24.5.13

Theo Chen

Theo Chen é um garoto de 12 anos que vive em Cingapura e virou uma webcelebrity por postar videos na internet fazendo versões de músicas famosas. Até ai tudo bem, o grande lance é que nessa onda o moleque passou a sofrer homofobia tanto pela via da net como na escola.

Daí ele resolveu fazer um vídeo falando sobre o tema e as imagens se destacam pela sinceridade e espontaneidade que o tema é tratado. A mensagem basicamente é: Só tenho 12 anos, n sei se sou gay, por enquanto gosto de meninas, ma se gostasse de meninos, qual seria o problema???? 


Ele poderia adotar um discurso homofóbico aqui, dizer que não era viado e se unir ao coro pra se defender, era tão mais fácil... Mas não.. Com muita naturalidade demostra não entender em nada o porque das pessoas fazerem isso e argumenta dizendo que se n gostam dos seus vídeos é só não vê-los, que não deveriam agir assim e que ele com 12 ano já entende isso, por que as pessoas não entendem???

Com  sua simplicidade de garoto ele passa a mensagem. Logo que vi o vídeo pensei no blog, mas confesso que fiquei reticente em colocar... Ando muito cansado nas minhas falas acerca de homofobia sempre nadando contra maré. A verdade é que se trata de um vídeo bacana que a priori geral vai bater palma, mas a verdade é que na práxis não é assim que rola. Muitos que até vão apoiar o vídeo levantam a bandeira que o seu respeito ao gay está ligado o quão afeminado ele é... Pq se for muito afeminado, "uma bichinha escrota", se fala alto no ônibus, se rebola, vira os olhos ou quebra a mão merece a homofobia.. Como diz um amigo, merece lampada na cara.

Me identifiquei em alguma proporção com a pureza do questionamento do Theo por que vivo perguntando isso as pessoas: Por que??? Por que o fato dela n ter a voz que corresponde a sua expectativa de como deve ser a voz de um gay faz ela merecer ser agredido??? 

Foi por isso que qdo botei o vídeo dos meninos fazendo quadradinho de oito no meio da rua numa comunidade pobre aplaudi de pé mesmo... A questão aqui não é o valor musical ... O grande lance é o quanto eles se impõe com aquele vídeo.. Não é o gay da novela das oito.. Gays, afeminados, fora de um padrão convencional de beleza e muito a vontade pra se apresentarem no meio da rua sambando na cara da homofobia. 

É preciso ter coragem para nadar contra maré... Seja o bonde das GV ou Theo Chen levam a minha admiração e respeito por  ir de peito aberto, fortes em suas fragilidades e firmes nas suas convicções.

16 comentários:

  1. Este vídeo é tocante.. fiquei sem palavras... Lindo. E realmente, um menino de só 12 anos falando isso e o mundo, líderes religiosos, pais, países achando que acabar com a felicidade dos outros é normal. Julgar os outros por ser como são é uma merda. Se não gosta fica longe, ngm concorda com tudo... mas respeita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma lógica tão simples, né?? E tanta gente n entende....

      Excluir
  2. é por isso que nós dois temos que continuar com nosso discurso contra a maré, Gato, porque se a gente não cutucar esses viados aqui na internet eles ainda vão achar que sua forma de pensar é ,além de certa, única

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei disso, Amigo.. Mas devo dizer que me sinto cansado!!!!

      Excluir
  3. Ele fala com uma naturalidade tão linda!! O vídeo é tocante pq ele fala uma verdade que todo mundo deveria saber e ele com apenas 12 anos já sabe!
    Ninguém precisa aceitar mas todo mundo deve respeitar!
    Respeito é o mínimo que todo ser humano merece!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é, Jansen???
      É tão claro, como as epssoas não veem isso??? É simples!!

      Excluir
  4. Realmente incrível o discurso do garoto... só 12 anos! Tem uma maturidade incrível pra idade dele. O triste sobre o vídeo é que as pessoas que provocam ele são as que menos vão entender a mensagem, devido a ignorância de suas mentes.

    O vídeo me fez lembrar que na idade dele eu já sabia que gostava de garotos hehe... só que não entendia o que era ser "homossexual" ou provavelmente, nesse tempo, ainda nem tinha ouvido falar dessa palavra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu na verdade sempre soube... Desde muito pequeno sabia que gostava de menino, que pessoas asisme rma homossexuais e que isso devwria ser ums egredo... Sei lá quem me ensinou, mas eu sabia!!!

      Excluir
  5. Eu penso de um jeito mais simples ainda: se incomoda é porque tem algo de espelho na parada, pode crer! Apenas não sou otimista de achar que um dia isso se resolve.

    AFGF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será Anônimo.. Acho que nems empre, tem essa coisa da educação e da cultura mesmo.. ódio as vezes é aprendido.. Não que não aconteça, mas dizer que todos os casos se trata desse recalque é meio forte!!!

      Excluir
  6. Gato, que saudade de você.
    Então... Eu achei super fofo o que ele falou e a forma madura como ele encarou o problema em questão. Também vejo a homofobia dentro do mesmo grupo que querem respeito. Esses que acham que passivos são inferiores e que "pode ser gay mas não precisa ser uma mulher". Acho que cada um tem a sua personalidade e se sentem bem agindo da forma que são, e tudo o que precisamos fazer é aceitar e respeitar. Respeitar o que é diferente de nós.
    Forte beijo, meu lindo psicólogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu soubesse que vinha gente bonita eu me arrumava, Brasil!!!

      Que saudade dessa visão do paraííííso.. Lindo e politizado, amo muito!!!

      Excluir
  7. Você sempre tão querido. Sabe a saudade que eu estava de você? IMENSA. Daquele Visão não restou muita coisa. Amo MAIS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa de modéstia que uma miragem n vira uma miopia da noite pro dia

      Excluir
  8. Dizer o quê depois disso??! Adorei! Bjundas!

    ResponderExcluir