8.3.10

O que eu aprendi com o oscar 2010



É claro que mesmo a uma semana do concurso eu não poderia deixar de assistir e comentar o Oscar. Agora são 02:20 da manha e amanha começo as 09:00, mas não poderia deixar de comentar sobre uma grande aprendizagem que tive com o Oscar 2010.

James Cameron é um renomado cineasta, com uma carreira consolidada no universo da ficção cientifica desde o final da década de 80. Período em que conheceu e se casou com Katryn Bigelow. O casamento durou pouco se findando em 1991.

Katryn seguiu sua carreira em produções modestas a contrario do seu ex-marido que em 1997 dirigiu aquele que seria a maior a arrecadação da historia do cinema. Titanic rendeu 1,8 bilhões de dólares e foi até o 2010 a maior arrecadação da historia, perdendo o posto para Avatar, produção do mesmo diretor. Ele não dirigia mais nada desde Titanic e voltou com este que foi o filme mais caro da historia (237 milhões) e arrecadou 2,5 bilhões.

Mesmo com todos esses números megalomaníacos, a produção que criou tecnologia para sua execução, teve seu roteiro bem criticado, porém não deixou de ser reconhecido levando, por exemplo, o globo de ouro.

Todavia ainda faltava o mais almejado de todos os prêmios, o maior de todos os reconhecimentos... O Oscar. Curiosamente o diretor que não aparecia na cena cinematográfica desde 97 se viu disputando com sua ex-esposa em varias premiações. Ela nunca esteve nos grandes circuitos e nem fez nenhuma grande obra. Neste ano resolveu investir numa produção independente e dirigiu um filme que não tinha nem 10% dos gastos do filme do ex-marido, foi um filme de apenas 15 milhões (um valor risório para os padrões de Hollywood).

No Oscar ambos os filmes concorreram a várias categorias, mas poucas vezes disputavam na mesma. Avatar – a mega produção – leva três estatuetas, Guerra ao terror – a produção independente – leva 6. Mas essa ainda não é a parte mais engraçada... Katryn vence como melhor diretora, sendo a primeira mulher a ganhar nessa categoria desbancando diretores conceituados como Tarantino e também seu ex-marido. Por fim, concorrendo como 10 outros filmes, inclusive Avatar, ela ganha o premio de melhor filme do ano.

Longe de mim querer dizer que a diretora chegou a tanto por uma vingança pessoal, uma picuinha com o ex-marido. Não seria machista a ponto de dizer que um feito desse só foi alcançado por uma mulher motivada por um homem. Mesmo por que, reza a lenda, que o divorcio foi amigável e depois dele, eles até trabalharam juntos.

Mas depois de vê-la, aos 54 anos, lindíssima (a contrario do ex-marido), ganhando os prêmios que ele disputava com uma produção que teve 20 vezes o valor da dela em investimento e de repercussão histórica, aprendi que mulheres são perigosas e não é pouco, não!!!
No final da festa Stevin Martin, que apresentou, teceu o seguinte comentario: "A festa demorou tanto pra acabar que Avatar já é passado". E hoje, ainda mais que ontem, na certeza da superioridade feminina, que da a volta por cima e bate sem sujar a mão, desejo a todas as minhas leitoras um Feliz dia Internacional da Mulher!!!!
Aos meus leitores recomendo: Cuidado com elas!!!

12 comentários:

  1. a melhor coisa é aprender com elas.

    ResponderExcluir
  2. Mulheres são perigosas, fato!

    As vinganças mais malignas que presenciei na vida, foram executadas por mulheres. Medo delas, e mãos pro alto por gostar de homem. Pelo menos das vinganças amorosas, estou livre. aahauhaauhu

    Beijos Gatón XD

    ResponderExcluir
  3. Isso realmente foi interessante, ve-se que a academia opta por um filme mais "humano" do que tecnologico. Mas não seria um tiro no pé? Afinal pra que os diretores vão continuar gastando milhões em filmes, se podem ganhar o oscar com menos?

    E fica minha dúvida da teoria da conspiração. Não haveria interesse politico na escolha deste filme? Num momento crucial para os governos envolvidos com a guerra no Iraque?

    ResponderExcluir
  4. Mas, apesar de você dizer que não dá pra dizer que a história da Kathryn é de uma mulher motivada por um homem, a premissa final, "mulheres são perigosas" coloca o foco no gênero, parece que seu percurso e sagração só são interpretáveis tendo por referência seu gênero.

    Eu penso que qualquer pessoa produtiva, independente do gênero, é "perigosa" no sentido que você empregou aí. Porque não fica parada, vai, investe na carreira e na beleza... seja homem ou mulher.

    Vai ver foi por isso que ela estava linda e fez um bom filme. Porque ela se concentrou em si e não no ex-marido. É Kathryn Bingelow, não a ex-mulher de James Cameron (que não estava feio não).

    ResponderExcluir
  5. Faltei no trabalho só para ver o Oscar.Este post me lembrou de Luís Fernando Veríssimo.

    "No começo Deus criou o mundo e descansou. Então, Ele criou o homem e descansou. Depois, criou a mulher. Desde então, nem Deus, nem o homem, nem o Mundo, tiveram mais descanso."

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. PS. se n ficou claro, foi uma piadinha!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Tem um filme dela chamado "Estranhos Prazeres" que é uma das coisas mais bacanas que já vi. Acho inclusive, que o roteiro é dele.

    Eu não gostei muito de Gerra ao terror. Minha preferência era Preciosa, mas sabemos como funciona essa indústria. Porém, fiquei feliz por ele não ter ganho.

    ResponderExcluir
  8. Muito boa a sua ótica sobre a deslumbrante Kathryn ... mas na minha perspectiva sou obrigado a concordar com o Fabiano ... ali na Academia tudo é um jogo com finalidades bem definidas ...

    Qto às mulheres e o que elas representam estou com o Lobinho ... kkkkkkkkkkkkkkk ... ki meda q eu tenho delas ... são terríveis mesmo ... ninguém tem sossego desde que elas foram criadas .... kkkkkkkkkkkk

    Mesmo assim, parabéns a todas elas, em especial para a Mamys ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  9. Eu so vi os vestidos do Oscar... acho a cerimonia em si um saco!
    Feliz dia da mulher a elas!

    ResponderExcluir
  10. Tô cho-ca-da que nem sonhada com isso.
    Orgasmos tive.

    Só digo uma coisa: cuidado comigo!
    ;**

    ResponderExcluir
  11. Olá, estava passando e encontrei o seu blog. Muito interessante. Estou seguindo.
    Se tiver um tempinho, visite o meu: http://ficcaodoreal.blogspot.com/
    Será um grande prazer tê-lo entre os nosso.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Froid explica que a Katrin Bingelau não precisava ter inveja do Bingelau do ex-marido porque ela já tem tem o seu próprio que trouxe do seu pai. Agora é ele quem tem inveja do boneco dela.

    ResponderExcluir