era a cerca do carnaval feito pela mídia, mas o corpo texto se fala da reação de imprensa e público quando um Deus se desmonta diante de nossos olhos e se mostra finito e humano.

Pois bem.... Nessa semana li que Reynaldo Gianecchini foi entrevistado por Marília Gabriela no programa da GNT e que no final após ler as palavras enviadas por uma fã, ficou emocionado, disse amar a apresentadora que lhe deu um selinho. Adoro a Marília Gabriela, mas domingo a noite é sempre complicado e ver outra coisa fora do meu roteiro, pk tem tanta coisa que eu gosto passando ao mesmo tempo... Sempre assisto uns três programas de uma vez e Gabi exige atenção... Eu sempre adorei Marília Gabriela e ela em geral me prende com suas entrevistas, inclusive a maratona dominical sempre termina com seu programa no SBT. Então resolvi gravar o programa para ver o badalado beijo e devia ser mais de 00:00 quando comecei a ver.

Primeiro deixa eu dizer que a imprenssa marron é foda mesmo, não foi nada como foi passado na internet, a ideia era que emocionado eles se beijam meio que num clima de revivel entre o casal.... Nada disso, ele passou a entrevista toda chamando ela de baixinha e ela ficava falando a cerca de toda sua participação nesse processo dando a entender que fazem parte da intimidade um do outro. No final ele lê a poesia, ela da o selinho com a naturalidade de quem sempre o faz e enquanto ela vai se despedindo ele diz “te amo” e ela responde um “tb te amo” educado e corrido.

Pois bem... Marilia Gabriela é uma sereia e sempre me prende, gravei pra ver o beijo, mas comecei vendo a entrevista e fui indo... E a verdade é que de todas as decepções a do beijo foi a menor. Se a doença desfez um Reynaldo Deus diante do público a entrevista mostrou que ele veio com garra para gritar por seu papel de Semideus...

Eu volta e meia uso aqui no blog a expressão “como um editor da Marie Claire” para me referir a o direcionamento de algumas pessoas, programas de TV, comentários e mais uma serie de colocações que abusam do politicamente correto, do comedido, do equilibado, do sensato e etc... Posicionamento que parecem fazer parte de um manual classe média Leblon de como se levar a vida. A Entrevista de Reynaldo Gianecchini foi uma ilustração perfeita da metáfora.

Marília Gabriela colocava em pauta a presença de uma morte próxima, a fragilidade da doença, o sentimento de estar tão somente a mercê da medicina e o galã (pk ali havia um galã e não um homem) dizia que em todo esse processo, mesmo sendo jovem, estando debilitado, tendo que interromper sua vida e seu trabalho, ainda sim em momento algum chorou de tristeza, ele só se emocionava era com o carinho das pessoas.... Que levou muito de boa a quimioterapia mesmo sendo “meio chatinho”... Encarou com muita naturalidade e serenidade a ideia da morte, sem medo algum... Declara não ter tido nenhuma reação de revolta ou tristeza durante o processo.

Num dos momentos falou algo que merece transcrição... A fala foi quando Gabi questionou o fato dele ter declarado que não chorou em nenhum momento, quando ela mesma viu um episódio desses... E ai ele respondeu:

Eu chorei sim, mas nunca foi de tristeza eu sempore chorei toda vez que eu constatava essa manifestação de amor, quando eu via esse amor.. Era uma coisa tão tocante que mexia demais comigo (Marilia Gabriela o interrompe e volta a questionar dizendo que ficou com pena quando o viu chorar e achou que era de medo)... Não.. Não.. Abslutamente... Mesmo... Nunca foi e eu não queria ser um super-heroi, pk eu não sou... Ng é... Eu não queria me fazer de forte... Era abolsutamente expontaneo, eu te falo super-de-verdade, eu não tive momento de tristeza... Não tive... Cada dia pra mim era uma descoberta tão bonita, mesmo, que tudo ficou tão pequeno, o sofrimento era tão pequeno perto de tudo de bonito que eu tava vivendo de todos os lados, das descobertas minhas internas e do amor que era movimentado e isso me emocionava demais, até hoje me emociona.. Eu fico muito emocionado quando eu vejo todo esse amor ainda...”

