16.1.12

Ele é feio, mas não precisa tacar pedra, minha gente...



Daí que eu resolvi ir ao show do restart... Não, nem curto a banda, mas pow... Tava na esquina da minha casa e era de graça, por que não, né??? Fui...

Tava lá com uns amigos, comemos cachorro quente, batemos papo e rimos horrores das meninas berrantes, qdo no final do show nego me taca uma pedra na cabeça do Pe Lanza...

Bem... Assim... Não sou fã e assim como eu muitos que estavam lá não eram... Foram na mesma onda do “não tenho o que perder”, uma galera que não tinha nada a ver com a vibe da banda, mas tava por lá... Esse tb deveria ser o perfil do carinha que tacou a pedra, mas a pergunta que não quer calar é:  Tinha necessidade disso?? Não, é claro que não... É natural que eu não goste de restart, eles não fazem música pra mim, não sou seu público alvo, mas daí a tacar pedra, é muita informação.

Devo dizer que tenho até uma simpatia pelo Pe Lanza, dia desses tava zoando ele ai na historia da Ellen Jabour pk a gente não pode perder o hábito de dar uma zoadinha, mas nas vezes em que o vi dando entrevista achei um garoto bacana, coerente... Diferente do Di Ferreiro, por exemplo, que sempre me parece bobo demais.  Lembro que quando o vi no Jô, ele comentou sobre o ontológico vídeo do “é uma puta falta de sacanagem”, o Jô fez a piadinha dele e foi inevitável acabar dando uma risadinha amarela, mas durante todo o tempo tentou explicar o que aconteceu no episódio e não rir dos fãs, ainda que fosse uma situação risível, sabe??? Achei bacana sua postura.

 Durante o show cheguei a comentar que achei a produção legal tb.. Ainda que não tenha nada a ver comigo consigo olhar e perceber que o cara se preocupa em fazer um show maneiro pros seus fãs, diferente da Rihanna no rock in rio (e tantos outros pela vida a fora) que só andava bêbada de um lado pro outro. A banda no final do show falou que iria tocar pra fechar, uma pra animar os papais tb, pk sabe que da uma galera novinha acompanhada pelos pais no seu show e ai cantou um pout porri de Dancin Days das frenéticas e Só quero amar do Tim Maia...  Eu reparo e admiro esse tipo de cuidado.

Depois da pedrada, Pe Lanza continua o show, quem já cortou o supercílio, como eu, sabe como aquela porra sangra... Ele imediatamente arrumou um casaco e limpou o sangue, mas não parava e tocou mais umas duas músicas sangrando muito. Na hora ficou meio atônito e falou algumas coisas, mas mesmo nesse momento deixou claro que não deixaria de terminar o show por causa de um idiota. Depois disso agitou a galera e tentou mostrar pro público dele que o episodio não o faria estigmatizar a cidade ou ver de forma pejorativa o show... Os vários fãs eram mais importantes do que o autor da pedrada. Depois do show os comentários do twitter confirmaram a impressão que passou. Lá ele tb comentou que foi necessário tomar um ponto, ou seja, não foi nenhum cortezinho... Mas ainda sim o show continuou e o nome disso é respeito... O mesmo que eu tive por ele mesmo não sendo fã e o mesmo que esse babaca não teve, fazendo uma merda dessa.

Segue ai em baixo o vídeo que gravamos com legenda do Pe lanza tomando a pedrada no show de Rio das Ostras.



video

7 comentários:

  1. que deselegante!
    o pior é que o mesmo tipo de intolerância que faz o outro atacar alguém por causa do tipo de música é o q faz atacar por quer é gay. é a mesma doença.

    ResponderExcluir
  2. Oi, bom dia, tudo bem?

    Olha, não gosto mesmo dessa banda... mas, só de ouvir o carinha no seu vídeo, já pintou uma admiração. Super certo ele... quer acertar a parada, vem pra cima! Nada de bando ou de covardia... o lado “tosco” do Cesinha amou!

    Pra mim, não se entende na “manha”, melhor partir pra mão!

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. eu já abri um buracão desses na testa, tenho a marca até hoje. Que falta de educação! Infelizmente o pessoal se acha "rebelde" fazendo esse tipo de coisa. Não curto o som do Restart - nem tenho idade pro show - mas tenho educação e jamais faria uma coisa dessas. Que deselegante!

    ResponderExcluir
  4. Que deselegante [3].

    Eu me pergunto o que se passa na cabeça do autor da pedrada pra fazer uma merda dessas. Sabe, uma atitude destrutiva que vai trazer prejuizo pra todo mundo, inclusive o próprio, que se descoberto ia se fuder muito...

    ResponderExcluir
  5. Porra, se não gosta é melhor não ir né!! Falta de respeito mesmo!!!

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca tive nada contra esses moleques. Eles só não são o tipo de som que eu curto. Mas vivo rodeado de gente que os odeia e eu sei lá porque!

    Lendo seu texto e vendo o vídeo só posso dizer que meu respeito por esse moleque foi lá nas alturas, com certeza!

    Abraços!!

    ResponderExcluir