22.3.16

Tatuagem x Anticoagulante

O posto de hoje tem como objetivo falar de uma experiência perigosa que vivi semana passada, mas sobre tudo tem a intenção de criar tag pra poder que pessoas que estejam em situação similar ter um relato pra poder ler (pq eu não itve nenhum)

Acho que nunca comentei aqui no blog, mas em 2013 eu tive uma embolia pulmonar que quase me levou a morte. Anterior a ela tive trombose em 2009 e 2011 e ano passado tive uma flebite (que tbm tá ligado a trombo). Mas vc deve tá se perguntando, o que diabos esse menino teve tanta coisa???

Parte dessa história está aqui, mas hj eu entendo coisas que não entendi durante um bom tempo. A trombose tem a ver com coagulação do sangue. É como se meu sangue formasse bolinhas (são os trombos) e a embolia acontece quando uma dessas bolinhas vão pro pulmão ou coração. Então eu tomo o anticoagulante, pra que meu sangue não coagule e não faça bolinha. passei a fazer uso desse medicamento em 2011. A ideia era tomar por um bom tempo e depois fazer exames de trombofilia. Se esses exames dessem positivo isso era sinal de que teria de tomar anticoagulante cronicamente. 

Vc deve estar se perguntando, mas se vc toma desde 2011 pq teve em 2013 e 15 de novo??  Viver com anticoagulante traz uma série de complicações. Uma pessoa com a coagulação normal tem sua INR (algo como se fosse a densidade do sangue) em aproximadamente 1,2, a minha precisa fica entre 02 e 04. Isso significa que quando está tudo bem pra mim eu sangro, sangro e sangro. Viver com Marevan (anticoagulante que eu uso) é uma faca de dois gumes... Muita gente morre exatamente por tomar anticoagulante.. No caso de um acidente vc precisa ser atendido a tempo e a hora, deve evitar esportes de impacto, tomar muito cuidado com batidas etc etc etc.. O exame de INR deve ser feito no mínimo uma vez por mês. Trata-se de uma medicação extremamente lábil, outra medicações interferem nela e até a alimentação, a dosagem volta e meia precisa ser regulada. Passar de 04 pode ser extremamente perigoso.

Vc deve estar pensando: Coitado do gato, a vida dele deve ser um inferno. Então.. Não é! Objetivamente em termo de rotina o Marevan exige que eu tome um comprimido por dia e faça um exame por mês, nada mais muda. Ele acaba sendo mais problemático em casos de doença ou acidentes. Tipo.. Se tenho dengue não posso tomar anticoagulante, em função do anticoagulante não posso toma antinflamatorio e por aí vai... Também se vou fazer um outro procedimento, tipo uma extração dentária, preciso passar pelo meu angiologista antes. Porém, na rotina diária nada muda.. Não te exige nenhuma dieta específica, exercício físico e meia de alta compressão são recomendados, mas nada que vc morre sem.. O importante é que sua INR esteja entre 02 e 04... E muitas vezes vc relaxa. Durante muito tempo minha INR dava menos que 02 e eu não dava importância, achava que era bobagem, que bastava estar tomando o comprimido e estava protegido.. Mas não é...  Muita gente morre de embolia tomando anticoagulante, achando que tá protegido só por tomar o comprimido sem de fato estar anticoagulado.

Tomei total consciência disso ano passado e passei a me policiar par tentar não relaxar. Foi ano passado tbm que fiz o exame e descobri que tenho insuficiência de duas proteínas que me leva a trombofilia. Nasci assim e terei de viver eternamente com essa faca no meu pescoço.  Porém quando o médico me deu o resultado, comigo já tomando marevan há quatro anos, apenas uma coisa me vinha a cabeça: Tatuagem.

Há muito tempo queria fazer, estava com os desenhos escolhidos, sempre pensava que faria no dia que não precisasse mais tomar o marevan, mas esse dia nunca vai chegar. Com o meu nível de sangramento o tatuador até iria conseguir fazer, mas podem acreditar que eu teria que ir pra hospital pra parar o sangramento e ainda podia danificar a tatuagem. A única possibilidade real de fazer  era parando de tomar o remédio, mas fazer isso é correr risco de vida. Ok, vivi anos sem estar anticoagulado e não aconteceu nada, mas medicina não é matemática, poderia parar e não acontecer nada, como podia acontecer no segundo dia. 