No fim de tudo conclui com uma vermelha e vistosa cereja no bolo... Pretende escrever um livro sobre a sua superação e reverter o dinheiro para instituições de caridade. Faltou alguma coisa???? Não, né??? E claro que ele não é e nem que ser um heroi... Tudo isso muito expontaneo.

Lembro que na época que trabalhava na ONG li um livro chamado “O cancer como ponto de mutação” e esse também foi o título do projeto que participavamos lá... A ideia era tentar a todo custo, com muito trabalho, refexão e introspecção fazer com que as pessoas chegassem no ponto que Reynaldo Gianecchini chegou com sacrificio zero.. Aliás acho que ele é o homem do sacrifício zero.Claro que existem pessoas que encaram de forma mais natural do que outras, mas também não é dessa amneira.

Na entrevista ele também fala que tinha perdido o pai há pouco tempo, o que pioraria esse processo, mas não para ele. Apesar de ter uma relação distante com o pai, nos últimos momentos falou tudo que precisava, de despediu de forma emocionada, abraçou o pai na maca e enquanto estava abraçado e dizendo que ele podia ir em paz agora, viu as taxas caindo no aparelho e começou a cantar no seu ouvido... Após essa experiencia mágica de novela das oito ele ressiginificou toda relação com o pai e é como se não tivesse mais ausencia e ele agora o sente a todo momento..

Ah vá toma no cu Reynanldo Gianechinni... Escrever livro pra ajudar a quem???? A você mesmo a manter sua perfeição??? Ao seu ego??? Pk a sensassão que eu tenho é que essa auto ajuda forçada, aqui em baixo, no reino dos mortais, não ajuda a ninguém.... Nego vai é se sentir péssimo diante de sua humanidade, de seus medos, suas pequenesas e ver que alguém vive isso com tanta naturalidade....

A entrevista me fez lembra u m pouco o blog do “alguém por ai” e das diversas vezes em que ele declarou não querer ler os manuais da vida feliz com HIV... “Alguém por ai” sim pode ajudar alguém, pk quem está diante do mesmo problema se identifica com o sofrimento e vê que mesmo quem sente igual a ele pode chegar a redenção... Que esse homem sofre, mas de pouco a pouco começa a seguir sua vida normal.

Lá pro fim da entrevista ele diz que está fazendo análise e ai eu pensei “finalmente reconhece uma fragilidade”, mas logo avisa que não foi pea doença e nem por nada disso, chegou na terapia dizendo que não estava ali por estar fragilizado pela doença, mas por que resolveu entrar numa aventura pra se conhecer... Gabi pergunta se tem sido dolorido (quem já fez análise sabe que é, por que toca-se numas coisas bem punk).. E ele diz que não, que lida bem com seus fantasmas e quem já enfrentou a morte que fantasma poderia assustar???

Existem fantasmas em vida pior do que a morte Reynaldo Gianecchini.. A expectativa de ser pefeito diante de um mundo de imperfeições talvez seja um deles... Fantasmas que pessoas como você todo os dias ajudam a criar com um leve tom de caridade.

Teria ganhado mais se tivesse visto a entrevista de Greatchen e Tammy no de frente com Gabi do SBT, que passou mais ou menos no mesmo horário... Vejo mais verdade nos 16 casamentos de Greatchen do que na luta contra o cancer de Gianechinni... Depois vcs não entendem por que eu gosto do trash, talvez por uma questão de proximidade, vejo mais verdade na Rede TV do que na GNT. 

7.4.12

Um eufemismo



 Dia desses eu fiz um post aqui no blog falando sobre uma praia de pegação gay que tem aqui na minha cidade, chamada praia virgem. No post em questão eu falo a cerca da luta e da garra homossexual que vai até o fim do mundo na buca do pau nosso de cada dia. Nele também postei fotografias do caminho passo a passo e do próprio ponto de desova (você pode conferir aqui).

