30.5.13

Sobre todas as despedidas que ainda terei de fazer...


Essa semana fui no meu emprego que sai no inicio desse mês receber recisão... Fica numa cidade pequena de gente amistosa e receptiva chamada Casimiro de Abreu. 

O que vai ficar desses 7 meses em Casimiro é um saudade grande e deliciosas lembranças de uma gente muito bonita no sentido mais amplo que a palavra pode alcançar.

No caminho pra Casimiro eu passava por dois vilarejos, Professor Souza e Rio Dourado... Sempre que passava por Rio Dourado tinha um homenzinho, um anão mesmo, sentado num banquinho em baixo de um árvore segurando uma bengala... Qdo fui receber minha recisão, como foi fora do horário normal, achei que não estaria lá.. Mas me enganei, o homenzinho estava.

Ele estava assim como a igreja estava no centro da praça, como as pessoas iam trabalhar no PJ (o principal comércio da cidade), como o burro que fica amarrado numa árvore próxima a linha do trem tb estava.. Tudo estava no lugar.... Como se estivessem me esperando.

No meu trabalho equipe e assistidos estavam lá e me receberam com um largo sorriso.. Na hora de ir era almoço, faziam galinha ensopada com aipim, insistiram pra que almoçasse com eles e eu, naturalmente, provei do gosto de Casimiro pela última vez. 

Casimiro é daqueles lugares que reforçam a certeza que a beleza da vida está na simplicidade de todas as coisas... E até eu, que sou meio ogro, que não sou muito fã de poesias e firulas para narrar a imagem que está diante da janela me sinto convidado a ser mais terno com o uso das palavras qdo preciso me despedir de Casimiro...Não escrevi um soneto, nem contei estrofes ou sílabas, mas pintei e expus meus sentimentos com algo de vintage na tentativa de fazer a narrativa tão bela, mágica e doce tal como é a Casimiro, a cidade que leva o nome de um poeta e é por si só, uma grande poesia.


Adeus, Casimiro!!!

9 comentários:

  1. Vou contar uns detalhes da minha biografia que quase nunca conto..
    1- Sou casimerense, e como tal posso falar,Casimiro não um povo bonito, tem um povo feio pra caralho!!
    2- Já fui cobrador de ônibus, já fiz a linha Macaé-Rio Bonito e como tal posso te garantir que não passamos por Rio Bonito para ir em Casamiro de Abreu!! Rio Bonito é bem depois de Casimiro!! O que vc fumou ou bebeu nessa viagem meu bem???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Rio Dourado... viajei mesmo... E... Bem... Isso é pessoal mesmo, eu particularmente achei as pessoas fantásticas... E conheci uns gatos por lá....

      Excluir
    2. Querido a única pessoa linda daquele lugar, sou eu meu bem!! kkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  2. Nossa, Gato, me emocionei com o seu texto! É de um lirismo tão suave e, ao mesmo tempo, tão melancólico, sei lá... vai ver eu é que sou melancólico. Concordo muito com você: a felicidade mais concreta sempre está nas coisas, lugares e pessoas mais simples de nossas vidas.

    AFGF

    PS: Há alguns dias estou me arrastando em tentar escrever alguma coisa em um blog. Nunca imaginei que fosse tão difícil! Uma hora que você tiver um tempinho, dá uma chegadinha lá. Mas já aviso: não escrevo tão bonito quanto você.

    http://eusouailhaquerestou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaahhhhh que alegria que vc fez um blog... Imagina, como vc escreve é apenas um aspecto, muito mais importante do que como vc diz é o que vc tem a dizer...

      Excluir
  3. nossa, que texto bonito, Gato. Lindo mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, e realmente ficou lindo e tocante, muito tocante. Adorei Gato. Parabéns. E sucesso nos novos caminhos..

    ResponderExcluir