15.1.14

O Gênio e o Monstro







Holywood sofreu um abalo sísmico depois que ex mulher e filho de Woody Allen comentaram a homenagem ao cineasta no Globo de Ouro em tempo real no último domingo. 

O filho disse: “Perdi o Tributo ao Woody Allen – Eles colocaram a parte em que uma mulher publicamente confirma ter sido molestada aos sete anos de idade antes ou depois de Noivo Neurótico, Noiva Nervosa”?
E a ex mulher comentou: “Uma mulher detalhou publicamente o abuso sofrido por ela aos sete anos e perpetrado por Woody Allen. O tributo do Globo de Ouro mostrou desprezo por elas e por todos os sobreviventes de abuso”.

O filho Ronan e a ex esposa Mia Farrow se referiam as declarações feitas pela filha adotiva de Woody, Dylan.  Ano passado ela teria declarado ter sido abusada pelo pai aos sete anos e conta que ele teria tocado suas partes intimas, do quanto se sentia desconfortável, mas que achava que aquilo era normal entre pai e filha e se sentia mal por estar desconfortável. Na própria época dos fatos a historia veio à tona, mas nada foi confirmado. Numa matéria para Vanity Fair em 1992 testemunhas diziam que Allen tinha ordens expressas de não ficar sozinho com a garota e em certa ocasião ele sumiu com ela, quando foram encontrados Dylan estava despida da cintura para baixo.

Para completar a face torta de Allen o pivô da separação entre ele e Mia foi Soon – Yi, filha adotiva de Mia que Allen participou da criação desde os 09 anos de idade e que aos 19 acabou se casando com ele. Na ocasião Mia se separou ao encontrar diversas fotos da menina nua, segundo eles, tudo consensual.

Boa parte das informações ai de cima eu já até sabia, mas peguei algumas outras e sistematizei para escrever esse texto no blog Carta Capital onde uma de suas colunistas escreveu um texto rasgado criticando a postura do Globo em homenagear Allen. Neste texto também sita Polansky que acusado e condenado pelo estupro de uma garota de 13 anos continua com sua obra premiada mundo a fora, mesmo nos Estados Unidos onde é foragido.

Para argumentar contra a ideia da homenagem a blogueira usa uma série de argumentos que me deixam pra lá de espantados, num esquerdismo meio que adolescentoide a sensação que eu tenho é que na tentativa de chegar aos tocantes racismo, classe e gênero ela esbarrou em preconceitos muito mais arraigados. 

Num dado momento questiona: “e se for mulher tudo bem?”, como se o molestado fosse um menino faria alguma diferença no saldo disso tudo, que a academia não reconheceria sua obra ou o público o boicotaria pelo simples fato da vítima ter sido um homem. Diz que se fossem homens desconhecidos, pobres ou negros todos pediriam linchamento e ai eu pergunto: Em função disso façamos o que??? Linchamos também???

É verdade, se fossem pobres (nem entro no mérito do negros, pq o maior peso aqui está na classe mesmo) a relação das pessoas seria outra.  A população não tem o mínimo de empatia com a população carcerária e cristaliza o sujeito no lugar de “agressor”, “assassino”, “bandido”. Este tipo de posicionamento é muito claro no texto quando ela pergunta: “consegue assistir ao filme numa boa sabendo que o diretor era um molestador de criança?”... E eu pergunto: Atravessa a ponte numa boa sabendo que o engenheiro era um molestador de criança, usa o carro numa boa sabendo que o metalúrgico era um molestador de criança, come a pizza a vontade sabendo que o pizzaiolo é um molestador de criança???? Não?? Pq se a resposta for essa acho necessário começar a fazer uma pesquisa antes consumir todo em quaisquer substratos do trabalho humano e ainda sim correrá serio risco de falhar. 

A blogueira conclui dizendo que a homenagem traz em si a mensagem que esta tudo bem cometer um ou mais crime contra mulher e que pra vítima fica a sensação que de nada adianta seu testemunho, sua luta, sua dor. Entendo que a homenagem não foi a pessoa de Woody Allen, mas a sua obra.. Se um homem molesta crianças ele é alguém terrível, mas se ele faz isso e é um excelente cozinheiro, não vou dizer que a comida esta salgada em função disso. Entendo perfeitamente o incomodo do irmão e da irmã, me solidarizo completamente com a dor deles, só não acho que a obra de quem molestou a criança é o tema a ser discutido e sim a impunidade. 

Eu sei que olhar pelo ângulo do agressor não é um exercício fácil pra ninguém, mas se eu n acho que o negro/pobre deveria ser linchado nessa e em nenhuma ocasião, preciso ser coerente e pensar que a qualidade/resultado do trabalho de alguém que é capaz de ter um gesto destes não deve ser pauta. Se eu consumiria um produto feito no presidio a fim de estimular o trabalho e reabilitação desse grupo é por que não coloco em pauta a qualidade do seu trabalho. “aaahh gato, mas no caso dele é diferente, ele ficou impune”... Repito, nesse caso a discussão é a impunidade e não Vick Cristina Barcelona.

 Mia Farrow aponta o tributo do Globo como desprezo da academia à vítima e a todas as crianças vítimas desse tipo de violência, mas... Woody Allen ainda casado com ela tinha ordens expressas para não ficar sozinho com a criança, fugiu sozinho com a menina e foi encontrado dias depois com ela desnuda da cintura pra baixo... E eu pergunto: Por que motivo ele não podia ficar sozinho com a criança??? Que desconfiança ela tinha que só deixou essa ordem estranha, mas não se divorciou, continuou mantendo Allen próximo? E por que ele ter burlado a ordem, fugido com a menina e  er sido encontrado dias depois com ela nua ainda não foi o suficiente pra ter sido pivô?? Vai me desculpar Mia, mas o problema das crianças vítimas de violência não é o desprezo da academia, mas sim o desprezo de mães como você. A academia não está desprezando ninguém, está apenas prestigiando uma obra que tem uma vida para além do próprio autor.

4 comentários:

  1. Nossa! Bacana isso aí que vc escreveu! tem um pouco a ver com o post que acabei de fazer... Estaremos nós conectados espiritualmente??? rs

    ResponderExcluir
  2. Gente, vem cá pra eu te dar um beijo? Que texto incrível. Maravilhoso! Aplaudo de pé!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito longe, mas se vc vier aqui eu recebo!!!

      kkkkkk

      Excluir