25.11.10

De volta a casa em tom pastel



Quem acompanha o Yag há mais tempo deve se lembrar do período que passei na casa do meu pai, no ano passado para tratar a minha perna.

Pois bem.... Um ano se passou e já não era hora ir ao médico novamente e lá estava eu mais uma vez na casa de tom pastel.

Tudo é muito estranho naquele lugar à sensação que eu tenho é que pra mim será um eterno choque cultural volte eu quantas vezes tiver de voltar. Engraçado que olhando eles eu não entendo como meu pai vive a crise financeira que o assola desde o principio dos tempos.. Porque sim, desde que me entendo por gente meu pai tá endividado, mas com o que, Jesus???

Eles não vão a lugar algum, não comem fora, minha madrasta se veste com roupas que mais parece doação, meu pai volta e meia ostenta cheio de orgulho alguma peça do seu guarda roupa que tem mais de 15 anos, eles usam copo de geléia... Ahh gente, com essa falta de vaidade onde está o buraco negro que suga todo o orçamento??? É bem verdade que se trata de uma casa grande, bacana, com tudo no lugar, mas tá construída e mobiliada a mais de dez anos, será que ele tá pagando até hoje??? De repente tá dando pra igreja, preciso investigar isso... Se for o caso interdito... Até 10% é bíblico, acima é interdição na certa.. Eu sou psicólogo e minha irmã advogada, já temos as assinaturas e os carimbos, não deve dar tanto trabalho.

Enfim... Na casa do meu pai eu costumo sofrer de muita monotonia .. Imaginem vcs que só estava com internet no computador da minha madrasta que eu não usaria jamais afinal ela só fala comigo no dia que eu chego e na hora que vou embora (não isso não é uma metáfora... Não, nunca tivemos problema algum que justificasse isso.. É o jeitinho dela !!!). A TV só pega bem três canais (imagina se meu pai gastaria com uma parabólica que fosse), o DVD tava emprestado não sei com quem (levei a 1ª temporada completa de Glee que o calopsita me deu) e no 1º dia lá a tim tava com problemas na cidade. Suicídio?? Não eu sabia bem onde estava me enfiando.. Levei dois livros também... Para casa do papai é sempre imprescindível ter um plano B.

E foi até que bom, antes de entrar na faculdade eu tinha tanto hábito de ler livros de literatura e tal hábito foi cortado pelos textos complexos e pesados que a psicologia me exigia. A faculdade acabou e pouca coisa eu li depois... Bastaram dois dias na casa do meu pai e dois livros lidos inteiros...

P 1º se chama “Os Espiões” do Veríssimo.. E como eu adoro Veríssimo... A historia gostosa, com personagens envolventes que identificamos com pessoas do mundo real e faz querermos ser parte daquela galera....


E o segundo foi “Não tenho culpa da vida ser como ela é”, do maravilhoso Nelson Rodrigues.. Esse eu li entre as 10:00 e 16:00 enquanto esperava pra fazer um exame.. E querem saber?? Entre ficar de cara pra cima esperando o exame e ficar de cara pra cima na casa do meu pai, preferi a primeira opção. Pelo menos lá eu lia sem meu irmão perturbar, o ar condicionado era potente e o sofá mais confortável... O livro de contos me seqüestrou para o passional universo nelsonrodriguiano ninguém daquela sala de espera podia suspeitar as misérias inconfessas que eu estava fazendo parte.. Dos avassaladores amores, dos incestos e crimes passionais.. Que viagem deliciosa...

Enfim.. Os livros acabaram e eu voltei correndo, recusando a simpática proposta do meu pai de ficar na cidade pra um aniversário que teria no sábado... Quatro dias??? Só se eu levasse a barsa!!!!



E nesses dois dias fui meio que obrigado a ver novela... Ontem à noite assisti Passione.. E Passione (a novela de uma família só), é realmente engraçadíssima, deve ser de humor essa porra não é possível.. Ontem constatei uma coisa assistindo ela:

Quanto mais o tempo passa mais gostoso fica Kayky Brito e pior ele atua. Chegando aqui fui obrigado a extrair do you tube uma cena onde ele faz uns 15 bicos numa cena de 50 segundos... Vocês podem conferir todos os bicos no vídeo a baixo ou nos prints que fiz questão de tirar... Sinceramente?? Ele tah bom mesmo é pro pornô!!!
Bachos...






video



6 comentários:

  1. eita, achei q so eu tinha notados os bicos do kayky!!!
    passione ta taaaaaaaaaaaaao chata...
    e boas dicas. amo verissimo e vou procurar esse livro pra ler...

    bjs do voy

    ResponderExcluir
  2. Eu sei como échegar nos pais e não ter absolutamente nadinha pra dizer ou ver. Quando eu visito os meus, geralmente faço a sala por umas duas horas e subo para meu antigo quarto que não tem mais tv e dvd, então, resolvi nessa última vez levar o net e milhares de séries no pen drive. Foi libertador...

    Veríssimo e Rodrigues são gênios da nossa literatura. Adorava ler as comédias da vida privada de um e os incestos e mortes do outro.

    Bjaõ, querido gato.

    ResponderExcluir
  3. Verissimo eu adoro, tenho umas ressalvas quanto a Nelson Rodrigues, mas sou obrigado a entende-lo pelo teatro.

    O kayky, se quiser fazer atuações na minha cama, ta valendo!

    ResponderExcluir
  4. Medo de você e sua irmã carimbados e assinados, rsrs. Mas fez muito bem em ter esse plano B! Leitura éum universo insubstituível!

    ResponderExcluir
  5. hahaha! Caraca este moleque é muito ruim! Em todos os sentidos pra mim. Não faz nada meu tipo. Casa dos pais suchs.. sei bem. BJ!

    ResponderExcluir
  6. HAUshaushauha... realmente ele esta um gatinho, fiquei pensando nos filmes porno com ele agora aaaai!!! rs. Sobre os livros ao menos tudo isso foi de alguma utilidade cultural rsrs...... mas eu vim aqui mesmo por causa do "gato Van de Kamp" hahahahahaaa..... uatarréeeeeuuu!!! hehee.... me deve umas aulas sr!!sra!!! rsrs! Beijos!!

    ResponderExcluir