Fiz contato com amigos médico, farmacêutico, enfermeira e montei um estratagema.. Não tinha muito paliativo a ser feito, a verdade é que sim, corri risco. Combinei com o tatuador de fazer três tatuagens em três dias. Sem contar pro meu marido nem mãe, para não deixa-los apreensivos e parei com a medicação cinco dias antes da primeira sessão (leva um tempo pra abaixar, três era suficiente, mas fiz com mais antecedência para garantir). A interrupção do remédio ainda trás outra problemática, quando vc para de tomar nos dois primeiro dias do retorno tem fortes chances de formar trombo, por isso tem que tomar outro remédio junto. Ele além de meio caro é de aplicação subcultanea (injeção como de insulina) e como farmácias não aplicam mais injeção tive que aprender pra fazer em mim mesmo. 

Eu tinha bastante medo como ficaria a cicatrização de tantas tatuagens ao mesmo tempo e sobretudo, se o marevan não atrapalharia na cicatrização. Na noite  que fiz a última tomei a primeira aplicação da injeção e no dia seguinte pela manhã voltei com marevan. Deu tudo certo, a cicatrização tem sido super rápidas, as tatuagen ficaram ótimas e todo mundo elogiou. Foi um risco e não aconselho a ninguém fazer mesmo tendo dado certo (não tentem fazer isso em casa crianças), mas fiz esse post especialmente pensando em pessoas que fazem uso de anticoagulante e tem vontade de fazer tatuagem. Um relato de quem já teve a experiência pra que vc avalie e veja se vale a pena.

17 comentários:

  1. post bastante interessante, e o bom que deu tudo certo em fazer as tatoos, apesar dos riscos que vc bem explicou, mas soube controla-los com cuidados medicos.

    ResponderExcluir
  2. Eita!

    Isso é que é fazer uma tatuagem com amor.... Hahahahahaha

    Vale a pena publicar esse texto para galera conhecer tais desdobramentos médicos...

    ResponderExcluir
  3. Post muito interessante. Tive embolia pulmonar início desse mês, faço uso do xarelto e provavelmente tenho trombofilia. Tenho muita vontade de fazer uma tatuagem mas fico receosa quanto a isso. De repente um dia eu crio coragem como você, e claro antes de tudo, nada sem orientação médica rs

    ResponderExcluir
  4. Meu sonho é fazer uma. Mas sou alperada a 11 anos e faço uso de marevam a 15 anos. E o cardiologista nao deixou ei fazer

    ResponderExcluir
  5. Meu sonho é fazer uma. Mas sou alperada a 11 anos e faço uso de marevam a 15 anos. E o cardiologista nao deixou ei fazer

    ResponderExcluir
  6. Eu estou passando pelo mesmo problema, tenho vários desenhos escolhidos, mas tomo o anticoagulante e tive trombose venosa cerebral, o que quase me levou a morte. Mas conversei com a minha médica e poderei suspender o uso do anticoagulante para fazer as tatuagens, mas não por muito tempo (obs. Farei todas de uma vez também). E eu já passei por uma cirurgia, havia suspendido o anticoagulante 5 dias antes, mas ainda sangrei muito, tenho outra cirurgia marcada e suspenderei por 20 dias para garantir. Boa sorte para nós e nossa trombofilia.

    ResponderExcluir
  7. também gostei do post, apesar do risco , vc realmente demonstrou que era importante pra vc fazer. tomou os cuidados necessários,isso prova que vc tem bom senso, bjs seja feliz.

    ResponderExcluir
  8. foi bom ler eu tb tomo anticoagolante mas eu tomo o xarelto medicamento novo pelo q sei nao precisa de controlo de inr :)

    ResponderExcluir
  9. Ótimo, estou devastada D: tenho 23 anos, embolia pulmonar nos dois pulmões, foi terrivel. Já tenho duas tatuagens, mas o plano era continuar fazendo. Tomo diariamente o Xarelto, tenho que fazer exames a cada 1 mês e meio, mas só após 6 meses que eu saberei se vou ter que usar pra sempre ou não. E após 2 meses que estive internada e quase morri me veio à mente mais um piercing no septo e as tatuagens que eu planejava a tempos.. E agora em pesquisas vejo não não será possível. Não tô acreditando D:

    ResponderExcluir
  10. Na sua historia vi minha vida, também tive trombose quando era adolescente, tomo marevan até hoje e quero fazer uma tatoo, afinal, pesquisando sobre o assunto encontrei seu relato!

