17.11.10

O Retorno do Felino


E depois de 13 dias de ausência o gato retorna para sua morada... E o post de retorno vai ter de ser sobre as últimas experiências que tive nesses dias.

Pra quem não tem conhecimento o gato tem seu cobertor de orelha... Ele tá longe, mas existe... Relações a distancia (e leia “longas distancias”) sempre foram situações presentes na minha vida. Acho que tal fato se da por dois bons motivos, sendo o primeiro deles a maneira que as coisas aconteceram na minha vida. Levei tempo pra assumir minha sexualidade, hoje em dia nem acho que assumi tão tarde, mas o fato é que parte dos meus amigos tinham feito isso quando eu ainda vivia no armário e a internet era minha válvula de escape. Isso criou em mim um hábito, uma cultura de ter naquele espaço minha trama sentimental.

Somado a isso vem uma filosofia de vida a la “deixo a vida me levar”... Se me sinto envolver por alguém eu deixo que a coisa siga até onde der e isso independe de geografia... Quando as pessoas me perguntavam por que eu namorava um cara de São Paulo (o falecido era de lá) eu sempre respondia: “Me apaixonei por um homem e por um a caso ele mora em São Paulo, poderia morar na China ou na esquina da minha casa, mas mora em São Paulo.”

Tb acho natural que me envolva com pessoas de capitais... Me acho cosmopolita e minha maneira de ver a vida é difícil de encontrar identificação em qualquer lugar, ainda mais numa cidade de mente provinciana como a minha.

E aí meu calopsita veio voando das terras do Bratz para passar uns dias comigo... Dias agradabilíssimos... Venho de uma relação marcada por constantes discussões e hoje vivo o balsamo de um amor tranqüilo com sabor de fruta mordida... De alguém leve que me faz rir... O calopsita é doce, inocente, tem um sorriso de menino, um sotaque bobinho, um jeitinho de arregalar os olhos e ficar espantado com a minha “saliência” (como ele mesmo fala).

Durante os dias que passamos aqui vivemos algumas cenas engraçadas como o dia em que eu fui mostrar a ele pela primeira vez um filme pornô (sim, primeira vez... Não ele não tem 13 anos.. São 21) e o rapaz me cai na gargalhada, fica vermelho, tapa o rosto e começa a pedir pra eu tirar por que ele tava com vergonha e eu me escangalhando de rir falando pra ele olhar...

Num outro dia falávamos sobre o eterno assunto “a violência do Rio de Janeiro” e eu naturalmente sempre colocando em pauta os excessos da imprensa, quando sentamos numa lanchonete pra tomar um açaí e ouvimos um grupo de crianças brincando. Um menino prendia uma menina pelos braços contra a parede e ela falava: “Seus filhos vão ter vergonha de você, eles não vão querer ter um pai assassino e você vai ter de pagar pelo crime que você cometeu” (medo mode on).

Nos últimos dias ficamos na casa da minha mãe na praia.. O lugar não é bonito e nem tem atrativos.. Mas pra mineiro o mar na frente de casa já é atração suficiente... Foram dias nublados e com chuva.. Dormíamos com o barulho do mar e ali o turista tinha uma relação não-turística com ele... Acordando e dormindo lado a lado, andando pela beira da praia de manha naquele clima bucólico que só uma praia nublada com águas turvas pode te proporcionar...

Em um dos últimos dias tirei algumas fotos de todo esse cinza que nos envolvia... Um tom sério... E foi nesta atmosfera que ele me perguntou:


- Você tem certeza que quer construir algo comigo mesmo???

- Absoluta... Não tenho a menor dúvida.. É isso que eu quero..





Nos dias de sol ou nublados... É isso que eu quero!!!!

7 comentários:

  1. Minhas preces foram ouvidas!

    Mais tarde volto pra um coment digno da tua volta

    Beijao

    ResponderExcluir
  2. Uau!!! Lindo post e linda declaraçãod e amor. Não se precisa dizer nada quando a imagem fala por si. parabéns pela coragem de tentar algo mesmo que a distância.

    bj, Hugo

    ResponderExcluir
  3. Uala ... super feliz com a felicidade dos guris ... ele, o calopsita, só de ser mineirinnnn já é uma boa dica de q é gente boa ... ainda mais q é do tipo q tem vergonha de ver filme pornô ... q fofinho ...

    Agora é a vez do Gato vir a BH e procurar os amigos ... prometo não chocar o guri ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  4. Hey gato quanto tempo! Lembra de mim? hehe! De repente me deu vontade de ver o que tava acontecendo na blogosfera e fim parar aqui em suas terras. Parece que ta tudo bem heim! Ta apaixonado pelo visto e a outra parte também parece interessada... Cara desejo tudo de bom pra vcs dois e espero que essa história continue... Abração pra vc, seu blog continua ótimo e as entrevistas tambem! bjs

    ResponderExcluir