Daí que eu tava dando uma olhada lá na estatítica do blog e encontrei praia virgem por mais de uma vez como uma expressão procurada no google. Curiosamente joguei “pria virgem” e “gay” no gooogle e vi que o meu blog era o terceiro. Tb dei uma olhada no primeiro e vi que se tratava de um blog gay badaladinho que tinha um post falando sobre praias gays. Tb percebi que o texto que eles colocaram lá a gente encontra em outros lugares na net, eu só não sei de onde que ele saiu... O lance é que idependente de onde venha uma coisa é certa... Ou quem fez nunca foi, ou é uma pessoa muuuuito generosa que realmente acredita que a cidade tem um potencial de turismo gay a ser explorado e deu o primeiro passinho de formiguinha dela em prol dessa causa, pk sinceramente... Nunca vi mais mentiroso...

Analisemos... O texto diz:

A Praia Virgem de Rio das Ostras é a primeira praia gay de Rio das Ostras, Regiãodos Lagos do Rio de Janeiro, cercada de mata verde, boa água para o banho e uma areia maravilhosa para o descanso, a Praia Virgem possui trilhas para um ótimo contato com a natureza e uma tranquilidade, onde amigos e casais homossexuais podem ficar mais à vontade, trocando papos, conversas e beijos sem a preocupação de um homofóbico interromper.  



  1. Nada de boa água para o banho a água é gelada, o mar é forte, com dois passos fica fundo, cheio de correntesa, pra completar é deserta.. Ou seja.. Se você se afogar não ten nem quem gritar.
  1. Areia maravilhosa para o descanso.. Oi??? A areia mais grossa de todas as praias da região, é daquele tipo de praia que você certamente vai levar caxote e certamente vai se ralar... Eu ate que gosto (sempre amei tomar caxote), mas sei que não sou maioria. Sem contar com o fato de ser uma areia muito ingrime o que torna a caminha muito cansativa.
  1. Agora essa parte final merecia uma dissertação... Ai autor.. Não faz a doida comigo... Não tem essa onda de amigos e casais que podem ficar mais a vontade trocando papos.. Pelo amor de Dadá... O negocio passa uma imagem como uma Farme da vida, onde vários gays ficam curtindo uma praia, chupam um picolé, flertam com o cara da barraca do lado e tals.. Tipo.. Nada disso, até o autorama em sampa tah mais próximo da descrição do cara do que a praia virgem.. Pk no autorama você ve gente fudendo entre as árvores, oferecendo o pinto pra quem passa, nego de dentro do carro mostrando as coisas e toda essa coisa super-divertida.. Mas também tem as barraquinhas vendendo coisas e ai param mesmo grupo de amigos que tomam uma cerveja entre uma pegação e outra e troca uma ideia.. Essa não é a realidade da praia virgem... Lá, em geral não tem ng na extenção de areia e ai as pessoas ficam no meio do mato andando de pau duro, uma hora nego esbarra um com o outro vai pra uma clareira e fode. É claro que eventualmente surgem os tais grupos de amigos... Qdo eu fui lá mesmo tinha um conehcido meu com um amigo dele aparentemente gay. O amigo que me falou sobre a praia pela primeira vez as vezes recebe algumas visitas e as leva lá.. Pk ai os coleguinhas ficam na extensão de terra trocando uam ideia e as mais destemidas vão pra mata pagam um boquetinho e voltam pra continuar o papo.. Mas tipo.. Não tem essa onda de chegar lá e encontrar várias barracas com amigos gays batendo papo e um senhorzinho vendendo picolé, nego tomando uma cerveja e tals... Não mesmo.... Aliás no texto fala que é um lugar que você pode dar uns beijos sem nenhum homofóbico interromper.. Vc tb pode esquarteja uma pessoa sem ng interromper.. Não que seja um praia com esquartejamento friendly é pk não tem ng.. Aliás é um ótimo lugar pra homofóbico, pk olha.. Espanca que ng vê!!!

É isso minha, gente.. A relaidade é dura, mas é assim que se cura... Odeio cortar o barato, mas o gato tah ai pra dismistificar mesmo e não esqueça que aqui você tem uma amiga!!!!