    ResponderExcluir
  11. Acabei de achar esse seu relato na net, ontem fui no estudio com minha filha pois agente quer tatuar um coração com a ponta do símbolo do infinito e as nossas iniciais, eu faço uso de marevan[Varafrina 5Mg] desde 2011 com meus 31 anos descobri que tenho Trombo embolismo Pulmonar, e o meu tratamento foi proibido até comer verdes por quase cinco anos, me liberaram tem dois meses e em pequenas porções.
    Graças a Deus esta dando certo meu Tap fica sempre entre 2,9 vai até 3,7 alternando dependendo do mês, a unica medicação que posso tomar é Paracetamol e quando tive colesterol alto tive que passar pela minha hematologista e perguntar se poderia tomar essa medicação.
    Eu me sinto bem, não tenho hemorragias, tenho que me cuidar pra não me cortar, ter acidentes etc.
    Mas a minha vontade de fazer tatuagem vem desde os 16 anos, e hoje com minha filha que tem 18 anos, a gente estava decidindo de fazer.
    Minha médica disse que era arriscado e mesmo assim eu quero fazer, só que vou parar de tomar dois dias o Marevan e ver no que dá.
    Vc foi corajoso e aos mesmo tempo cauteloso, mesmo sabendo os riscos ainda sim se precaveu.
    Ter que toma Heparina, custa caro, a aplicação é igual diabeticos na barriga..
    Isso eu não sei se teria condições de fazer.
    agora fiquei na duvida, vontade eu tenho e muita, só não sei se vou conseguir.

    ResponderExcluir
  12. Muito bom seu post sempre procuro alguém pra dividir experiência sou portadora de trombofilia com 3 mutações tive 3 tromboembolismo usei marevan durante 4 anos... Mesmo usando a medicação fiz 3 tatuagens pequenas porém procurei um bom tatuador conversei sobre minha situação ele fez um excelente trabalho como prometido usou baixa rotação e não sangrou cicatrizou muito bem sem nenhum problema... Apenas alerto no seu post vi que você fala que não tem restrição alimentar porém quem usa marevan tem que ter um cuidado com alimentos ricos em vitamina k que altera o inr são alimentos normalmente verdes folhosos... Tive embolia usando marevan pelo fato de oscilar muito... super indico o xarelto não precisa ajustar a dose e não precisa fazer controle mensal... pra quem tem que usar anticoagulantes continuo como nos vale muito a pena...

    ResponderExcluir
  13. Muito bom seu post sempre procuro alguém pra dividir experiência sou portadora de trombofilia com 3 mutações tive 3 tromboembolismo usei marevan durante 4 anos... Mesmo usando a medicação fiz 3 tatuagens pequenas porém procurei um bom tatuador conversei sobre minha situação ele fez um excelente trabalho como prometido usou baixa rotação e não sangrou cicatrizou muito bem sem nenhum problema... Apenas alerto no seu post vi que você fala que não tem restrição alimentar porém quem usa marevan tem que ter um cuidado com alimentos ricos em vitamina k que altera o inr são alimentos normalmente verdes folhosos... Tive embolia usando marevan pelo fato de oscilar muito... super indico o xarelto não precisa ajustar a dose e não precisa fazer controle mensal... pra quem tem que usar anticoagulantes continuo como nos vale muito a pena...

    ResponderExcluir
  14. Sou anticoagulada desde maio de 2006, qdo tive uma TEP. Gostaria de fazer uma tatuagem: anticoagulada O+. Será que posso?

    ResponderExcluir
  15. Eu também tomo uso de marevan ..ao uns quatros anos fiz uma cirurgia no coração troca de válvula aórtica.. sempre quiz fazer uma tatuagem...mais eu acho que não vou realizar esse sonho.. porque vou ter que tomar esse remédio para sempre ,para manter a o sangue ralo.

    ResponderExcluir